sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Qual é o melhor ???

Aécio Presidente 45

Confira a matéria que abalou as estruturas do PT

Youssef: “O Planalto sabia de de tudo!” Delegado: “Quem do Planalto?” Youssef: “Lula e Dilma”

O doleiro Alberto Youssef afirma em depoimento à Polícia Federal que o ex e a atual presidente da República não só conheciam como também usavam o esquema de corrupção na Petrobras

Robson Bonin
EM VÍDEO - As declarações de Youssef sobre Lula e Dilma foram prestadas na presença de um delegado, um procurador da República e do advogado
EM VÍDEO - As declarações de Youssef sobre Lula e Dilma foram prestadas na presença de um delegado, um procurador da República e do advogado (Ilustração Lézio Jr./VEJA)
A Carta ao Leitor desta edição termina com uma observação altamente relevante a respeito do dever jornalístico de publicar a reportagem a seguir às vésperas da votação em segundo turno das eleições presidenciais: “Basta imaginar a temeridade que seria não publicá-la para avaliar a gravidade e a necessidade do cumprimento desse dever”. VEJA não publica reportagens com a intenção de diminuir ou aumentar as chances de vitória desse ou daquele candidato. VEJApublica fatos com o objetivo de aumentar o grau de informação de seus leitores sobre eventos relevantes, que, como se sabe, não escolhem o momento para acontecer. Os episódios narrados nesta reportagem foram relatados por seu autor, o doleiro Alberto Youssef, e anexados a seu processo de delação premiada. Cedo ou tarde os depoimentos de Youssef virão a público em seu trajeto na Justiça rumo ao Supremo Tribunal Federal (STF), foro adequado para o julgamento de parlamentares e autoridades citados por ele e contra os quais garantiu às autoridades ter provas. Só então se poderá ter certeza jurídica de que as pessoas acusadas são ou não culpadas.
Na última terça-feira, o doleiro Alberto Youssef entrou na sala de interrogatórios da Polícia Federal em Curitiba para prestar mais um depoimento em seu processo de delação premiada. Como faz desde o dia 29 de setembro, sentou-se ao lado de seu advogado, colocou os braços sobre a mesa, olhou para a câmera posicionada à sua frente e se pôs à disposição das autoridades para contar tudo o que fez, viu e ouviu enquanto comandou um esquema de lavagem de dinheiro suspeito de movimentar 10 bilhões de reais. A temporada na cadeia produziu mudanças profundas em Youssef. Encarcerado des­de março, o doleiro está bem mais magro, tem o rosto pálido, a cabeça raspada e não cultiva mais a barba. O estado de espírito também é outro. Antes afeito às sombras e ao silêncio, Youssef mostra desassombro para denunciar, apontar e distribuir responsabilidades na camarilha que assaltou durante quase uma década os cofres da Petrobras. Com a autoridade de quem atuava como o banco clandestino do esquema, ele adicionou novos personagens à trama criminosa, que agora atinge o topo da República.
Comparsa de Youssef na pilhagem da maior empresa brasileira, o ex-diretor Paulo Roberto Costa já declarara aos policiais e procuradores que nos governos do PT a estatal foi usada para financiar as campanhas do partido e comprar a fidelidade de legendas aliadas. Parte da lista de corrompidos já veio a público. Faltava clarear o lado dos corruptores. Na ter­ça-feira, Youssef apre­sentou o pon­­to até agora mais “estarrecedor” — para usar uma expressão cara à pre­sidente Dilma Rous­seff — de sua delação premiada. Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro foi taxativo:
— O Planalto sabia de tudo!
— Mas quem no Planalto? — perguntou o delegado.
— Lula e Dilma — respondeu o doleiro.
Para conseguir os benefícios de um acordo de delação premiada, o criminoso atrai para si o ônus da prova. É de seu interesse, portanto, que não falsifique os fatos. Essa é a regra que Yous­sef aceitou. O doleiro não apresentou — e nem lhe foram pedidas — provas do que disse. Por enquanto, nesta fase do processo, o que mais interessa aos delegados é ter certeza de que o de­poente atuou diretamente ou pelo menos presenciou ilegalidades. Ou seja, querem estar certos de que não lidam com um fabulador ou alguém interessado apenas em ganhar tempo for­necendo pistas falsas e fazendo acu­sações ao léu. Youssef está se saindo bem e, a exemplo do que se passou com Paulo Roberto Costa, o ex-diretor da Petrobras, tudo indica que seu processo de delação premiada será homologado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Na semana passada, ele aumentou de cerca de trinta para cinquenta o número de políticos e autoridades que se valiam da corrupção na Petrobras para financiar suas campanhas eleitorais. Aos investigadores, Youssef detalhou seu papel de caixa do esquema, sua rotina de visitas aos gabinetes poderosos no Executivo e no Legislativo para tratar, em bom português, das operações de lavagem de dinheiro sujo obtido em transações tenebrosas na estatal. Cabia a ele expatriar e trazer de volta o dinheiro quando os envolvidos precisassem.
