sábado, 4 de junho de 2011

Mayara Petruso, jovem que ofendeu nordestinos vive reclusa


Mayara Petruso, que hoje vive em Bragança Paulista, no interior de SP, responde erroneamente por “pornografia infantil”

.
Por: Nara Alves, do iG
.
Em outubro de 2010, Mayara Penteado Petruso, de 21 anos, era estudante de Direito de uma faculdade particular na capital paulista e era sustentada pelo pai, proprietário de uma rede de supermercados. Hoje, sete meses depois, a jovem deixou a universidade, os amigos de São Paulo, vive reclusa em Bragança Paulista, no interior do Estado, e responde a um processo erroneamente cadastrado na Justiça como “pornografia infantil”. O paradeiro da ex-estudante é desconhecido até mesmo por pessoas próximas à família. No condomínio onde ela estaria morando, nem mesmo o porteiro demonstrou ter conhecimento sobre a polêmica na qual a jovem se envolveu.
O divisor de águas na vida de Mayara foram os posts que publicou na internet após o resultado da corrida eleitoral do ano passado, em que Dilma Rousseff foi eleita presidenta. Em suas páginas no Twitter e no Facebook, a jovem atribuía a vitória de Dilma ao Nordeste e defendia o assassinato de nordestinos por afogamento. “Nordestino não é gente”, publicou. As declarações lhe renderam um processo criminal aberto na última quarta-feira pela Justiça Federal a pedido do Ministério Público Federal.
Foto: Reprodução
Extrato de movimentação processual mostra acusação de “pornografia infantil via internet”
Ninguém da família foi encontrado pela reportagem para comentar o processo aberto contra Mayara. Também não consta no extrato de movimentação processual que a jovem tenha contratado até o momento um advogado que pudesse responder às solicitações em seu nome. Na ação, a jovem não responde por racismo, como era a intenção do MPF, mas sim por “pornografia infantil via internet”.
A 9ª Vara, onde tramita o processo, alegou que pode ter havido um erro na distribuição da ação penal contra a ex-estudante de Direito. O suposto erro, contudo, não foi detectado por nenhuma das partes envolvidas e permanece nos registros da Justiça Federal. Segundo a secretaria da 9ª Vara, a correção se dará quando a ré for intimada. Se ela não tiver condições financeiras de contratar um advogado, poderá utilizar os serviços públicos.
Mayara é filha do empresário Antonino Petruso, proprietário da rede de supermercados Mercado do Papai e de um terreno de 27 mil m² para eventos em Bragança. A jovem é fruto de um relacionamento de Petruso fora do casamento. Embora o pai tenha financiado os estudos de Mayara, que cursava Direito nas Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) na capital paulista, o relacionamento entre os dois é praticamente nulo. À época das declarações polêmicas, ele afirmou em entrevista ao iG estar “surpreso, decepcionado e envergonhado” com atitude da filha.
Foto: Reprodução
Mayara Petruso postou no Twitter e no Facebook frases de preconceito contra os nordestinos
Reclusão e medo
Um amigo da família contou ao iG que Mayara não mantêm contato com o pai ou com as três filhas que ele tem com sua esposa, duas mais velhas e uma mais nova. Desde que fez as declarações ofensivas a nordestinos, Mayara foi demitida do estágio, interrompeu os estudos, afastou-se dos amigos e voltou para Bragança. No final de 2010, conta o amigo, toda a família sofreu ameaças depois que diversos blogs na internet exibiram os nomes, locais de trabalho e endereços residenciais de parentes da jovem.
Nenhum parente próximo à jovem concordou em conceder entrevista sobre a ação criminal. Na rede de supermercados da família, secretárias informaram que Antonino Petruso enfrenta “um sério problema de saúde” e teve de licenciar-se de suas atividades profissionais. Uma das irmãs da jovem também preferiu não se pronunciar. Procurada, Mayara não retornou às solicitações da reportagem.

Coral infantil da Escola Francisca Moura - CAIC

fantil

É dia de descer a Serra : 2° Festival da Jovem Guarda reúne três grandes nomes da época em Vertentes



A noite deste sábado (04), estará esbanjando romantismo aqui em Vertentes com a realização do ‘’Segundo Festival da Jovem Guarda’’.

