sábado, 1 de julho de 2017

Professor Jurandir reúne-se com Bruno Araújo e reivindica ações para Taquaritinga do Norte



Na última quinta-feira (22), o vice-presidente da Câmara Municipal, Professor Jurandir, reuniu-se com o Ministro das Cidades, Bruno Araújo, na cidade de Santa Cruz do Capibaribe. O ministro que cumpriu agenda de trabalho na Capital da Sulanca.

Segundo a assessoria de Jurandir, Bruno Araújo recebeu com muita atenção o parlamentar da Dália da Serra, que aproveitou a oportunidade para apresentar algumas demandas do município. “No encontro com o ministro Bruno Araújo, aproveitei mais uma vez a oportunidade de reivindicar melhorias para nossa cidade. Dentre outras solicitações, reforçamos o pedido para a liberação de recursos para o asfalto da Avenida Balbino Pereira e José Juventino em Pão de Açúcar, o que vai ter reflexo bastante positivo no crescimento econômico do distrito”, destacou o vereador.

Prefeito Lero entrega equipamentos de proteção individual a funcionários do Matadouro Público


O prefeito de Taquaritinga do Norte esteve na última quarta feira (28), no Matadouro público ao lado do secretário de agricultura Zeca Coelho para fazer a entrega dos novos EPIs (Equipamento de Proteção Individual).



Localizado no sítio Silva de cima, o Matadouro Público Municipal já foi motivo de muita preocupação, mas a nova gestão do prefeito Lero vem tendo o cuidado necessário com o mesmo para que funcione e tenha um melhoramento nas atividades. Com fardamento completo calça e camisa, botas e luvas especiais, capacetes, cintas ergométricas, jogos de facas entre outros equipamentos que compõem o kit de EPIs, garantindo melhores condições de trabalho e segurança aos profissionais. Administrado pela Prefeitura, através da Secretaria de Agricultura, o Matadouro Municipal atua com veterinários, magarefes, agentes de limpeza, e demais profissionais. Semanalmente são abatidos com acompanhamento dos veterinários, os bovinos que abastecem a sede do município e os distritos.


Todo o procedimento de abate é rápido, prezando pela higiene, segurança no trabalho e, principalmente, minimizando o sofrimento dos animais. Para o prefeito do município, estar na hora de ir em busca de outro matadouro, pois o existente esta praticamente dentro da área urbana devido ao rápido crescimento da Dália da Serra nos últimos anos. “O matadouro esta praticamente dentro da área urbana, e já iniciamos a procura de um terreno distante da área urbana para comprar e irmos atrás de recursos para construção de um novo matadouro”, disse Lero.


O secretário de Agricultura, Zeca Coelho, reforçou a importância dos EPIs. “São profissionais que trabalham diretamente com sangue, facas e peso dos animais, tudo requer cuidados especiais e equipamentos que ofereçam segurança para todos. Esses equipamentos passarão a dar uma proteção adequada com tranqüilidade. Ao mesmo tempo estamos prezando pela higiene e qualidade dos alimentos que chegam à população de Taquaritinga do Norte “, destacou  Zeca.




sexta-feira, 30 de junho de 2017

Chuvas aumentam volume de três barragens do Agreste e Mata Sul de PE


Barragem de São Jacques (Foto: Divulgação/Compesa)Barragem de São Jacques (Foto: Divulgação/Compesa)
Barragem de São Jacques (Foto: Divulgação/Compesa)
Os níveis de três barragens do Agreste e Mata Sul aumentaram após as chuvas de maio e junho, conforme informou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) nesta quinta-feira (29).
De acordo com a Compesa, "com os reservatórios cheios, os municípios de Calçado e Jupi, que juntos somam 11 mil habitantes, ficarão livres do racionamento, enquanto que Lajedo e São Bento do Una terão melhorias significativas na oferta de água".
Com condições de armazenar 400 mil m³ de água, a barragem de São Jacques, localizada em Lajedo, está cheia após um ano em colapso. O reservatório de Pau Ferro, em Quipapá, também está com 100% do volume total, ou seja, 15 milhões de m³. A barragem de Santa Rita, situada em Calçado, estava seca há três anos e conseguiu acumular 700 mil m³.
Com a água de Santa Rita, a Companhia poderá abastecer as populações de Calçado e Jupi todos os dias. Agora, a Compesa trabalha para realizar a manutenção, testes nas adutoras e ajustes nas estações de tratamento de água e de bombeamento, para que o sistema volte a operar até o dia 15 de julho.
Segundo a Compesa, as populações de Lajedo e São Bento do Una, que possuem 46 mil e 28 mil moradores, respectivamente, terão melhorias no abastecimento, quando a Companhia deve concluir intervenções para melhoria operacional do Sistema Integrado Pau Ferro e São Jacques.

Manifestantes do MST bloqueiam trecho da BR-232 em São Caetano


Bloqueio interdita trecho da BR-232 em São Caetano (Foto: Anderson Melo/TV Asa Branca)Bloqueio interdita trecho da BR-232 em São Caetano (Foto: Anderson Melo/TV Asa Branca)
Bloqueio interdita trecho da BR-232 em São Caetano (Foto: Anderson Melo/TV Asa Branca)
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, cerca de 80 manifestantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) interditaram na manhã desta sexta-feira (30) um trecho da BR-232 em São Caetano, no Agreste de Pernambuco. O protesto é contra as reformas trabalhistas e da previdência promovidas pelo governo de Michel Temer.
De acordo com a PRF, o primeiro registro de paralisação foi no Km-144 por volta das 5h50. Os manifestantes colocaram pneus e atearam fogo nos dois lados da pista. Também há bloqueio no Km-276 em Sertânia, no Sertão do estado.