Uma vez feito o acordo, Youssef terá de entregar o que prometeu na fa­se atual da investigação. Ele já con­tou que pagava em nome do PT mesadas de 100 000 a 150 000 reais a parlamentares aliados ao partido no Congresso. Citou nominalmente a ex-mi­nistra da Casa Civil Gleisi Hoff­mann, a quem ele teria repassado 1 mi­lhão de reais em 2010. Youssef disse que o dinheiro foi entregue em um shopping de Curitiba. A senadora ne­gou ter sido beneficiada.
Entre as muitas outras histórias consideradas convincentes pelos investigadores e que ajudam a determinar a alta posição do doleiro no esquema — e, consequentemente, sua relevância pa­ra a investigação —, estão lembranças de discussões telefônicas entre Lula e o ex-deputado José Janene, à época líder do PP, sobre a nomeação de operadores do partido para cargos estratégicos do governo. Youssef relatou um episódio ocorrido, segundo ele, no fim do governo Lula. De acordo com o doleiro, ele foi convocado pelo então presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, para acalmar uma empresa de publicidade que ameaçava explodir o esquema de corrupção na estatal. A empresa quei­xa­va-­se de que, depois de pagar de forma antecipada a propina aos políticos, tive­ra seu contrato rescindido. Homem da confiança de Lula, Gabrielli, segundo o doleiro, determinou a Youssef que captasse 1 milhão de reais entre as empreiteiras que participavam do petrolão a fim de comprar o silêncio da empresa de publicidade. E assim foi feito.
Gabrielli poderia ter realizado toda essa manobra sem que Lula soubesse? O fato de ter ocorrido no governo Dilma é uma prova de que ela estava conivente com as lambanças da turma da estatal? Obviamente, não se pode condenar Lula e Dilma com base apenas nessa narrativa. Não é disso que se trata. Youssef simplesmente convenceu os investigadores de que tem condições de obter provas do que afirmou a respeito de a operação não poder ter existido sem o conhecimento de Lula e Dilma — seja pelos valores envolvidos, seja pelo contato constante de Paulo Roberto Costa com ambos, seja pelas operações de câmbio que fazia em favor de aliados do PT e de tesoureiros do partido, seja, principalmente, pelo fato de que altos cargos da Petrobras envolvidos no esquema mudavam de dono a partir de ordens do Planalto.
Os policiais estão impressionados com a fartura de detalhes narrados por Youssef com base, por enquanto, em sua memória. “O Vaccari está enterrado”, comentou um dos interrogadores, referindo-se ao que o do­leiro já narrou sobre sua parceria com o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto. O doleiro se comprometeu a mostrar documentos que comprovam pelo menos dois pagamentos a Vaccari. O dinheiro, desviado dos cofres da Petrobras, teria sido repassado a partir de transações simuladas entre clientes do banco clandestino de Youssef e uma empresa de fachada criada por Vaccari. O doleiro preso disse que as provas desses e de outros pagamentos estão guardadas em um arquivo com mais de 10 000 notas fiscais que serão apresentadas por ele como evidências. Nesse tesouro do crime organizado, segundo Youssef, está a prova de uma das revelações mais extraordinárias prometidas por ele, sobre a qual já falou aos investigadores: o número das contas secretas do PT que ele operava em nome do partido em paraísos fiscais. Youssef se comprometeu a ajudar a PF a localizar as datas e os valores das operações que teria feito por instrução da cúpula do PT.
Depois da homologação da de­lação premiada, que parece assegurada pelo que ele disse até a semana passada, Youssef terá de apresentar à Justiça mais do que versões de episódios públicos envolvendo a presidente. Pela posição-chave de Youssef no esquema, os investigadores estão con­fiantes em que ele produzirá as provas necessárias para a investigação prosseguir. Na semana que vem, Alberto Youssef terá a oportunidade de relatar um episódio ocorrido em março deste ano, poucos dias antes de ser preso. Youssef dirá que um integrante da ­coor­­denação da campanha presidencial do PT que ele conhecia pelo nome de “Felipe” lhe telefonou para marcar um encontro pessoal e adiantou o assunto: repatriar 20 milhões de reais que seriam usados na cam­panha presidencial de Dilma Rous­seff. Depois de verificar a origem do telefonema, Youssef marcou o encontro que nunca se concretizou por ele ter se tornado hóspede da Polícia Federal em Curitiba. Procurados, os defensores do doleiro não quiseram comentar as revelações de Youssef, justificando que o processo corre em segredo de Justiça. Pelo que já contou e pelo que promete ainda entregar aos investigadores, Youssef está materializando sua amea­ça velada feita dias atrás de que iria “chocar o país”.
DINHEIRO PARA O PT 
Lula Marques/Folhapress/VEJA
Alberto Youssef também voltou a detalhar os negócios que mantinha com o tesoureiro nacional do PT, João Vaccari Neto, homem forte da campanha de Dilma e conselheiro da Itaipu Binacional. Além de tratar dos interesses partidários com o dirigente petista, o doleiro confi rmou aos investigadores ter feito pelo menos duas grandes transferências de recursos a Vaccari. O dinheiro, de acordo com o relato, foi repassado a partir de uma simulação de negócios entre grandes companhias e uma empresa-fantasma registrada em nome de laranjas mas criada pelo próprio Vaccari para ocultar as operações. Ele nega