O evento está previsto para ter início às 22h, no pátio de eventos Zé Ferrinho. Este ano,  sobem ao palco as bandas The Fivers e  Trepidantes. O cantor Leonardo Sulivan, também se apresenta pela segunda vez em Vertentes.

A festa é uma parceria entre o Governo Federal, através do Ministério da Cultura, e o município das Vertentes. O objetivo é fazer com que a juventude também conheça um pouco mais sobre o movimento que durou cerca de 30 anos no Brasil.

A mesma emoção também vale para quem conheceu o trabalho musical da Jovem Guarda e que terá a oportunidade de recordar  à  época em que os jovens músicos usaram cabelos compridos, popularizaram o rock e deram uma visibilidade maior aos rebeldes de um período com muitas dificuldades e pouca liberdade de expressão.

Na primeira edição do evento aqui em Vertentes, no mês de maio do ano passado, a festa contou com a presença dos cantores Vando e Leonardo Sulivan que inclusive fez uma homenagem as mães.

Fabiano Miranda
    Imprensa

Agora Dudu é bonzinho!

Sérgio Guerra diz à Folha de Pernambuco que o governador Eduardo Campos não é adversário do PSDB



Em entrevista à Folha de Pernambuco desta segunda-feira, o deputadoSérgio Guerra (PSDB) declarou que o adversário do seu partido no Estado não é o governador Eduardo Campos e sim o PT.

Textual: “Não tratamos Eduardo (Campos) como nosso adversário, mas como alguém que um dia poderá ser nosso aliado. Pernambuco vai bem. É absoluta falta de bom senso dizer o contrário. O Estado teve muitas conquistas. A aliança de Eduardo com o PT trouxe grandes resultados para Pernambuco. Só um babaca vai dizer o contrário”.
 

Adiante: “Mas, se de um lado Eduardo conseguiu uma aliança que deu resultados com Lula, os dois ‘Joões’ (Paulo e da Costa) que governaram o Recife não conseguiram nada. O Estado tem andado para a frente e o Recife tem andado para trás”.

 


O PSDB já é aliado do PSB em vários Estados, afirma Sérgio Guerra à ''Folha''



A fim de deixar bem claro que o projeto nacional do PSDB é verem aliados, no futuro, o senador Aécio Neves e o governador Eduardo Campos, o deputado Sérgio Guerra (PSDB) disse à Folha de Pernambuco desta segunda-feira que os dois partidos já estão juntos em muitos Estados, como Minas, Paraná, Paraíba e Alagoas.

De fato, o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB) foi eleito com o apoio de Aécio, então governador, assim como o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB) elegeu-se com apoio de um tucano: o senador Cássio Cunha Lima.

No Paraná, o vice do então prefeito (e hoje governador) Beto Richa (PSB) era do PSB (Luciano Ducci) e em Alagoas o partido de Eduardo Campos apoiou a reeleição do governador Teotônio Vilela Filho (PSDB). De quebra, o presidente do PSB-SP, Márcio França, é secretário de Turismo do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Despedida de um ídolo !

Desde que me entendo por gente e que meu pai começou a me incetivar a pratica esportiva em 1991 quando eu morava em Pão de Açucar, meu pai me disse a seguinte frase : torça pra quem quizer mais em Pernambuco você será Alvi - Rubro desde então segui a risca, e escolhi por vontade "própia " torcer pelo maior time de todos os tempos o time de maior torcida e que mais emociona , mesmo em um período difícil periodo em que o mengão passou por crises , desmandos, falcatruas eu me apaixonei pelo manto vermelho e preto , vi grandes jogadores atuarem com o manto como Romário , Edmundo , Jr Baiano, Leandro Ávila, Caio Ribeiro , mais nenhum deles fez o que o Rambo loiro fez , Pet chegou e logo foi posto no banco por carpegiane o mesmo que coloca Rivaldo no banco de Carlinhos Paraíba atualmente, Pet decidiu vários cariocas como o gol de falta contra o vasco em 2000, e as atuações extra -terrestres em um time limitado e jovem em que Pet se fez prevalecer , e em 2001 me proporcionou uma das maiores alegrias que tive no futebol, que pra mim foi mais emocionante do que ao penta do Brasil de 2002, que o própio brasileirão de 2009 quando Pet foi o protagonista , em 2001 Pet deu uma lição de que nada está perdido e de que tudo pode mudar em quetão de segundos !

