sábado, 12 de dezembro de 2015

Ricardo Teobaldo presta contas do seu primeiro ano de mandato

 
 
TAQUARITINGA DO NORTE: Numa entrevista coletiva bastante prestigiada realizada no Grande Hotel Jorge Eduardo, em Taquaritinga, na manhã desta sexta-feira (11), o deputado federal Ricardo Teobaldo (PTB) fez uma prestação das ações desempenhadas e de suas conquistas para Pernambuco neste seu primeiro ano de mandato na Câmara Federal.

Ciceroneado pelo Vice Prefeito Lero, que deu as boas vindas aos presentes, e pelos vereadores Batata, Geovane, Eraldo e Luquinha da Saúde, a agenda de Teobaldo começou com entrevista na Rádio Filadélfia no programa Cidade em Foco, apresentado pelo radialistaAlberes Xavier
Em seguida, a comitiva do deputado seguiu para a sede do município onde foi sabatinado por quase duas horas pelos blogueiros Elisberto Costa, André Barbosa, Edson Arruda, Marcondes Moreno, Jairo Gomes e Guaraci Baldi e também pelos radialistas Alberes Xavier, Nadjo Feitosa, Edilza Leandro e Edson Ferreira (Rádio Filadélfia FM), Marcelo Tabosa (Rádio Nova Geração FM) e Neto Surubim (Rádio Farol FM), numa coletiva onde também respondeu a várias perguntas dos presentes.
 
 
Também prestigiaram o evento O ex-deputado federal José Augusto Maia, o prefeito Lula da Capivara (Frei Miguelinho), o ex-prefeito Flávio Lima (Toritama), a vereadora Cíntia Gonçalves e seu pai o empresário Luis do Mosquiteiro, o empresário Robélio, os vereadores Gilvan da Malhadinha (Cumaru) e Vânio Vieira (Santa Cruz do Capibaribe), presidentes e representantes de partidos políticos de Taquaritinga e também vários pré-candidatos a vereador.

 
 
Teobaldo mostrou muita desenvoltura durante a coletiva e abordou vários temas, onde destacaram-se as ações para o combate a estiagem, os escândalos de Brasília, emendas parlamentares, orçamento da união, segurança pública e outros assuntos em evidência nos cenários local e nacional. Sobre as emendas destacou a irresponsabilidade de muitos prefeitos que vem perdendo recursos e alfinetou o prefeito de Taquaritinga, Evilásio Araújo, que segundo o deputado, apesar de ir frequentemente a Brasília nunca foi ao seu gabinete apresentar pleitos por Taquaritinga do Norte.
 
 
Tenho certeza que fizemos a escolha certa. Ricardo Teobaldo é um deputado articulado e de grande trânsito em Brasília e que vai viabilizar muitas ações para o nosso município. Vamos apresentar as demandas de nossa população e cobrar dele emendas que tragam melhorias na qualidade de vida para o povo de nossa terra”, destacou Lero, radiante com o sucesso do evento que foi encerrado com um almoço de confraternização para a imprensa e os presentes. (FONTE: Assessoria / Fotos: André Barbosa / Edson Arruda / Isaque Levi)  .

Blog do Elisberto Costa

PF vê fraude em 42 concursos para 64 cargos públicos

O mapeamento que coloca sob suspeita aprovados de 42 concursos foi realizado a partir de ampla pesquisa da Fundação em seu banco de dados / Foto: Agência Brasil

O mapeamento que coloca sob suspeita aprovados de 42 concursos foi realizado a partir de ampla pesquisa da Fundação em seu banco de dados

