sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Dilma convoca Paulo Câmara para reunião em Brasília

Paulo Câmara e Dilma Rousseff se reunirão mais uma vez este ano / Dayvison Nunes

Paulo Câmara e Dilma Rousseff se reunirão mais uma vez este ano

Dayvison Nunes

Os três governadores do PSB - Paulo Câmara, Ricardo Coutinho (PB) e Rodrigo Rollemberg (DF) - irão se encontrar com a presidente Dilma Rousseff (PT) na quarta-feira da próxima semana. A audiência foi marcada pela petista e envolverá questões administrativas e políticas. Apesar do PSB sinalizar apoio ao processo de impeachment de Dilma, os governadores se mostraram contrários a esse caminho.
Nesta quinta-feira (24), Paulo Câmara vistoriou as obras de um shopping center em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, mas ainda não comentou a convocação da presidente. Um dos articuladores do encontro, Ricardo Coutinho reforçou que os gestores socialistas vão manter a postura de ser contra o impeachment de Dilma.


"Defendo a institucionalidade. Não é hora de retroceder. Esse é o momento em que a nação brasileira tem de demonstrar sentimento de superação das adversidades nos campos político e econômico. A saída para a crise tem de ser dentro das regras do jogo democrático", afirmou o governador da Paraíba.
Esta semana, Paulo Câmara já havia se posicionado contrário ao impeachment. "Não há motivos que possam justificar um ato tão extremo como o impedimento contra uma pessoa que acabou de ser eleita. Temos que ter muita prudência em favor da democracia e do País", declarou.

A reunião de Paulo Câmara com Dilma ocorrerá pela manhã. À noite, o governador participará da posse do potiguar Marcelo Navarro Ribeiro Dantas como novo ministro do Superior Tribunal de Justiça. Ele ocupará o lugar deixado pelo ministro Ari Pargendler.

Nenhum comentário:

Postar um comentário