VALEU PET , OBRIGADO POR TUDO !!!!!!!



*кец на 10 мајица significa O CRAQUE DA CAMISA 10 em sérvio.

Nascido em Majdanpek, na antiga Iugoslávia, se mudou para Nis para jogar na equipe local, o Radnički Niš. Se tornando o jogador mais jovem do futebol iuguslavo a atuar numa partida oficial, com apenas 16 anos e 15 dias de idade. Esse jogo foi em 25 de setembro de 1988.


Teve a primeira grande chance na carreira, ao se transferir para o Estrela Vermelha de Belgrado, da capital da então Iugoslávia, ficando por lá até 1995.


Pouco participou da campanha do título iuguslavo e do Mundial Interclubes, pois não era muito aproveitado. O time, naquela época, contava com estrelas como Dejan Savićević, por exemplo.
Após as saídas dos "medalhões", Petkovic se tornou o grande astro do time no título nacional da temporada 1994/1995. Após a conquista, foi contratado pelo Real Madrid, como uma das maiores promessas do futebol europeu naquela época.
No Real, Petkovic não foi bem. Apesar de ter marcado 2 gols em sua estréia, o meia não tinha chances com o então técnico Jorge Valdano e então foi emprestado para o Sevilla (ESP). Jogou pouco e no ano seguinte, voltou para o Real. Ainda sem chances e brigado com o técnico Fábio Capello, foi novamente emprestado, agora para o Racing Santander, onde também teve passagem apagada. Até que em 1997, aceitou o convite de jogar no Brasil, no Vitória da Bahia. Graças a uma ótima atuação que tivera contra o clube baiano, quando atuava pelo time B do Real Madrid.

Pet chegou no Vitória com o intuito de se destacar e voltar pra Europa, porém fez mais que isso. Virou um dos maiores ídolos do clube baiano. Em seu primeiro ano, foi vice-campeão baiano e vice artilheiro. E no brasileiro de 1998 marcou 14 gols em 21 partidas. Naquela época, o São Paulo se interessou por ele e chegou a oferecer França e Dodô, promessas na época, pelo gringo.

Na metade de 1999, Pet voltou para a Europa, dessa vez para o Veneza(ITA). Sem chances, aceitou voltar ao Brasil. No início do ano 2000, aceitou o convite de jogar no Flamengo e conquistou o estadual do mesmo ano. Marcou 2 gols em sua estréia, num 4x1 sobre o Santos no Maracanã, pelo extinto torneio RIO-SP. No segundo semestre, graças a uma parceria com a ISL, o clube carioca montou um timaço, trazendo jogadores consagrados como Gamarra, Alex, Denílson e Edílson. Porém o time não se classificou nem entre os 8 primeiros no brasileirão, antigo torneio João Havelange.

No ano seguinte, teve uma da melhores fases da carreira, sendo novamente campeão estadual e da copa dos campeões. Foi decisivo nas duas conquistas, marcando gols de falta nas finais. Contra o Vasco, um dos gols mais comemorados pelos flamenguistas. Eram 43 minutos do segundo tempo e Petkovic, que não vinha jogando bem, acertou uma linda cobrança de falta. No ângulo do então goleiro Hélton. Golaço e a conquista do tricampeonato, pela quarta vez na história do clube.



No segundo semestre, porém, o gringo caiu de produção. Marcou apenas 4 gols no campeonato brasileiro. Contusões, indiferenças com atacante Edílson e atraso de salários interferiam no rendimento do meia. O Flamengo se salvou do rebaixamento na última rodada e foi vice-campeão da Copa Mercosul. Na decisão, Petkovic foi expulso. Em 2002, o cenário não mudou. O Flamengo fez uma péssima campanha na libertadores e o meia deixou o clube rubro-negro.



No mesmo ano, surpreendentemente o meia parou no Vasco. Começou a se destacar apenas em 2003, quando participou de quase toda a campanha do estadual daquele ano, se tornando um dos líderes da equipe ao lado de Marcelinho Carioca e Marques. Saiu antes do término, pois se transferiu para o Shanghai Shenhua, da China, após assinar um contrato de R$10 milhões.

Na China, Petkovic conquistou o campeonato nacional e na metade de 2004, retornou ao clube cruzmaltino, sendo fundamental naquela campanha. A equipe se safou do rebaixamento na penúltima rodada e o meia jogou praticamente sozinho, marcando 18 gols e distribuindo 11 assistências. Nesse mesmo ano, recebeu a "Bola de Prata" da revista Placar.