Foto: Agência Brasil

A Polícia Federal suspeita que organização criminosa liderada por um técnico judiciário de Rondônia pode ter fraudado 42 concursos para acesso a 64 cargos públicos realizados entre 2010 e 2015 para vagas em 30 tribunais, além de autarquias e Assembleias Legislativas. A investigação, desdobramento da Operação Afronta - deflagrada em outubro - , é a maior já realizada nessa área pela PF.
Na semana passada, a PF pediu à Fundação Carlos Chagas, instituição que aplica as provas, uma auditoria "com a máxima brevidade", inicialmente comparando-se as provas discursivas de todos os candidatos aprovados a fim de identificar todos os fraudadores e beneficiários do esquema.
O mapeamento que coloca sob suspeita aprovados de 42 concursos foi realizado a partir de ampla pesquisa da Fundação em seu banco de dados. A PF quer ir além nesse trabalho porque acredita que os integrantes da organização se infiltraram em outros concursos por meio da inscrição dos "pilotos" - agentes da quadrilha que se inscrevem apenas para ter acesso às provas e que recebem R$ 5 mil por concurso.
O inquérito da Afronta foi relatado em novembro e encaminhado à Justiça Federal em Sorocaba, base da missão, com indiciamento de nove alvos, entre eles o técnico judiciário José Carlos de Lima, apontado como "o principal articulador" da rede de fraudes em certames públicos.
Segundo a PF, o grau de sofisticação do grupo era tão elevado que os "candidatos" usavam até ponto eletrônico que cabia na ponta do dedo indicador - uma peça tão pequena que, depois da prova, só podia ser retirada do ouvido com uso de um ímã.
A PF suspeita que a organização se infiltrou em concursos realizados para preenchimentos de cargos em todos os cinco Tribunal Regionais Federais, 14 Tribunais Regionais do Trabalho e 11 Tribunais Regionais Eleitorais.
Instâncias que a PF reputa como vítimas da organização, os tribunais estão colaborando de modo decisivo para barrar o acesso de fraudadores em seus quadros. A investigação foi aberta a partir de uma representação do Tribunal Regional Federal da 3 ª Região (TRF3), situado em São Paulo, que descobriu a fraude.
A PF agiu rapidamente e descobriu que "pilotos" da quadrilha se inscreveram para concursos destinados ao preenchimento de cargos nesses tribunais.
Os "pilotos" tinham como função sair da sala do exame com parte do caderno de questões após uma hora do início da prova. As perguntas eram imediatamente entregues a outros membros da organização que as respondiam com auxílio de livros de doutrina e computadores conectados à internet e, em seguida, repassavam as respostas aos candidatos que permaneciam na sala por meio de pontos eletrônicos.
A PF tem urgência nessa nova etapa da investigação. A preocupação maior do delegado da PF Victor Hugo Rodrigues Alves Ferreira, que preside o inquérito da Afronta, é impedir nomeações de concursados aprovados de forma ilícita ou tornar nulos administrativamente os atos de posse. 
"No curso das investigações foram colhidos mais de 50 depoimentos que apontaram fraudes a vários certames organizados pela Fundação Carlos Chagas, e não apenas ao que deu motivo à instauração do inquérito policial", assinala Victor Hugo na petição à presidente Glória Maria Lima. Victor Hugo é um delegado com ampla experiência em investigações sobre fraudes e crimes financeiros.
Para barrar a disseminação da fraude por outras instâncias e níveis do funcionalismo, a PF considera crucial a colaboração da Fundação Carlos Chagas, instituição sem fins lucrativos criada nos anos 1960.
A PF destaca que "as investigações comprovaram, por meio de provas materiais, documentais e testemunhais, que a fraude foi perpetrada por uma organização criminosa".
"Há vários concursos que, comprovadamente, foram fraudados, e os candidatos habilitados com a ajuda da organização criminosa continuam recebendo salários e desempenhando suas funções sem que tenham qualificação para tanto", alerta o delegado.
A PF ressalta que "é muito importante que tais concursos sejam auditados pela Fundação Carlos Chagas". A investigação mostra que "as provas foram ditadas pela organização criminosa aos candidatos que se beneficiaram da fraude e, por isso, são praticamente idênticas uma às outras".
A PF já descobriu os concursos que tiveram membros da quadrilha inscritos para atuar como "pilotos": agente legislativo, escriturário, técnico do seguro social, técnico ministerial-administrativo, técnico judiciário-administrativo, analista judiciário, segurança e transporte e avaliador federal
Com relação aos concursos fraudados que não tiveram provas discursivas, a PF se colocou à disposição da Fundação Carlos Chagas para fazer auditoria por meio do Sistema de Prospecção e Análise de Desvios em Exames (SPADE) - criado pela Polícia Federal para subsidiar investigações de fraudes em concursos e exames da Ordem dos Advogados do Brasil. A PF também se dispôs a apoiar a Fundação "para apoiar a auditoria, subsidiando o grupo de trabalho designado para a tarefa com informações".
A reportagem fez contato com a Fundação e não obteve retorno. José Carlos Lima, alvo da PF, confessou a fraude, mas em depoimento no inquérito da Operação Afronta negou o papel de líder da organização. Relatório da PF informa que Lima "foi apontado por nada menos que 24 pessoas como sendo o líder da organização criminosa e artífice das fraudes".

Fraudes na Transposição podem levar a nomes de políticos

Detalhes foram passados em coletiva / Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Detalhes foram passados em coletiva

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

A Operação Vidas Secas, deflagrada pela Polícia Federal para investigar desvios de recursos da Transposição do Rio São Francisco, cumpriu sete mandados de busca e apreensão no Recife, na manhã desta sexta-feira (11). As investigações apontam desvios de recursos para empresas de fachada controladas pelo doleiro Alberto Youssef e do lobista Adir Assad. As buscas foram feitas em sedes de empresas localizadas nos bairros dos Coelhos, Graças e Boa Viagem, além das cidades de Sertânia e Salgueiro, no Sertão.
Foram investigados dois lotes da obra - 11 e 12, que constroem canais entre as cidades de Custódia, em Pernambuco, e Monteiro, na Paraíba. Segundo a Polícia Federal, a fraude ocorria no nivelamento do terreno. "De acordo com a necessidade de fraude, era feito um pedido de aterramento ou de complementação, mas isso não significa que o trabalho era executado, podia estar apenas no papel", afirmou o delegado Felipe Leal, coordenador da Operação. 
Foram realizadas quatro prisões: uma no Rio de Janeiro, uma no Distrito Federal, uma em São Paulo e uma no Ceará. A PF não divulgou os nomes dos detidos, mas informou que são diretores ou representantes legais das empresas de engenharia OAS, Galvão, Coesa e Barbosa Melo. Outras quatro pessoas também foram chamadas para depor nos Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás.
"Durante as investigações, poderemos concluir se houve superfaturamento ou se o atraso na entrega da obra é fruto desses desvios", afirmou o superintendente da PF no Recife, Marcelo Diniz. O valor da obra previsto para os dois lotes era de R$ 580. A PF estima que cerca de R$ 200 milhões foram desviados. 
"A partir dessa investigação, vamos entrar também nos núcleos administrativos e político, podendo chegar a nomes de servidores e políticos que possam estar envolvidos", completou Diniz. A PF informou, ainda, que havia indícios para solicitar a prisão de Youssef, mas não foi necessário porque ele já está detido pela Operação Lava Jato. 
A fraude ocorria da seguinte maneira: recursos do Ministério da Integração destinados à Transposição do São Francisco eram desviados para contas fantasmas de empresas de fachada do doleiro. A partir dessas contas, a PF vai investigar o destinos do valor desviado. A Operação Vidas Secas realizou análises na obra no período de 2010 a 2013.

