sábado, 24 de novembro de 2018

Taquaritinga do Norte : Novembro é o mês de Comemoração da fundação da Banda Dom Luiz de Brito


A imagem pode conter: 11 pessoas, pessoas em pé e área interna


BANDA MUSICAL DOM LUIZ DE BRITO, fundada pelo Pe Renovato Pereira Tejo, na época vigário da paróquia de Taquaritinga do Norte, conhecedor da música e das carências do povoado, não hesitou em fundar a sociedade musical para quebrar a quietude da serra e levar alegria ao povo.
Em 15 de novembro de 1875, pela primeira vez, ressoam nas serras da Taquara os sons harmoniosos da sociedade musical, em passeata pelas ruas estreitas do lugarejo, formada por um grupo de jovens idealistas, sob a batuta do seu fundador, Pe  Tejo.
A denominação de Grêmio Musical D. Luiz de Brito deu-se em homenagem ao bispo de Olinda e Recife, D. Luiz Raimundo da Silva Brito, aniversariando em 24 de agosto, e em visita pastoral a nossa cidade. O novo batismo foi uma iniciativa do Cel. Francisco de Assis Pereira Tejo, que na ocasião era presidente da sociedade musical. Desta forma, a Sociedade Musical de 15 de Novembro de 1875, com o novo estatuto, passa oficialmente a chamar-se de Grêmio Musical D. Luiz de Brito, desde 24-08-1902, em vez de Sociedade Musical.
A Banda Musical D. Luiz de Brito, possui sede própria desde 1954, construída pelo presidente da época e grande benfeitor, o senhor Amaro Tavares.
Ao longo destes anos, foram enfrentados grandes desafios, porém vencidos com trabalhos e dedicação de todos. O apoio e a colaboração dos taquaritinguenses são de grande valor para o crescimento desta arte cultural, destacamos como importantes colaboradores e benfeitores a esta instituição, o industrial senhor Severino Pereira da Silva, (in memória), que constantemente doava instrumentos musicais, fardamentos, entre outros benefícios, bem como o ex- presidente, Jose Andrade (Dede de Tibúrcio), (in memória), pela construção da escola de música em 1993, e o ex- presidente José Farias Ramos, pelos vários instrumentos musicais adquiridos em parcerias.
A prefeitura municipal, por sua vez, tem sido de grande importância pela subvenção que tem ajudado muito para a manutenção da mesma com a subvenção mensal, ao poder judiciário, que tem convertido TCOs em benefício da Banda, bem como a importância dos sócios, que sempre contribuem com o crescimento desta instituição e aos talentosos músicos, “Artistas Principais”, que desde a sua fundação até os dias atuais fazem parte desta história viva, enriquecendo a cultura da cidade e do nosso estado.
    A Banda Musical D. Luiz de Brito, conta com uma escola de música que oferece as crianças e jovens aulas gratuitas. Seu objetivo maior é socializar crianças e jovens através da música, preparando a formação de futuros músicos para renovação do seu quadro efetivo, como também, apoiar músicos que buscam sua carreira profissional. A tem como maestro  Jose Fladenilson F. de Farias, tem como Presidente João Batista , e Vice Presidente Welintom Paixão. 

A imagem pode conter: texto
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

CSA de Alagoas volta depois de 31 anos a Primeira Divisão do Futebol Brasileiro



Resultado de imagem para csa volta a primeira divisão

O CSA marcou neste sábado o dia mais importante da sua história. Nada será como antes. Goleou o Juventude em Caxias do Sul, por 4 a 0, e chegou à Série A do Brasileiro. Mais do que isso: provou que tudo pode mudar muito rápido no futebol brasileiro. Há três anos, o time alagoano não disputava nem a Série D. Depois de três campanhas fulminantes, conquistou o acesso e enlouqueceu sua fanática torcida. Os três gols de Berola e o outro de Jhon Clley anteciparam o Carnaval em Alagoas.


Sua última série A, foi no Módulo Amarelo de 1987, em que foi
lanterna, daquela que antes da CBF assumir, seria uma espécie de série C. Em
1986, o time também jogou a série A, e ficou em 25°.

Em 1988, não disputou nenhum torneio, mas voltou à série B
de 1989. Caiu na primeira fase do torneio. Em 1990, jogou a série C e caiu na
primeira fase. O classificado de seu grupo foi o América-RN.

Voltou a jogar a série B em 1991, e passou da primeira fase,
com o segundo lugar de sua chave, atrás apenas do Santa Cruz. Na segunda fase,
foi eliminado pelo Americano-RJ com uma goleada.