No início de 2005, mais uma transferência para o exterior. Dessa vez para o Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Porém, em agosto do mesmo ano, ele voltou para o Brasil, dessa vez para o Fluminense, pra fazer dupla com o meia Felipe (ex-Fla)
Foram grandes atuações nos 4 primeiros meses no Flu, logo em sua terceira partida, conquistou de vez os tricolores ao marcar dois golaços na goleada de 6x2 sobre o Cruzeiro, em pleno Mineirão. Um desses gols, foi o 1000º do clube em brasileiros, o que lhe rendeu uma placa. Um golaço, em que Pet driblou dois marcadores antes de encobrir o goleiro. As grandes atuações o fizeram ganhar o 2º troféu "Bola de Prata". Foi escolhido o 2ª melhor jogador do campeonato, só perdendo pro argentino Tevez, campeão naquele ano pelo Corinthians.




Em 2006, A patrocinadora do Flu abriu os cofres pra montar um belo time, porém o clube não correspondeu. Não chegou as finais do estadual e foi eliminado nas semifinais da Copa do Brasil pelo Vasco, foi eliminado precocemente da Copa Sul-Americana e brigou até a última rodada pra não cair.

Em janeiro de 2007, chegou ao Goiás, a pedido do técnico e amigo Geninho. Porém foram poucos jogos, problemas com a diretoria e a rescisão de contrato. Meses depois, acertou com o Santos, porém amargou a reserva em vários jogos. Mesmo assim, o time do técnico Luxemburgo terminou o brasileirão daquele ano na segunda colocação.

Em 2008, chegou ao Atlético-MG como a maior contratação do clube para o ano do centenário. Pet até que foi bem, tornando-se uma estrela solitária num time que brigou pra não cair. No fim do ano, o técnico Émerson Leão, que assumia o time, dispensou o meia (fizera o mesmo no Santos, um ano antes).


Em maio de 2009, Petkovic retornava ao Flamengo, por conta de uma dívida entre clube e jogador. Muitos achavam que era uma contratação arriscada, pois Pet estava com 36 anos e quase 6 meses sem atuar. Seu número preferido, o 10, era de Adriano. Então Petkovic passou a usar o número 43, por ter sido aos 43 minutos que o Gringo fizera aquele gol de falta em 2001. Outros diziam que o 43 era por causa do Tetratri, outros diziam que era o número de gols que ele fizera em sua primeira passagem pela Gávea.

Sua reestréia aconteceu numa vitória por 4x0 sobre o Inter no Maracanã. A partir daí, Petkovic entrava apenas nos minutos finais. Cuca, então técnico do Fla, mostrava claramente não querer contar com o gringo. Pet então passou a ter mais chances com a efetivação de Andrade como terinador. Marcou seu primeiro gol na derrota por 3x2 diante do Goiás, em Goiânia.


A partir desse jogo, Petkovic se tornou um dos principais jogadores na campanha do título brasileiro de 2009. Marcou 8 gols, sendo dois deles olímpicos e assim calou a boca dos críticos. Junto com Adriano, terminou o ano consagrado.

Pet ainda não mostrou seu bom futebol em 2010. Se reapresentou atrasado em relação a outros jogadores e estava muito abaixo na condição física. Após a vitória por 5x3 diante do Fluminense, o meia discutiu com o ex-diretor de futebol do clube Marcos Braz e ficou afastado do time. Voltou muito mal, jogando pouco e sem as precisões nos passes e faltas. Com a saída de Adriano, voltou a utilizar a camisa 10 e reconquistou a titularidade. E após longa novela, renovou contrato com o rubro-negro até o fim de 2011.

Hoje, Petkovic é quase unanimidade entre os torcedores do Flamengo. Mesmo com 37 anos e longe do seu melhor futebol, torcedores pedem sua titularidade. Mesmo com brigas no elenco, com treinadores e dirigentes, o fato é que Pet é ídolo. Marcou um gol histórico em 2001, voltou pra ser campeão brasileiro. Não me lembro de outro estrangeiro ter feito tanto sucesso pelo clube. Me atrevo a dizer que Petkovic, hoje, é o maior ídolo do clube no século XXI (de 2001 até hoje).