Vacina da dengue será testada em 13 cidades e terá dose única

A dose será única e capaz de proteger contra os quatro tipos de dengue
A dose será única e capaz de proteger contra os quatro tipos de dengue
Foto: Juliane Guez/ PMPA
vacina contra a dengue do Instituto Butantã, que teve a última fase para testes em humanos liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), como revelado nesta sexta-feira (11) pelo jornal O Estado de S.Paulo, será testada em 13 cidades, incluindo Recife, Manaus, Belo Horizonte e Porto Alegre. São Paulo será o primeiro município a ter as doses. Segundo o instituto, 17 mil voluntários, em todo o País, participarão do processo e a estimativa é de que a vacina esteja até 2017 na rede pública. A dose será única e capaz de proteger contra os quatro tipos de dengue.
O primeiro passo agora será o recrutamento dos participantes, que serão acompanhados em 14 centros de pesquisa. Os trabalhos nas unidades não começarão ao mesmo tempo, e os voluntários serão monitorados durante cinco anos. Na capital, os estudos vão ser realizados na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
"Pelos dados que temos da fase 2, o nível de anticorpos está elevado, o que nos faz pensar que (a eficácia) é muito grande. O tempo (de duração do teste) vai depender de quanto vamos demorar para recrutar, mas muita gente quer participar", explicou Jorge Kalil, diretor do Instituto Butantã.
Segundo ele, cartazes com explicações sobre o teste serão colocados nos centros de pesquisa. Pontos avermelhados no corpo e dor de cabeça estão entre os sintomas que podem aparecer em pacientes. Embora a vacina seja produzida com o vírus da dengue enfraquecido, os voluntários não correm o risco de ter a doença

Por faixa etária
O Instituto Butantã dividiu os testes em três faixas etárias: 2 a 6 anos, 7 a 17 anos e 18 a 59 anos. "Os testes serão feitos da maior para a menor faixa (ou seja, dos idosos para as crianças), o que contribui para a segurança do experimento. Dois terços dos participantes vão receber a vacina e um terço receberá placebo (concentrado que não contém medicamento)", disse o secretário de Estado da Saúde, David Uip.
O investimento para essa etapa da pesquisa deve superar os R$ 200 milhões, de acordo com o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que esteve nesta sexta no lançamento da nova etapa. "A fase 3 pode chegar a R$ 270 milhões, porque deve ter um acompanhamento muito rigoroso, envolve um grande número de médicos e as pessoas precisam ter uma análise clínica antes, durante e depois."

Produção
Segundo David Uip, uma reunião será realizada na próxima segunda-feira com empresas nacionais e multinacionais para abordar a produção em larga escala da vacina. "Estamos diante de uma vacina estratégica para o País e para o mundo. Se isso se comprovar, a nossa escala de produção tem de ser em nível e perfil mundial."
Sem dar detalhes, ele afirmou que também há planos para a produção de uma vacina contra o zika. "O instituto já está se preparando para elaborar um protocolo em busca de uma vacina tanto para chikungunya como também para zika vírus."
Apresentado em abril na Anvisa, o pedido foi analisado "em regime de prioridade", segundo o órgão federal, por se tratar de um tema de relevância para a saúde pública. A solicitação foi feita antes mesmo da conclusão da fase 2 dos estudos, que só aconteceu em junho deste ano.

A PREFEITURA MUNICIPAL DE TAQUARITINGA DO NORTE ANTECIPA O PAGAMENTO DO 13º SALÁRIO




A  Prefeitura Municipal de Taquaritinga do Norte através da SEFIN (Secretaria de Finanças), comunica a todos, que já encontram-se disponíveis a partir de hoje (11/12/15) os valores do 13º salário dos funcionários dessa instituição.

Com isso, a Administração Municipal demonstra compromisso e responsabilidade com seus funcionários, que são os  responsáveis  diretos pelo sucesso dessa administração.


Ao mesmo tempo, a Prefeitura Municipal deseja a todos um Natal de muita paz e harmonia.