Em 1992, voltou a cair na primeira fase da série C. Não
jogou nada em 1993, mas voltou à série C em 1994. Neste torneio, passou a
primeira fase, com a segunda colocação de seu grupo. Na segunda, eliminou o
Sousa-PB com duas vitórias. Na terceira, no entanto, foi eliminado com duas
derrotas diante do Catuense-BA.

Em 1995, voltou a passar da primeira fase, atrás apenas do
Vitória-PE, em seu grupo. Na segunda fase, passou contra o Sousa-PB. Em 1996,
passou em primeiro na sua chave na primera fase. Na segunda, eliminou o
Catuense-BA, mas na terceira caiu diante do Porto-PE.

Em 1997, voltou a ser primeiro de sua chave na primeira fase
a série C. Na segunda, passou pelo Juazeiro-BA. Na terceira, no entanto, caiu
diante do Porto-PE, rival da primeira fase. No ano seguinte, foi vice-lanterna
de sua chave logo na primeira fase da série C. Em 1999, foi terceiro na
primeira fase do torneio e acabou eliminado precocemente.

Jogou o Módulo Amarelo da Copa João Havelange de 2000, mas
caiu na primeira fase do torneio. Em 2001, caiu na primeira fase da série C. Em
2002, passou no segundo lugar de sua chave, contra o Confiança-SE, na primeira
fase. Na segunda, eliminou o Treze-PB, mas caiu na terceira com duas goleadas
diante do ABC-RN.

Em 2003, o time voltou a se classificar em segundo na primeira
fase, atrás apenas do Sergipe. Na segunda, foi eliminado pelo Botafogo-PB. Não
se classificou em 2004 e 2005, caiu na primeira fase da série C em 2006, não e
classificou em 2007, e voltou a cair na primeira fase da série C em 2008. Em
2009, jogou sua primeira série D, mas caiu na primeira fase, para Central-PE e
Sergipe.

Em 2010, passou da primeira fase da série D, com o primeiro
lugar de sua chave, à frente do Santa Cruz. Na segunda, no entanto, caiu diante
do Sampaio Corrêa-MA, com uma goleada. Não se classificou em 2011. Voltou a
jogar em 2012 e 2013. Na primeira, teve sua melhor participação. Foi o primeiro
de sua chave na primeira fase, com o Sousa-PB em segundo. Na segunda, no
entanto, foi eliminado pelo Campinense-PB. Já em 2013, foi lanterna de sua
chave na primeira fase. 

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Lero afirma que será candidato a reeleição


Em entrevista ao programa Ponto de Vista da última sexta-feira 16, o prefeito de Taquaritinga do Norte afirmou que será candidato a reeleição em 2020. Lero passou no teste de fogo que foi a eleição desse ano, onde seus candidatos saíram majoritário em Taquaritinga do Norte com uma larga frente com relação aos da oposição, onde Diogo Moraes teve mais votos que o estadual e o federal da oposição. 

Questionado pelo publicitário e radialista Jairo Gomes o que referenda a reeleição de Lero, o prefeito falou de várias obras que foram feitas como a pavimentação de 11 ruas no município, a entrega de 3 quadras, avanços na saúde e na educação e a aprovação do governo que veio através do voto em seus candidatos a deputado e senador na eleição desse ano. "A população referendou o nosso governo, e junto com os amigos irei sim para disputa em 2020, sou homem de compromisso e colocarei meu nome mais uma vez a disposição da população", disse Lero.

Além do grupo CALABAR que é fortíssimo em Taquaritinga por ser um grupo do povo, o prefeito conta com o apoio de amigos comerciantes e vai contar com o apoio do governo do estado e dos deputados Diogo Moraes e Ricardo Teobaldo. 

Mais três jogos fecharam o segundo dia de competição da Copa Taquara de Futsal 2018





A noite desta quinta-feira (22) reservou três bons jogos na Copa taquara de Futsal, realizado na quadra de esportes Padre Estanislau. 

A primeira partida começou às 19h entre Escolinha do Ypiranga contra o Taquary, logo depois se enfrentaram as equipes de Pão de Açúcar Badoque e amigos do povo e para finalizar o Brasiliense enfrentou o Badoque. As equipes do Taquary, Badoque e Brasiliense saíram vencedoras dos confrontos.

Hoje (23/11), acontece mais uma rodada com três jogos. A equipe do Amorim enfrente o Guara de Pão de Açúcar a partir das 19h , a segunda partida será entre as equipes do Bahia contra o Atlético Jr. e pra encerrar a equipe do Açúdinho enfrente a equipe da Juventude de Gravatá.