NÚMEROS E CURIOSIDADE DE PETKOVIC:

- Se tornou o jogador mais jovem a disputar uma partida oficial na Iugoslávia,com apenas 16 anos.

- Marcou o milésimo gol do Fluminense em campeonatos brasileiros.

- Com 79 gols, é o estrangeiro com mais gols em campeonatos brasileiros.

- É o jogador que mais fez gols olímpicos na história (8 no total)

- Em 2009, se tornou o 5º estrangeiro a colocar seus pés na Calçada da Fama, no estádio do Maracanã.



NOME: Dejan Petkovic
DATA DE NASCIMENTO: 10 de setembro de 1972 (37 anos)
LOCAL DE NASCIMENTO: Majdanpek, na Iugoslávia
ALTURA E PESO: 1,75m / 70kg
APELIDOS: Rambo e Pet


CLUBES:

1988-1991 - RADNICKI NIS/IUG (53 jogos e 34 gols)
1991-1995 - ESTRELA VERMELHA/IUG (132 jogos e 38 gols)
1995 e 1997 - REAL MADRID/ESP (8 jogos e 1 gol)
1996 - SEVILLA/ESP (5 jogos e nenhum gol)
1996-1997 - RACING SANTANDER/ESP (8 jogos e 1 gol)
1997-1999 - VITÓRIA (90 jogos e 59 gols)
1999-2000 - VENEZIA/ITA (13 jogos e 1 gol)
2000-2002 e 2009-2010 - FLAMENGO (171 jogos e 53 gols)
2002-2003 e 2004 - VASCO (66 jogos e 28 gols)
2003 - SHANGAI SHENHUA/CHI (22 jogos e 7 gols)
2005 - AL-ITTIHAD/ARA
2005-2006 - FLUMINENSE (59 jogos e 19 gols)
2007 - GOIÁS (8 jogos e nenhum gol)
2007 - SANTOS (21 jogos e 1 gol)
2008 - ATLÉTICO/MG (32 jogos e 5 gols)

pela seleção nacional foram 7 jogos e 1 gol



TÍTULOS:

ESTRELA VERMELHA

- 2 campeonatos nacionais e 2 copas da Iugoslávia

REAL MADRID

- 1 campeonato nacional e uma Supercopa da Espanha

VITÓRIA

- 1 campeonato baiano e 1 copa do Nordste

FLAMENGO

- 1 taça Rio, 1 taça Guanabara, 2 estaduais, 1 copa dos campeões 1 campeonato nacional

VASCO DA GAMA

- 1 taça Guanabara e 1 estadual

SHANGAI SHENHUA

- 1 campeonato nacional

AL-ITTIHAD

- 1 copa Saudita


PRÊMIOS INDIVIDUAIS:

- 3 Bolas de Prata da Revista Placar (2004, 2005 e 2009)
- Melhor meia-esquerda do brasileirão 2009
- Ordem de Rio Branco 2010 (condecoração oferecida pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil)

Cangaçeiro Antônio Silvino o rifle de ouro



Visita a Pedra lavrada Paraiba em 1912
Pedra Lavrada pode não ter tido o delegado mais valente do mundo, mas já teve o mais “hospitaleiro”, João Jerônimo da Costa. Tratava o cangaceiro Antônio Silvino com a maior deferência do mundo. Era o cicerone de “Fuzil de Ouro” nas duas vezes que ele visitou a cidade, levando-o de casa em casa e apresentando-o às pessoas mais importantes e prestando continência ao bandoleiro. Aí é o que se pode chamar de desvio de função! Aquela autoridade local era para proteger a cidade dos cangaceiros, mas convivia pacificamente com os facínoras.

Em 1912, o casal D. Ernestina Carrilho de Oliveira, D. Doninha, e Manoel Júlio Rodrigues de Lima, ambos de Catolé do Rocha, moravam em Pedra Lavrada. Eles tinham um pequeno hotelzinho na cidade. D. Doninha era, e ainda hoje é lembrada pelos netos, como a pessoa mais ignorante, estúpida e inconsequente deste mundo de meu Deus. Nunca levou desaforo para casa. Fazer pergunta descabida ou dar palpites fora de tom ou da hora, era pedir para ouvir o diabo de D. Doninha. Era valente mesmo e não abria para um trem não. Manoel Júlio, um neto, diz sobre ela: “Minha vó, Mãe Doninha, era danada. Não se sabe como se vem ao mundo daquele jeito não – e rindo termina – ou velha ruim danada!” Agora que era direita e honesta, era. Essas duas virtudes chegaram nela e pararam.