Confirmado vírus chicungunha em exames de três bebês com manchas e bolhas

Bebê, que apresentou manchas e bolhas na pele, já apresenta boas condições de saúde
Bebê, que apresentou manchas e bolhas na pele, já apresenta boas condições de saúde
Divulgação/Huoc
A infectologista pediátrica Regina Coeli Ramos, do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), confirma que foi identificada a presença do vírus chicungunha em exames de sangue de três bebês com até 2 meses de vida que apresentaram recentemente quadro clínico sugestivo de virose e que evoluíram para bolhas na pele. A médica Nara Cavalcanti, coordenadora da enfermaria de pediatria do Huoc, tem acompanhado os casos e explica que os resultados desses exames sorológicos sugerem que os outros bebês que apresentaram sintomas semelhantes também podem ter sido infectados pelo vírus da chicungunha. 
Entre os sintomas, estão febre em graus variados, manchas vermelhas na pele e irritabilidade. Entre dois e três dias após o início desses sinais os bebês apresentam vesículas e bolhas na pele – manifestações que fogem do padrão das viroses mais observadas pelos médicos entre as crianças muito pequenas. Vale informar que se trata de uma condição que nada tem a ver com microcefalia. 
“A boa notícia é que muitas dessas crianças com bolhas já foram reavaliadas em ambulatório e apresentam uma boa resolução do quadro. Ou seja, estão sem bolhas e sem feridas. Tudo foi cicatrizado sem grandes repercussões. Os bebês estão ótimos de saúde”, garante Nara, que também coordena a enfermaria de pediatria do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), por onde já passaram dez bebês com os mesmos sintomas. No Huoc, já foram atendidos, desde o dia 16 de novembro, 20 crianças com essas condições. 
A pediatra acrescenta que, nessas crianças, não são observados inchaço e vermelhidão nas articulações. Outro ponto importante, segundo Nara, é que o estudo do líquido da coluna dessas crianças apresentou normalidade, o que afasta possibilidade de comprometimento neurológico.
“Chicungunha aparece como a hipótese mais forte porque, ao fazermos uma revisão na literatura mundial, encontramos casos semelhantes em crianças de países que tiveram surto da doença confirmado, como a Índia”, explica Nara, que aguarda os resultados dos exames sorológicos dos outros bebês. 

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

É NESTE SÁBADO NATAL SOLIDÁRIO EM VERTENTES


É neste sábado grande evento na cidade de Vertentes - PE, o Natal solidário , no pátio de eventos Zé Ferrinho, a entrada é dois KG de alimentos .



quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Governo anuncia concurso para professores

Vagas serão divididas por todo o Estado
Vagas serão divididas por todo o Estado
Guga Matos/JC Imagem
O governo do Estado anunciou, nesta manhã, um concurso público para a contratação de três mil professores. As vagas serão destinadas às redes de educação básica, educação especial (para portadores de necessidades especiais) e profissional (cursos técnicos). O edital será lançado amanhã e as inscrições serão feitas entre os dias 15 de dezembro deste ano e 11 de janeiro de 2016, apenas pelo site da Fundação Getúlio Vargas (www.fgv.br). As provas da primeira etapa do concurso serão realizadas no dia 28 de fevereiro de 2016. Serão 2.458 vagas para a educação básica, 342 para a educação especial e 200 para a educação profissional.
O secretário de Educação, Fred Amâncio, explicou que o concurso visa substituir professores temporários na rede. "Além disso, pretendemos estimular a carreira dos profissionais". O salário inicial é de R$ 1.917,78.

Lote vencido de vacina contra Rubéola pode ter sido a causa do surto de microcefalia

Lote vencido de vacina 

Site Baby Center posta matéria afirmando que vacina vencida contra Rubéola aplicada nas mulheres grávidas é a causa da microcefalia e não o mosquito Zika, que está sendo apontado como principal suspeito. O motivo do Governo acobertar a verdade seria para não indenizar as vítimas da vacina. 

Veja na íntegra:

Leia com atenção gente, fiquem ligados nessa história de "microcefalia causada pela Zika" tudo mentira do governo, eles estão com medo de indenizar todas as famílias que foram afetadas, estão tentado esconder que tudo foi causado por um lote de vacina vencida mandada pela secretaria de saúde, a mesma já mandou recolher todos os lotes para eliminar provas. Agora me digam: porque o foco foi no Nordeste se esse problema de dengue e Zika é no Brasil inteiro? Porque é no Nordeste que se concentra a pior saúde pública, e prestem atenção que só mulheres pobres, dependentes de posto de saúde que tiverem bebês afetados. 


Agora reflita: na África o Zika existe a dezenas de anos e lá os casos de microcefalia não são associados a doença, e ai? 

Precisamos refletir sobre isso... As redes sociais a qualquer momento estouram com essa notícia e nós precisamos ficar em alertar para lutar pelos direitos dessas famílias afetadas. 

Foi realizada uma campanha contra Rubéola a 9 meses atrás no Nordeste e para as pessoas que iriam viajar para lá... Rubéola é a doença que causa a microcefalia. A vacina foi aplicada em todas mulheres no período fértil sendo que grávidas não podem toma-la. Ironicamente os bebês estão nascendo só agora com problemas...

Se isso é realmente verdade não sei, mas seria uma piada o governo esconder uma coisa assim, essas famílias teriam de ser indenizadas... E ter a assistência que merecem... O mais triste é esses bebês que seriam saudáveis pagar por um erro assim...

Vamos ficar atentos pois se isso for verdade as pessoas tem de lutar por seus direitos essas crianças que nasceram merecem a melhor assistência possível.

Comentário do Blog:
Este blog não acredita nas informações veiculadas pelo site, até porque esse conteúdo parece ter sido extraído de Grupos do WhatsApp e não há nenhum dado que fundamente provas ou vestígios da suspeita de que a causa da microcefalia possa ser a tal vacina vencida.

O que podemos suspeitar é que, há realmente um mistério nesse surto de microcefalia no pais, onde mais da metade está concentrado em um dos menores estados, que é o nosso (Pernambuco).

Fonte: Baby Center
Fotos: Reprodução Internet

EMOÇÃO E FÉ NO ENCERRAMENTO DA FESTA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO


O pacato Distrito de Gravatá do Ibiapina em Taquaritinga do Norte, mais uma vez deu a sua forte demonstração de fé e devoção à Nossa Senhora da Conceição, padroeira daquela tão querida localidade, que foi homenageada entre 29 de Novembro à 08 de Dezembro de 2015.