ENTREGA NO SHOPPING
Sérgio Lima/Folhapress/VEJA
Alberto Youssef confirmou aos investigadores o que disse o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa sobre o dinheiro desviado da estatal para a campanha da exministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann (PT-PR) ao Senado, em 2010. Segundo ele, o repasse dos recursos para a senadora petista, no valor de 1 milhão de reais, foi executado em quatro parcelas. As entregas de dinheiro foram feitas em um shopping center no centro de Curitiba. Intermediários enviados por ambos entregaram e receberam os pacotes. Em nota, a senadora disse que não recebeu nenhuma doação de campanha nem conhece Paulo Roberto Costa ou Alberto Youssef

ELE TAMBÉM SABIA
Sérgio Lima/Folhapress/VEJA
Durante o segundo mandato de Lula, o doleiro contou que foi chamado pelo presidente da Petrobras, José sergio Gabrielli, para tratar de um assunto que preocupava o Planalto. Uma das empresas com contratos de publicidade na estatal ameaçava revelar o esquema de cobrança de pedágio. Motivo: depois de pagar propina antecipadamente, a empresa teve seu contrato rescindido. Ameaçado pelo proprietário, Gabrielli pediu ao doleiro que captasse 1 milhão de reais com as empreiteiras do esquema e devolvesse a quantia à empresa de publicidade. Gabrielli não quis se pronunciar

CONTAS SECRETAS NO EXTERIOR
VEJA
Desde que Duda Mendonça, o marqueteiro da campanha de Lula em 2002, admitiu na CPI dos Correios ter recebido pagamentos de campanha no exterior (10 milhões de dólares), pairam sobre o partido suspeitas concretas da existência de dinheiro escondido em paraísos fi scais. Para os interrogadores de Alberto Youssef, no entanto, essas dúvidas estão começando a se transformar em certeza. O doleiro não apenas confi rmou a existência das contas do PT no exterior como se diz capaz de ajudar a identifi cá-las, fornecendo detalhes de operações realizadas, o número e a localização de algumas delas.

UM PERSONAGEM AINDA OCULTO
VEJA
O doleiro narrou a um interlocutor que seu esquema criminoso por pouco não atuou na campanha presidencial deste ano. Nos primeiros dias de março, Youssef recebeu a ligação de um homem, identifi cado por ele apenas como “Felipe”, integrante da cúpula de campanha do PT. Ele queria os serviços de Youssef para repatriar 20 milhões de reais que seriam usados no caixa eleitoral. Youssef disse que chegou a marcar uma segunda conversa para tratar da operação, mas o negócio não foi adiante porque ele foi preso dias depois. Esse trecho ainda não foi formalizado às autoridades.