Nessa primeira visita de Antônio Silvino à cidade, D. Doninha enviuvara e tocava o hotelsinho, sozinha. Antônio Silvino chegou acompanhado do delegado João Jerônimo no estabelecimento de D. Doninha por volta da nove horas da manhã. O delegado fez a apresentação:

- D. Doninha este é o capitão Antônio Silvino. Capitão, esta é D. Doninha, a mulher que faz o melhor arroz doce do mundo que lhe falei. 
Silvino olhou o arroz doce e disse: - Vou comer do seu arroz, coloque dois pratos. D. Doninha colocou dois pratos cheios de arroz na mesa.
O Cangaceiro olhou-a e ordenou: D. Doninha pode começar comer o seu!
D. Doninha perguntou: -O que? Comer o quê homem?
Respondeu o bandoleiro: -Não ouviu bem, D. Doninha? Mandei comer do arroz.  
- Eu só como quando quem prepara minha comida come primeiro.
D. Doninha lhe respondeu alto e bom som:  
- Pois não vai comer não ou coma se quiserEu já comi hoje de manhã e só como na hora certa e quando quero. A essa hora não como nada e não tem quem me faça comer à força!
O impasse estava criado.

Foi quando o delegado engolindo em seco balbuciou pisando macio que só cabra procurando penico cheio com o pé em noite escura: “Caaapiitão, o seeenhor esesestá diante e uma das mulheres mais direeeita da reeegião. Se ela diz que não vai comer, não comerá mesmo. - Eu confiiiiiio nessssta mulheeeeer. Diga qual é o meu prato dos dois, Capitão, que comerei por ela. Esssta coomiidaa não tem veneno não!

O Capitão Silvino trocou os pratos, deu um ao delegado e os dois homens começaram a comer.

Comeu, gostou e elogiou o arroz doce depois disse: - D. Doninha a senhora tem muito dinheiro!
D. Doninha responde-lhe: -Tenho. Posso não ter o valor que lhe disseram, mas tenho dinheiro.
Silvino continuou: - D. Doninha a senhora tem 200 mil réis para me dar?
E a senhora disse: -Tenho sim. Enfiou a mão num bolso de um avental e puxou uma nota esverdeada e grande, uma nota de 200 mil réis.  
Tome! estendeu-lhe a mão com o dinheiro D. Doninha.
Foi quando o cangaceiro, disse balançando a cabeça: - Não, não Dona eu não recebo dinheiro de criança, nem de mulher e muito menos de viúva...
Aí foi quando D. Doninha rodou a baiana, e disse: - Capitão Antônio Silvino, se experimenta fumo, mulher de verdade não!

O Capitão Antônio Silvino saiu rindo e dizendo ao delegado: - Tudo como você me falou. O arroz doce é o melhor do mundo e D. Doninha é a mulher mais malcriada ou valente que já conheci.

por:Clodoaldo Mélo

Uma família sem descendentes

(Amaro Isídio)