Apesar do forte calor, dezenas de fiéis saíram em procissão no último dia 08 com a imagem de Nossa Senhora pelas principais ruas de Gravatá, que a cada ano renova o seu amor e adoração à mãe de Nosso Senhor. Logo após a grandiosa procissão foi realizada a celebração da   Santa Missa, presidida pelo Pe. Jeová Ribeiro, da Paróquia Santo Antônio de Lajedo, Diocese de Garanhuns.

 Confira as imagens:











Durante todos os dias da festa religiosa Gravatá do Ibiapina recebeu muitos fiéis de diversos locais do Município e também de ex-moradores, que sempre retornam para rever familiares e amigos e participarem da tradicionalíssima Festa de Nossa Senhora da Conceição. Os devotos já com um ar de saudosismo, esperam ansiosos pela Festa do ano que vem. Viva Nossa Senhora da Conceição!!

HOMEM É DEGOLADO NA ZONA RURAL DE TAQUARITINGA


 Ao contrário do que tinha sido divulgado anteriormente, que o homicídio acontecido provavelmente na madrugada desta quinta-feira (10), no Sítio Gamelinha na zona rural de Santa Cruz do Capibaribe, aconteceu na verdade no Sítio Minguaiu município de Taquaritinga do Norte.
 A vítima foi identificada como sendo Wilson Paulo da Silva, de 17 anos de idade, que morava na cidade de Alcantil-PB. Segundo a Polícia, o jovem foi degolado e o corpo foi encontrado em um local de difícil acesso.
 A cerca de 30 metros do local aonde o cadáver foi encontrado, a Polícia Militar localizou uma motocicleta Honda Bros de cor vermelha e placas MPX-5844 pertencente à Prefeitura Municipal de Barra de Santana-PB e não tem restrição de roubo ou furto.
 Algumas capinhas de celular também foram encontradas nas proximidades do corpo. A Polícia Civil realizou o levantamento cadavérico e o corpo seguira para o IML da cidade de Caruaru no Agreste de Pernambuco.
 Segundo o Sargento Ivan do GATI, responsável pelo isolamento da área do crime de morte, não se sabe ainda quem praticou o assassinato e nem tampouco a motivação. Porém, o crime será investigado pela Polícia Civil.

Jarbas aconselha Temer: ''Tem que se cercar de pessoas de bem''

Jarbas disse ter certeza da queda de Dilma
Jarbas disse ter certeza da queda de Dilma
Foto: Bernardo Soares/Acervo JC Imagem
O deputado federal pernambucanoJarbas Vasconcelos disse, em entrevista na manhã desta quinta-feira, ao programa Passando a Limpo, da Rádio Jornal, que aconselhou o vice-presidente da República, Michel Temer, a se afastar de Eduardo Cunha (presidente da Câmara) e se "cerca de pessoas de bem". Para Jarbas, o momento pelo qual passa o Braisl aponta para a queda da presidente Dilma Rousseff ("ela vai cair, seja por renúncia ou por  impeachment), e Temer, que assumiria em caso da saída de Dilma, tem que estar preparado para assumir o comando do País.
"Não se faz aliança com chantagista. Não se faz aliança com Cunha. Acho que ele (Temer) tem que se preparar e se cercar de pessoas de bem, de todos os partidos, porque a renúncia ou impeachment vai recair nele. Ele vai assumir", afirmou. Jarbas ainda classificou como corajosa a atitude de Temer, de divulgar uma carta criticando a forma pouco amistosa de relacionamento entre Dilma e Temer. "A carta esclareceu a distância que há entre eles". O deputado aproveitou para criticar o recesso da câmara, que começa na semana que vem. "Tem que suspender esse recesso. Não tem como ter impeachment com todo mundo fora em janeiro".
Jarbas também criticou o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Ministério Público Federal (MPF) por não tirarem Cunha da presidência da Câmara. "Nenhum dos dois agiu. Se quisessem, já tinham tirado Cunha".
LULA - Jarbas voltou a alfinetar o ex-presidente Lula. "Lula está no mundo da lua. Como as coisas (investigações) estão chegando cada vez mais perto dele, fica contando histórias da carochinha, papai noel, e fala da volta dos militares. Não tem como ter um retrocesso pra essa ordem. Naquela epoca nao tinha internet, não estava modernizado como hoje. Militares estão nos quarteis, tranquilos, nao tem mais a força golpista e revolucionaria de 64.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

MÉDICOS RESIDENTES RETOMAM PARALISAÇÃO NACIONAL, AGORA POR TEMPO INDETERMINADO


 Mesmo depois de ter realizado uma paralisação de alerta no dia 24 de setembro para chamar atenção do governo para o sucateamento das condições de atendimento ao público, a categoria não teve retorno satisfatório dos ministérios da Saúde e Educação em relação às reinvindicações apresentadas pela Associação Nacional dos Médicos Residentes (ANMR). Pelo menos 30% dos residentes vão continuar com as atividades para garantir o atendimento emergencial aos pacientes.
 Esta paralisação faz parte do Movimento Nacional de Valorização da Residência Médica, criado pela ANMR e lançado no dia 27 de agosto, durante o VI Fórum Nacional de Ensino Médico realizado por entidades médicas. Desde então foi dado prazo de resposta para que o governo apresentasse respostas às nove pautas colocadas pelo movimento. Após este prazo, a avaliação da entidade é que apenas três reivindicações tiveram algum avanço, número ainda insuficiente para garantir a qualidade da Residência Médica no país.