HOJE A SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO ILKA PALOMA NO PROGRAMA EM TEMPO

 
Ilka Paloma será a entrevistada de hoje no Programa em Tempo .


É NESTA SEXTA !!!!

 O PROGRAMA EM TEMPO NA RÁDIO NOVA GERAÇÃO FM 104.1


PROGRAMA EM TEMPO , O PROGRAMA DE RÁDIO QUE LEVA AS PRINCIPAIS INFORMAÇÕES DA SEMANA , O PROGRAMA É TODA SEXTA, FM 104.9.

HORÁRIO DE 12:00 ÁS 2 DA TARDE

Acompanhe também pela internet através do link 

APRESENTAÇÃO : MARCOS AUGUSTO 


Istoé/Sensus: AÉCIO 54,6% , DILMA 45,4%

Istoé/Sensus: Aécio lidera a disputa presidencial…

Aecio-e-Dilma-size-598-597x300

Pesquisa ISTOÉ/Sensus realizada a partir da terça-feira 21 reafirma a liderança de Aécio Neves (PSDB) sobre a petista Dilma Rousseff nos últimos dias da disputa pela sucessão presidencial. Segundo o levantamento que entrevistou 2 mil eleitores de 24 Estados, o tucano soma 54,6% dos votos válidos, contra 45,4% obtidos pela presidenta Dilma Rousseff. Uma diferença de 9,2 pontos percentuais, o que equivale a aproximadamente 12,8 milhões de votos.

A pesquisa também constatou que a dois dias das eleições 11,9% do eleitorado ainda não decidiu em quem votar. “Como no primeiro turno, deverá haver uma grande movimentação do eleitor no próprio dia da votação”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. Se for considerado o número total de votos, a pesquisa indica que Aécio conta com o apoio de 48,1% do eleitorado e a candidata do PT 40%.

De acordo com Guedes, a pesquisa realizada em cinco regiões do País e em 136 municípios revela que o índice de rejeição à candidatura de Dilma Rousseff se mantém bastante elevado para quem disputa. 44,2% dos eleitores afirmaram que não votariam na presidenta de forma alguma. A rejeição contra o tucano Aécio Neves é de 33,7%.

Segundo o diretor do Sensus, a taxa de rejeição pode indicar a capacidade de crescimento de cada um dos candidatos. Quanto maior a rejeição, menor a possibilidade de crescimento. Outro indicador apurado pela pesquisa Istoé/Sensus diz respeito á votação espontânea, quando nenhum nome é apresentado para o entrevistado. Nessa situação, Aécio também está à frente de Dilma, embora a petista esteja ocupando a Presidência da República desde janeiro de 2011. O tucano é citado espontaneamente por 47,8% dos eleitores e a petista por 39,4%. 0,2% citaram outros nomes e 12,8% disseram estar indecisos ou dispostos a votar em branco.

PESQUISA ISTOÉ/Sensus

Realização – Sensus

Registro na Justiça Eleitoral – BR-01166/2014

Entrevistas – 2.000, em cinco regiões, 24 estados e 136 municípios do País

Metodologia – Cotas para sexo, idade, escolaridade, renda e urbano e rural

Campo – De 21 a 24 de outubro

Margem de erro – +/- 2,2%

Confiança – 95%

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Participe da Enquete sobre a Presidência da Câmara Municipal de Taquaritinga

Nos bastidores a briga pela presidência da Câmara Municipal de Taquaritinga está muito grande, uma vez que vários acordos estão sendo costurados, e outros sendo quebrados, uma verdadeira "salada" pode acontecer, vários nomes que estão "apagados" na política da cidade poderão assumir cargos caso um determinado Vereador vença ....

Na sua opinião quem deveria ser o Presidente da Câmara Municipal de Taquaritinga nos próximos dois anos ?? 