Antônia (Tonha Isídia)
(Floro Isídio)
ISÍDIO A FAMÍLIA
O princípio da oralidade teve seu valor e ainda tem espaço entre nós, porém é preciso escrever os fatos para que futuras gerações possam tomar conhecimento deles. E a família Isídio é um fato que merece registro. Esta família tem uma importância fundamental na formação intelectual de Antonio e de muitas pessoas que nasceram em Serra dos Bois, em Taquaritinga do Norte. E como dizia Otília, vovó de Antonio “tem coisas que só Deus explica”. Assim é esta maravilhosa família.
Contam que um belo dia chegou a Serra dos Bois um casal com três filhos; dois homens e uma mulher. Inicialmente, fizeram um barraco à beira da estrada que vinha e ia-se ao Riacho de Santo Antonio, perto da casa de Manoel Joaquim. Depois, com o passar dos anos os pais faleceram. Ficando Antônia, Amaro e Floro que foram morar na fazenda Lagoa do Canto, de propriedade de seu Severino Malaquias, pai de nosso saudoso padre Jonas.
Amaro, Antônia e Floro construíram suas vidas em Serra dos Bois. Acabaram incorporando-se à família dos Aleixos, fundadores d sitio Serra dos Bois.
Antonia, Amaro e Floro foram queridos por todos. Antônia foi uma eximia dançarina de forró e muito namoradeira, embora não se casou. Talvez por dançar e namorar bem os homens tivesse medo dela. Floro foi um grande limpador de roçado e, por último, Amaro foi um grande sábio e profeta.
Quem teve a oportunidade de ouvir e prestar atenção no que Amaro Isídio falava aprendia muito, porque Amaro nunca freqüentou a uma escola, mas sabia como a vida era e tinha de ser.
O autor, desde logo, explica que ao afirmar que Amaro Isídio foi sábio e um profeta não estar sendo irônico ou fazendo pouco caso da maravilhosa pessoa que fora nosso amigo Amaro Isídio. Considera Amaro Isídio como um profeta ou sábio é constatar que ele possuía forma de se expressar que só intelectual e filósofo poderia compreender. Amaro Isídio recebia, sem saber, iluminação e inspiração de Deus ou de um mestre qualquer, pois usava e abusava de metáforas.
E como se sabe: metáfora era a linguagem que Jesus usou para se comunicar com os sábios do Império Romano. Um exemplo: “a Cesar o que é de Cesar”.
 Numa casinha muito aconchegante à beira da estrada em direção à casa de seu Marreca morava a família Isídio. Quem visitava esta família tinha o privilégio de saborear um gostoso café feito no capricho por Tonha. Se Tonha não oferecesse o delicioso café era porque faltava pó e açúcar; fato comum na casa de pobres do nordeste. Quando um nordestino recebe uma visita e não oferece café ou comida é porque não tem. E se você for convidado para comer na casa de um nordestino coma, pois ele ficará muito magoado se você o rejeitar. Quem segue essa regra à risca é Adelson de Joaninha Marreiros.
Ninguém sabe qual a origem da família Isídio; uns diziam que eles vieram de uma região chamada Mata Virgem no sertão da Paraíba. Virgem como Amaro, Antonia e Floro foram. Virgem Maria, rogai por eles!
Antônia, por ser muito namoradeira, às vezes, tomava um namorado de outra moça em Serra dos Bois ou das Barrocas e do Bandeira podia-se atribuir alguma desavença, porém tudo acabou em angu. A família Isídio acabou. Antonia, Amaro e Floro não se casaram e virgem morreram, não deixando filhos nem herdeiros para seus legados.
Amaro sabia que para deixar filhos neste mundo tão cruel como planeta Terra era preciso ser louco e Amaro Isídio sempre teve muito juízo. Um juízo que as pessoas normais não têm.
Amaro, Antonia e Floro não deixaram fortuna, mas um legado ao  povo de Serra dos Bois: a honestidade.

Antonio Martins de Farias 

Parabéns Ilka Palôma !

  Hoje quem está de idade nova é a amiga Ilka Palôma, Bióloga e atual Secretária de Educação que mudou a cara de Educação do Município com inovações e mudanças que deram uma nova cara a Educação do Município, no começo poucos acreditavam que daria certo pois Ilka uma Professora jovem que muitos chamavam de " a meleca que andava de calça tactel e tênis " , pois com muito trabalho , dedicação e estudo Ilka se tornou a Secretária de Educação de maior destaque na região !

Parabéns Ilka, que Deus continue lhe dando saúde e paz , para que você continue desenvolvendo esse maravilhoso trabalho que você vem realizando ao longo destes 3 anos!

São os votos do seu amigo e companheiro de lutas Marcos Augusto !





Enviada por George


VOCÊ FICARIA DE PÉ?

Havia um professor de filosofia que era um ateu convicto.


Sempre sua meta principal era tomar um semestre inteiro para provar que DEUS não existe.


Os estudantes sempre tinham medo de argüi-lo por causa da sua lógica impecável.


Por 20 anos ensinou e mostrou que jamais haveria alguém que ousasse contrariá-lo, embora, às vezes surgisse alguém que o tentasse, nunca o venciam.


No final de todo semestre, no último dia, fazia a mesma pergunta à sua classe de 300 alunos:


- Se há alguém aqui que ainda acredita em Jesus, que fique de pé!


Em 20 anos ninguém ousou levantar-se.