 “45% das vagas em programas de residência médica no Brasil estão ociosas, e ainda assim o governo amplia de forma indiscriminada novas vagas de residência, mesmo sem conseguir avaliar os programas já abertos para averiguar possíveis razões para tamanha ociosidade. Ao passo que novas vagas são abertas, o investimento na educação e saúde é insuficiente, e os programas estão cada vez mais sucateados. Apenas a título de exemplo, o governo deixou de investir R$ 171 bilhões de verba já aprovada para a saúde no Sistema Único de Saúde (SUS) desde 2003”, comenta Arthur Danila, presidente da ANMR.
 A paralisação está acontecendo em diversas cidades brasileiras, sendo acompanhada também por manifestações.
 “Declarações como a do reitor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, de que o Hospital Universitário Pedro Ernesto estaria em situação de insalubridade, mostram a degradação das instituições de ensino em saúde. E não é exclusividade dos hospitais de nível terciário, muitas unidades básicas de saúde se encontram em situações deploráveis em termos de estrutura. Os médicos residentes estão clamando pela qualidade no atendimento à população brasileira no SUS”, conclui Arthur.

 A paralisação por tempo indeterminado se justifica até que se cumpra:
 1. Alteração imediata da composição da Comissão Nacional de Residência Médica – CNRM conforme proposta da ANMR de 18/10/15 e fim da Câmara Recursal;
 2. Plano de avaliação adequada de todos os programas de Residência Médica que não tenham sido avaliados com presença de especialista da área e representante dos residentes. Interrupção imediata da abertura de novas vagas ou ampliação de programas já existentes até o fim da avaliação dos programas de residência médica em funcionamento hoje. Delimitação de um plano nacional estratégico de ampliação de vagas de residência conforme as necessidades de cada especialidade em cada região do país com ampla, efetiva e deliberativa participação dos médicos residentes e entidades médicas. Revisão do instrumento de avalição dos programas de residência com participação das entidades médicas e médicos residentes;
 3. Levantamento dos dados da situação financeira dos últimos 5 (cinco) anos das instituições que ofereçam programas de residência médica a ser realizado no prazo de 3 (três) meses e analisado em prazo idêntico. O Governo Federal deverá propor soluções às instituições que apresentarem cortes nos orçamentos;
 4. Correção inflacionaria do valor da bolsa de Residência Médica desde março de 2013, último reajuste, até dezembro de 2015 de acordo com o índice de variação dos custos dos gastos IPCA do período, acrescido do aumento de 5,5% oferecido aos servidores públicos federais. Previsão em lei de data de reajuste da bolsa de residência médica em março de cada ano corrente de valor mínimo correspondente à inflação acumulada do ano anterior;
 5. Garantia de que a reposição do tempo paralisado não atrase o fim dos programas de Residência Médica.
As pautas e objetivos do Movimento Nacional pela Valorização da Residência Médica são:
 1) Aumento da representação das entidades médicas na composição da CNRM e fim da câmara recursal, o que restabelecera um espaço democrático para discussão e deliberação da residência médica;
 2) Fiscalização imediata de todos os programas de residência do país para garantir a qualidade destes, antes da abertura de novas vagas. A fiscalização deverá ser realizada por médico de especialidade correspondente ao programa e representante dos médicos residentes, afinal, se há programas que hoje já estão em condições precárias, é necessário melhorá-las antes de se abrirem novas vagas;
 3) Revisão completa do texto do Decreto nº 8.497, de 4 de agosto de 2015, para garantir que a Residência Médica permaneça como padrão ouro de formação de especialistas, assegurando que o especialista seja bem formado para atender a população brasileira no SUS;
 4) Levantamento dos cortes orçamentários e suspensão destes em todos os serviços (hospitais, unidades básicas de saúde etc.) em que atuam médicos residentes, pois a falta de orçamento reduz gravemente a quantidade e a qualidade do atendimento à população do SUS;
 5) Plano de carreira e de valorização para os Médicos Preceptores, com inclusão de remuneração adequada, desenvolvimento continuado e tempo exclusivo para atividades didáticas, para que possam ensinar melhor os futuros profissionais que atenderão a população no SUS;
 6) Plano de carreira nacional para médicos do SUS com garantia de remuneração adequada, progressão de carreira, desenvolvimento profissional e educação continuada, aumentando a chance de fixar médicos nos locais de pouco acesso da população à saúde no SUS;
 7) Fim imediato da carência de 10 meses para que médicos residentes possam usufruir de seus direitos junto ao INSS.
 8) Cumprimento da legislação vigente sobre residência médica com a garantia do auxílio moradia;
 9) Isonomia da Bolsa de Residência Médica com bolsas oferecidas por outros programas de ensino médico em serviço do Governo Federal como PROVAB e Mais Médicos. A complementação deverá ser realizada com recursos dos Ministérios da Educação e Saúde para não onerar as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde.

Impeachment... Para quê? Ou para quem?