PARTICIPE DE NOSSA ENQUETE :


Neymar declara apoio a Aécio Neves

Neymar declara apoio a Aécio Neves após polêmica com foto alterada
4


O atacante Neymar usou suas páginas nas redes sociais para declarar seu apoio a Aécio Neves, candidato do PSDB a presidência do Brasil. O vídeo foi postado pelo jogador na noite desta quinta-feira após uma "conversa" dele com sua família.
"Geralmente, a opinião pública trata o apoio de uma personalidade como oportunismo, ou a falta dele, como alienação. Não podemos ter medo de nos posicionar. É um direto nosso e democrático de escolher um candidato. Dia 26, teremos duas opções, dois candidatos, simples assim. Votos brancos e nulos não irão mudar o país", disse o jogador.
"Eu vou apoiar o candidato Aécio Neves, pois me identifico muito com a proposta que ele tem para o Brasil. Mas tenham a certeza que seja qual for o resultado de domingo, continuarei à disposição do meu país e do presidente eleito pelo povo", completou.
Depois da mensagem postada por Neymar, Aécio Neves, pelo Twitter, deu boas vindas para o jogador. "Seja bem-vindo", escreveu.
Nesta semana, Neymar chegou a ser ligada a campanha de Dilma em uma imagem manipulada. A foto em que o jogador mostrava um cartaz para seu filho foi feita uma montagem em que declarava um suposto apoio a presidente.
Depois da imagem viralizar, a 9ine, empresa que cuida da imagem de Neymar, soltou um comunicado informando que a imagem era falsa.

FRAUDE : PESQUISA IBOPE

Pelo nível de desespero de Dilma, a mudança no Brasil está muito próxima de acontecer. Não podemos nos desmobilizar nesses últimos dias. A vitória vai ser do Brasil de bem!

BOMBA : MAIS UMA GRAVE DENÚNCIA !!


A capa da veja que estará amanhã nas bancas traz mais uma denúncia envolvendo a delação premiada de Alberto Yousseff. O doleiro confirmou o que todos já imaginavam: Lula e Dilma sabiam de tudo.

A casa caiu. As gravações com detalhes desse escândalo devem ser liberadas em breve. Agora não dá mais pra dizer que não sabiam de nada. Papuda neles!

#ForaPT #ForaDilma #MudaBrasil

Aécio lamenta as “baixarias” na campanha petista


eleicoes-aecio-neves-bh-belo-horizonte-20141022-53-size-598

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, reagiu nesta quinta-feira com confiança à divulgação de pesquisa Datafolha em que aparece com 47% dos votos válidos, seis atrás da presidente-candidata Dilma Rousseff (PT). É o primeiro levantamento em que a petista aparece com vantagem acima da margem de erro. Para o tucano, porém, a presidente “já é uma derrotada pela campanha que se permitiu fazer”. 

“As pesquisas servirão de entusiasmo para os companheiros que achavam que a coisa caminhava com naturalidade. A candidata oficial já é uma derrotada independentemente do resultado eleitoral, pela campanha que se permitiu fazer”, afirmou Aécio em entrevista no comitê de campanha do Rio de Janeiro.

Ao abordar os últimos episódios de baixaria contra a candidatura do PSDB, como as mensagens telefônicas enviadas para aterrorizar beneficiários do Bolsa Família e panfletos apócrifos com acusações injuriosas, Aécio ressaltou que é alvo de uma “campanha sórdida e criminosa” promovida pelo PT. “A responsabilidade vai vencer as informações caluniosas e criminosas que vem sendo disseminadas. Quem age de forma tão sórdida não está preparado para a democracia e teme o resultado das eleições. O Brasil não merece ter uma disputa desse nível”, afirmou.

Aécio lamentou a atuação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que passou a promover atos de campanha para proferir as mais baixas apelações contra o candidato tucano. O presidenciável do PSDB avalia que o ex-presidente termina a campanha “como uma figura menor da política brasileira”. 

“O ex-presidente Lula sai dessa campanha como uma figura menor da política brasileira. Pelo que ele dizia de outros adversários, essas acusações são elogios, mas apenas o apequenam. É lamentável ver o ex-presidente da República se sujeitando a cumprir esse papel em uma campanha sórdida e criminosa”, afirmou.

Aécio pediu aos eleitores que se vistam com as cores do Brasil no domingo e disse ter certeza de que o “sentimento de mudança vai ser efetivado”. “Nas próximas 48 horas da reta vamos estar com os companheiros mobilizados. O sentimento de mudança vai ser efetivado no dia 26 de outubro”, afirmou. 