Manifestantes bloquearam os dois lados da pista (Foto: Anderson Melo / TV Asa Branca )Manifestantes bloquearam os dois lados da pista (Foto: Anderson Melo / TV Asa Branca )
Manifestantes bloquearam os dois lados da pista (Foto: Anderson Melo / TV Asa Branca )

Protestos afetam trânsito em estradas federais de Pernambuco e em avenidas no Recife


Manifestantes fecharam Avenida Cruz Cabugá, no Centro do Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Manifestantes fecharam Avenida Cruz Cabugá, no Centro do Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)
Manifestantes fecharam Avenida Cruz Cabugá, no Centro do Recife (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)
Nesta sexta-feira (30), dia paralisação nacional convocada por centrais sindicais em todo o Brasil,manifestantes montaram bloqueios em rodovias federais que cortam a Região Metropolitana do Recife (RMR). Protestos também prejudicam a circulação de carros e ônibus no Centro da capital pernambucana.
Alguns motoristas e cobradores paralisaram coletivos na Avenida Guararapes e Ponte Duarte Coelho, região central da capital pernambucana. De acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), os ônibus estão parados nesta área central da capital pernambucana desde as 6h30. No local, há um protesto em frente aos coletivos, mas a quantidade de pessoas não foi informada.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-101 Norte, entre as cidades de Abreu e Lima e Igarassu, o ato acabou cedo, mas montes de barro atrapalharam a circulação de veículos na via, deixando apenas uma faixa livre. O tráfego foi afetado nos dois sentidos da BR, no quilômetro 47,8.
Por volta das 6h, o fluxo era intenso e havia retenções. A PRF confirmou a liberação da via às 7h50, mas não identificou o grupo que realizou esse ato nem soube informar a quantidade de participantes.
Barro colocado na pista dificultou passagem de veículos ena BR-101, entre Abreu e LIma e Igarassu (Foto: Everaldo Silva/ TV Globo)Barro colocado na pista dificultou passagem de veículos ena BR-101, entre Abreu e LIma e Igarassu (Foto: Everaldo Silva/ TV Globo)
Barro colocado na pista dificultou passagem de veículos ena BR-101, entre Abreu e LIma e Igarassu (Foto: Everaldo Silva/ TV Globo)
A PRF informou, ainda, que foi montado um bloqueio na BR-101 Sul, em Jaboatão dos Guararapes, na RMR, perto da fábrica da Coca-Cola. No quilômetro 83,5 da rodovia, os veículos estavam passando pelo acostamento, por volta das 6h. No sentido Cabo de Santo Agostinho da mesma rodovia, os manifestantes colocaram barro na subida do viaduto, prejudicando o fluxo de veículos. Há, também, pontos de bloqueio no quilômetro 72 da via, no bairro do Barro, na Zona Oeste do Recife.
Os bloqueios também foram feitos na BR-232, em Bonança, distrito de Moreno, no Grande Recife, por cerca de 100 pessoas. Em São Caetano, no Agreste, a mesma rodovia também apresentou bloqueios. Na BR-428, houve manifestações em Paudalho, na Zona da Mata Norte. Em Petrolina, no Sertão, também houve registro de bloqueio no quilômetro 144 da BR-428, mas a via foi liberada por volta das 9h.
Em Moreno, no distrito de Bonança, manifestantes interditaram trecho da BR-232 (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)Em Moreno, no distrito de Bonança, manifestantes interditaram trecho da BR-232 (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)
Em Moreno, no distrito de Bonança, manifestantes interditaram trecho da BR-232 (Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação)
A PRF informou que, no interior do estado, as manifestações foram realizadas por integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e da Federação dos Trabalhadores da Agricultura em Pernambuco (Fetape).

No Recife

Pneus em chamas bloqueiam a Cruz Cabugá (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)Pneus em chamas bloqueiam a Cruz Cabugá (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)
Pneus em chamas bloqueiam a Cruz Cabugá (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)
Na área central da capital pernambucana, a avenida Cruz Cabugá teve bloqueios nos cruzamentos com as avenidas Norte e Prefeito Arthur Lima Cavalcanti. O grupo de manifestantes ateou fogo na pista e levou faixas contra o governo do presidente Michel Temer aos locais do protesto.
Segundo a CTTU, o bloqueio no cruzamento com a Avenida Norte foi liberado às 8h30, mas a área da outra avenida segue interditada. Nos dois locais, o ato foi promovido por integrantes de movimentos ligados aos sem-teto. Não há estimativa do número de participantes.
No outro ponto de manifestação, o cruzamento da Avenida Cruz Cabugá com a Avenida Prefeito Artur Lima Cavalcanti, há fogo na área. Nos dois casos, a quantidade de manifestantes não foi informada.

Trens

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) informou que o Metrô do Recife funcionará em esquema especial, nesta sexta-feira (30), por causa da paralisação-geral. A Linha Centro vai operar das 5h às 9h e das 16h às 20h, horários de pico do sistema.
A Linha Sul terá reprogramação em caso de falta de ônibus, motivada pela adesão de motoristas de ônibus. A Linha Diesel (VLT), que atende passageiros no Cabo de Santo Agostinho e em Jaboatão dos Guararapes, na RMR, não terá operação. Nesta sexta, os trens serão pilotados por supervisores e instrutores de maquinistas.

Ônibus

O Sindicato dos Rodoviários informou que, oficialmente, não suspenderá a circulação dos coletivos no Grande Recife. Mesmo com a circulação de coletivos, houve alteração no sistema. O Grande Recife Consórcio informou que o BRT do Corredor Norte Sul foi paralisado.
O objetivo era evitar que os passageiros ficassem presos nas estações por causa dos protestos. O serviço está sendo realizado com a operação de veículos comuns.