Bolsonaro anuncia Ricardo Velez Rodriguez como ministro da Educação

Por Filipe Matoso e Gustavo Garcia, G1 — Brasília


O professor Ricardo Velez Rodriguez, escolhido ministro da Educação pelo presidente Jair Bolsonaro — Foto: Reprodução / YouTubeO professor Ricardo Velez Rodriguez, escolhido ministro da Educação pelo presidente Jair Bolsonaro — Foto: Reprodução / YouTube
O presidente eleito Jair Bolsonaroanunciou nesta quinta-feira (22) pelo Twitter o professor e filósofo Ricardo Velez Rodriguez como futuro ministro da Educação.
Nascido na Colômbia, o futuro ministro é autor de mais de 30 obras e atualmente é professor emérito da Escola de Comando do Estado Maior do Exército.
Rodriguez é mestre em pensamento brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ); doutor em pensamento luso-brasileiro pela Universidade Gama Filho; e pós-doutor pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron.
Nos últimos dias, chegaram a circular os nomes de Guilherme Schelb(procurador da República) e de Mozart Ramos (diretor do Instituto Ayrton Senna) para o Ministério da Educação. Segundo Bolsonaro, a escolha para a pasta seria de um "bom nome técnico".

Indicação para o MEC

Nascido em Bogotá (Colômbia), Rodriguez escreveu em um blog no último 7 de novembro que havia sido indicado para o Ministério da Educação pelo filósofo Olavo de Carvalho.
"Amigos, escrevo como docente que, através das vozes de algumas pessoas ligadas à educação e à cultura (dentre as quais se destaca o professor e amigo Olavo de Carvalho), fui indicado para a possível escolha, pelo Senhor Presidente eleito Jair Bolsonaro, como ministro da Educação", publicou.
"Aceitei a indicação movido unicamente por um motivo: tornar realidade, no terreno do MEC, a proposta de governo externada pelo candidato Jair Bolsonaro, de 'Mais Brasil, menos Brasília'", acrescentou.

O que pensa o futuro ministro

Em um blog na internet, o futuro ministro escreveu no mês passado que o Ministério da Educação tem como "tarefa essencial" recolocar os ensinos básico e fundamental "a serviço das pessoas".
"Enxergo, para o MEC, uma tarefa essencial: recolocar o sistema de ensino básico e fundamental a serviço das pessoas e não como opção burocrática sobranceira aos interesses dos cidadãos, para perpetuar uma casta que se enquistou no poder e que pretendia fazer, das Instituições Republicanas, instrumentos para a sua hegemonia política", escreveu.
Ainda no texto, intitulado "Um roteiro para o MEC", afirmou que os brasileiros se tornaram "reféns" de um sistema de ensino "alheio" à vida das pessoas e "afinado" com uma tentativa de impor a "doutrinação de índole cietificista e esquistada na ideologia marxista".
Rodriguez escreveu, também, que essa "ideologia" tenta ensinar questões de gênero, a "dialética do 'nós contra eles'" e a "reescrita" da história.
"[A ideologia é] destinada a desmontar os valores tradicionais da nossa sociedade, no que tange à preservação da vida, da família, da religião, da cidadania, em soma, do patriotismo", publicou.
Em um outro artigo, publicado no jornal "O Estado de S. Paulo" em agosto, o futuro ministro escreveu que o "ciclo Lulopetista" no governo federal "praticamente desmontou" as instituições republicanas.
No Facebook, escreveu em novembro ser preciso, "em primeiro lugar", "limpar todo o entulho marxista que tomou conta das propostas" dos funcionários do MEC.
Entre os livros que Rodriguez escreveu estão "A Grande Mentira. Lula e o Patrimonialismo Petista" (2015); "Da guerra à pacificação: a escolha colombiana" (2010); "Estado, cultura y sociedad en la América Latina" (2010); "Patrimonialismo e a realidade latino-americana" (2006).
O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) — Foto: Rafael Carvalho/governo de transiçãoO presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) — Foto: Rafael Carvalho/governo de transição
O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) — Foto: Rafael Carvalho/governo de transição

'Ideologia de gênero'

Durante toda a campanha eleitoral, Bolsonaro criticou o que costuma chamar de "ideologia de gênero" nas salas de aula, afirmando reiteradas vezes que "quem ensina sexo é papai e mamãe".
Recentemente, ao comentar os planos para o Ministério da Educação, Bolsonaro afirmou que o ministro seria alguém com "autoridade", capaz de entender que o Brasil é um país "conservador".
Disse, ainda, que passará a ter acesso ao conteúdo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) antes da aplicação da prova.

Reflexão Deus