Sabiam o que o professor faria em seguida. Diria : - Porque qualquer um que acredita em Deus é um tolo! Se Deus existe impediria que este giz caísse ao chão e se quebrasse.



Esta simples questão provaria que Ele existe, mas, não pode fazer isso!
E todos os anos soltava o giz, que caia ao chão partindo-se em pedaços.


E todos os estudantes apenas ficavam quietos,

vendo a DEMONSTRAÇÃO.

A maioria dos alunos pensavam que Deus poderia não existir. Certamente, havia alguns cristãos mas, todos tiveram muito medo de ficar de pé.


Bem.... há alguns anos chegou a vez de um jovem cristão que tinha ouvido sobre a fama daquele professor. O jovem estava com medo, mas, por 3 meses daquele semestre orou todas as manhãs, pedindo que tivesse coragem de se levantar, não importando o que o professor dissesse ou o que a classe pensasse. Nada do que dissessem abalaria sua fé...

ao menos era seu desejo.


Finalmente o dia chegou. O professor disse:


- Se há alguém aqui que ainda acredita em Jesus, que fique de pé!
O professor e os 300 alunos viram, atônitos, o rapaz levantar-se no fundo da sala.


O professor gritou:
- Você é um TOLO!!! Se Deus existe impedirá que este giz caia ao chão e se quebre!
E começou a erguer o braço, quando o giz escorregou entre seus dedos, deslizou pela camisa, por uma das pernas da calça, correu sobre o sapato e ao tocar no chão simplesmente rolou, sem se quebrar.


O queixo do professor caiu enquanto seu olhar, assustado, seguia o giz.
Quando o giz parou de rolar levantou a cabeça... encarou o jovem e... saiu apressadamente da sala.
O rapaz caminhou firmemente para a frente de seus colegas e, por meia hora, compartilhou sua fé em Jesus. Os 300 estudantes ouviram, silenciosamente, sobre o amor de Deus por todos e sobre seu poder através de Jesus.


Muitas vezes passamos por situações em que acreditamos que "nosso giz" vai quebrar, mas Deus, com sua infinita sabedoria e poder faz o contrário, por isso, você tem duas opiniões:


1 - Apagar esta mensagem e esquecer a história ou,




2 - Passar a seus amigos, cristãos e não cristãos, dando-lhes a coragem que precisamos todos os dias ao nos levantarmos.

EU ESTOU DE PÉ!!! Alguém me acompanha???

INGRA LIBERATO estará no CURTA TAQUARY







A atriz Ingra Liberato que já trabalhou em telenovelas de grande sucesso na extinta Rede Manchete, como Pantanal e A História de Ana Raio e Zé Trovão e O Canto das Sereias, também na Rede Globo participou das novelas Meu Bem Meu Mal, Quatro por Quatro, A Indomada, Louca Paixão, O Clone e Essas Mulheres, e na Rede Record participou de Os Mutantes - Caminhos do Coração, estará em Setembro visitando Taquaritinga do Norte-PE e participando do Curta Taquary – 4° Festival Nacional de Curta-Metragem que acontece de 14 a 16 de Setembro.

A brilhante atriz que já foi premiada em 2007 como Melhor atriz no 35º Festival de Gramado (por Valsa para Bruno Stein), em 1999 - Melhor atriz no 3° Festival de Santa Maria da Feira (Portugal) (por Dois córregos) e Melhor atriz no 7° Festival de Cuiabá (por Dois córregos), virá também lançar o filme “Resta Um” com direção da grande diretora Aurora Leão, que também estará presente no evento.
Um motivo especial para subir a serra, aproveitar o clima e prestigiar o Curta Taquary que ainda trará grandes novidades.

As Inscrições para enviar os curtas-metragens vão até o dia 15/07 no site: http://www.curtataquary.com


Assessoria de Imprensa – Curta Taquary – 4° Festival Nacional de Curta-Metragem

Realizador: Alexandre Soares (81) 9158.3045 / 9690.0790
Assessoria de Imprensa: Paulo Pereira (81) 9268.0231 / 9674.5101 / 3731.2561

Desfile Cívico atrai grande público e encerra em grande estilo a Semana da Pátria em Taquaritinga do Norte

As atividades da Semana da Pátria em Taquaritinga do Norte foram encerradas em grande estilo neste domingo(15), com o Desfile Cívico em...