Impeachment... Para quê? Ou para quem?
O brasileiro não conhece a história do Brasil. Somos marcados por injustiças sociais, pelo descrédito, pela falta de informação, pelo voto errado, por nos alienarmos aos modismos de época ou momento, por uma geração que se preocupa mais com festas do que com o futuro do nosso país. 
Elegemos parlamentares, políticos demagógicos fanáticos e ignorantes assim como muitos de nós. A maioria da representação do congresso nada mais é do que o perfil daqueles que não exercem seu direito e dever de cidadão. É urgente, necessário e preciso a cobrança de um país com representantes que ofereçam princípios básicos: ética e respeito ao povo brasileiro. 
Não nos cabe um impeachment neste momento, não deste formato vingativo do presidente da câmara. Ele sim já deveria ter sido posto pra fora há muito tempo. O impeachment traria um vice presidente que tem inúmeros vícios políticos transposto de um passado e presente de uma forte ala de seu partido. 
Façamos o impeachment ao Aedes Aegypt. (Fora Dengue). Sim, ele mesmo o mosquito da Dengue que desde os anos 80 começou a perturbar, e volta arrasando a saúde das pessoas. E por falar nele quem não se lembra do “dengue” personagem do Show da Xuxa... 
Precisamos, sobretudo, varrer essa doença, que assola muitos de nós. No entanto, para isso acontecer cada um, cada ser existente, para não deixar de existir precisa fazer sua parte na limpeza de sua casa, com o cuidado ao armazenar água, descartar o lixo no local e horário adequado, enfim, são ações simples, porém, necessárias que devemos exercer como cidadão. E aí seremos mais dignos e honestos. 
No início do texto falei em festa, daí lembrei-me de um samba enredo da Beija Flor de 1996.
...” É carnaval... Que tal... Falarmos da evolução... Que bom... Que bom 
Meu ancestral é um "barato" Daí surgiu a confusão ”... 
Daqui a pouco com a chegada das festas e outros interesses pessoais irá nos fazer esquecer esses “probleminhas” atuais do bem comum. Quem constrói ou destrói nosso destino somos nós mesmos. Ronaldo Veiga, 08/12/2015.

Larvicida será colocado em carros-pipa para combater vírus Zika, diz ministro

Ministro da Saúde, Marcelo Castro, durante coletiva após reunião com a presidenta Dilma Rousseff e governadores, no Palácio do Planalto
Ministro da Saúde, Marcelo Castro, durante coletiva após reunião com a presidenta Dilma Rousseff e governadores, no Palácio do Planalto
Foto: Elza Fiúza/ Agência Brasil
O ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse nessa terça-feira (8) que o governo vai colocar larvicida nos carros-pipa que transportam água para os municípios atingidos pela seca no Nordeste. A intenção, informou, é destruir as larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus Zika e da dengue.
De acordo com ele, essa será a “principal ação” a ser feita pelo ministério a partir de agora, visando a combater o mosquito antes mesmo que ele nasça. “As pessoas acumulam água reservada em vasilhames para usar, e esses vasilhames estão sendo hoje, no Nordeste, o criadouro principal dos mosquitos. A campanha está centrada em não deixar o vírus nascer”, afirmou.
Marcelo Castro conversou com jornalistas após participar de uma reunião da presidenta Dilma com 25 representantes dos estados e do Distrito Federal, governadores e vices, para discutir o assunto. Durante o encontro, foi discutida a importância do envolvimento de cada uma das pessoas no enfrentamento ao mosquito e a preocupação com as gestantes para que não sejam picadas.
Na última semana, o Ministério da Saúde confirmou a relação entre o vírus e casos de microcefalia em crianças, que aumentaram significativamente nos últimos meses. De acordo com a pasta, 1.761 casos suspeitos de microcefalia foram já notificados em 422 municípios brasileiros. Segundo o ministro, deve-se evitar o contato com o mosquito seja com telas nas casas ou roupas compridas, principalmente por parte das grávidas.
“Devemos fazer o dever de casa e, a partir de agora, entrar de casa em casa e exterminar qualquer foco, criadouro do mosquito. Essa ação tem que ser uma ação de toda a sociedade”, defendeu o ministro. Ele informou que mesmo com a atual restrição orçamentária, “não faltarão recursos” já que “hoje não existe no país problema maior”.
Além da campanha nacional, foi decidido que Brasília comandará um centro de controle de desastres. O objetivo é instalar salas nos estados e municípios para facilitar a comunicação sobre o vírus Zika. De acordo com o Secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, general Adriano Pereira Júnior, a centralização do controle permitirá maior eficiência no combate ao vírus e agilidade na avaliação dos resultados.

Aprovada no México, vacina da dengue espera aval da Anvisa

A Anvisa enviou à Sanofi quatro exigências técnicas, das quais três já foram cumpridas
A Anvisa enviou à Sanofi quatro exigências técnicas, das quais três já foram cumpridas
Foto: Acervo/ JC Imagem
A autoridade regulatória mexicana aprovou a vacina tetravalente contra a dengue produzida pela francesa Sanofi Pasteur para ser usada no México. A vacina, que previne a doença causada pelos quatro sorotipos do vírus em pessoas com faixa etária dos 9 aos 45 anos, está em fase final de aprovação no Brasil. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que a empresa solicitou em março deste ano o registro da vacina e que o pedido está sob análise em regime de prioridade. 
A Anvisa enviou à Sanofi quatro exigências técnicas, das quais três já foram cumpridas. A Anvisa também enviou exigência referente ao plano de farmacovigilância e ao plano de minimização de risco em 20 de novembro. Segundo a agência brasileira, o processo está dentro do prazo, já que as principais agências regulatórias do mundo apresentam, em média, um ano como período de análise de registro de um novo medicamento ou vacina.
A Sanofi informou que as últimas exigências estão sendo atendidas e a expectativa é de aprovação no início de 2016. De acordo com a diretora médica da empresa, Sheila Homsani, embora no momento as atenções estejam voltadas para o zika vírus, também transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, e sua possível relação com os casos de microcefalia, a dengue continua sendo uma epidemia devastadora. "Estão aparecendo casos do sorotipo 3 da dengue no Nordeste, que tem um índice maior de casos graves e de hospitalização, o que ressalta a importância de termos vacina contra os quatro tipos de vírus."
Outra vacina contra a dengue em análise na Anvisa será produzida pelo Instituto Butantã, de São Paulo. De acordo com a agência, o Instituto deu entrada no pedido para aval ao estudo de fase III da vacina, etapa em que é verificada a eficácia do produto, em abril deste ano. O processo teve análise priorizada pela Anvisa, pela importância de que seja logo disponibilizada uma vacina segura e eficaz para a população, e já no dia 26 de maio foram enviadas as primeiras exigências técnicas ao instituto. 

20 anos
A aprovação da vacina contra a dengue no México foi anunciada nesta quarta-feira, 9, pelo CEO da Sanofi Pasteur, Olivier Brandicourt, como a primeira no mundo. A empresa levou vinte anos para desenvolver a vacina. O desenvolvimento clínico teve a participação de 40 mil pessoas de diferentes idades e contextos geográficos, epidemiológicos, étnicos e sociais de 15 países.
O processo de análise regulatória para a vacina continua em outros países endêmicos, inclusive o Brasil. A produção da vacina já começou na França e as primeiras doses já estão disponíveis. As modelagens sobre o impacto da doença mostram que a vacina de 20% da população endêmica a partir dos nove anos de idade pode reduzir potencialmente a carga da doença em 50% num prazo de cinco anos.

II CAMINHADA DE NOSSAS SENHORA DA CONCEIÇÃO


Aconteceu na manhã de terça-feira(08) a “2ª Caminhada de Nossa Senhora da Conceição.”  Centenas de peregrinos se concentraram em frente à  Igreja Matriz de Santos Amaro e às 4h30 partiram numa caminhada de fé com destino á Capela de Nossa Senhora da Conceição em Gravatá do Ibiapina.


Muitas bênçãos foram recebidas pelos participantes durante essa jornada que se originou da  ideia de reunir os pequenos grupos  isolados de peregrinos  que caminhavam até o distrito no dia da festa da  padroeira. O que resultou na 1ª caminhadarealizada no ano passado. Esse ano o evento foi incorporado a programação oficial da festa e conquistou novos adeptos duplicando o número de participantes.

Confira as imagens:















Os caminhantes da fé chegaram em Gravatá do Ibiapina por volta das 7h30, onde foram recepcionados pelos moradores com um café da manhã. Em seguida, acompanhados pela banda do projeto PSUI se dirigiram até a igreja onde receberam a benção do Padre Ivemar e um certificado de participação. 

O evento tem apoio da Prefeitura Municipal de Taquaritinga do Norte através da Secretaria de Turismo, Esportes e Desenvolvimento Econômico.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Grupo de 16 governadores assina carta contra impeachment

dilma_governadores_planalto

Agência Estado

Dezesseis governadores que se reuniram com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, divulgaram hoje documento intitulado “Carta pela Legalidade”, em apoio ao seu mandato e “contra o acolhimento do pedido de abertura de processo de impeachment”.
Antes da divulgação do texto, 15 dos governadores participaram de encontro com Dilma, no Planalto, durante uma hora e meia. Na saída, endossaram que “o processo de impeachment, aberto na última quarta-feira, carece desta fundamentação” porque “não está configurado qualquer ato da Presidenta da República que possa ser tipificado como crime de responsabilidade”.
No encontro, estavam presentes governadores do PT e de partidos da base aliada, como PMDB, PCdoB e PSD. Os três governadores do PSB, cuja bancada do partido na Câmara dos deputados se diz independente e tem adotado uma postura favorável ao afastamento da presidente, também participaram da reunião de apoio à Dilma.
Na carta de apoio à presidente petista, os governadores governistas dizem que compreendem as dificuldades atuais pelas quais o país atravessa e lutamos para superá-las.
“Todavia, acreditamos que as saídas para a crise não podem passar ao largo das nossas instituições e do respeito à legalidade”, afirmaram. “Por isso, ciosos do nosso papel institucional, conclamamos o país ao diálogo e à construção conjunta de alternativas para que o Brasil possa retomar o crescimento econômico com distribuição de renda”, prosseguem.
Ao condenarem o processo de impedimento, os governadores que apoiam Dilma disseram que “o mecanismo de impeachment, previsto no nosso ordenamento jurídico, é um recurso de extrema gravidade que só deve ser empregado quando houver comprovação clara e inquestionável de atos praticados dolosamente pelo chefe de governo que atentem contra a Constituição”.
Após o encontro, a presidente iniciou uma segunda reunião com um grupo maior de governadores, incluindo integrantes do PSDB, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para tratar sobre o Plano Nacional de Enfrentamento à microcefalia, lançado no último sábado, no Recife.
Neste encontro ampliado, a pauta foi o surto provocado pelo Zika Virus, que já atinge 16 Estados. O governador do Maranhão, no entanto, aproveitou o encontro de todos os governadores para condenar a tentativa de se votar o impeachment contra Dilma no Congresso.