Diante da artilharia petista, Aécio pretende se defender de acusações caluniosas, mas promete ficar concentrado na apresentação de propostas até o fim da campanha. Nesta quinta-feira, ele reiterou compromissos com as mulheres e a educação no país. Prometeu manter creches abertas até 20h e garantir em lei que a licença-maternidade seja contabilizada somente a partir da data de alta de recém-nascidos que tenham de ficar hospitalizados. (veja)

TREVO SEM SINALIZAÇÃO E CONSERVAÇÃO


O vereador Edmar Pequeno Cezar (DEMAR- PSDB) preocupado com a segurança no trânsito vai denunciar junto ao Comité Gestor da obra de duplicação da PE-160 e ao DER (Departamento de Estradas e Rodagem) que sejam tomadas as providências com intuito de evitar acidentes no Trevo de Pão de Açúcar distrito de Taquaritinga do Norte, que fica na entrada da Capital da Camisaria, sentido a Santa Cruz do Capibaribe.
 O vereador mostra-se preocupado com os inúmeros acidentes que estão ocorrendo no local. O parlamentar destacou ainda que tem que haver providências urgentes por parte do DER e do Comité Gestor da obra de duplicação da PE-160 para que seja evitado mais acidentes graves.
 “Vale ressaltar que o símbolo econômico de nossa região que é atividade Têxtil, que recebe milhares de visitantes e compradores semanalmente, e que estes, merecem uma melhor atenção e sinalização das rodovias controladas pelo DER, que são a BR-104 e PE-160. Farei ainda hoje um oficio requerendo a melhoria do Trevo de Pão de Açúcar, que merece toda atenção e dedicação dos governos Municipal e Estadual”.

DILMA E SUA LISTA

HOMEM É PRESO EM DESMANCHE DE MOTOS EM TAQUARITINGA


 A ação foi realizada durante a tarde de hoje, quarta-feira (22), pelo cabo Ezequiel e o soldado Waitã, juntamente com o cabo Junior que estava de folga.
 De posse das informações repassadas através de denúncias anônimas de um desmanche de motos roubadas no Distrito Gravata do Ibiapina município de Taquaritinga do Norte, os policiais seguiram para o local onde conseguiram prender Henrique Jansem Neves da Silva, vulgo “Negão”, de idade não informada. Com ele foram encontradas algumas peças de uma Honda Pop-100c de cor branca que teria sido roubada em Santa Cruz do Capibaribe.
 Segundo o cabo Junior, o acusado confessou ter comprado o veículo ao preço de R$ 200,00 a um elemento de nome Fabio do bairro Palestina em Santa Cruz. Porém não foi possível prende-lo.
 Dando continuidade a operação, o imputado levou a guarnição até o local onde a motocicleta estava sendo desmanchada. Na oportunidade foram encontradas várias peças de outras motos.
 O caso foi entregue na Delegacia de Polícia da Capital da Moda.
Do: Blog Agreste Notícia

AÉCIO PRESIDENTE 45


Eu não sou mais o candidato de um partido político, de uma coligação. Sou o candidato do amplo sentimento de mudança que tomou conta do Brasil. Sou o candidato daqueles que todos os dias se indignam com as denúncias de corrupção que não cessam, com a incapacidade do governo de melhorar os seus indicadores sociais, com as obras que jamais terminam. O Brasil merece um governo decente, eficiente, qualificado! 





quarta-feira, 22 de outubro de 2014

O PT É O PARTIDO DOS POBRES ???


O Governo que tira uma propriedade de um pequeno agricultor por causa de uma dívida de R$ 1.300,00 libera milhões para uma socialite sem qualquer garantia do pagamento. 

Assim segue nosso país sempre com dois pesos e duas medidas. É como dizia a música, onde os ricos ficam mais ricos e os pobres cada vez mais pobre...

Isso por que eles são 'contra as elites'. Imagina se fossem a favor!



Sob governos do PT, Casa Civil virou "ministério do escândalo"



O MINISTÉRIO DO ESCÂNDALOS INFORMA:

Sob governos do PT, Casa Civil virou "ministério do escândalo" 

No momento em que a campanha de Dilma Rousseff prega que nunca houve tanto combate à corrupção, a análise do histórico de um dos ministérios mais importantes do poder Executivo, a Casa Civil, mostra que os escândalos sempre estiverem próximos da gestão do Partido dos Trabalhadores.

José Dirceu, ministro-chefe da Casa Civil de 2003 a 2005, no governo Lula, foi condenado e preso por envolvimento no mensalão. A seguir, cairia Erenice Guerra, que chefiou a pasta entre abril e setembro de 2010, após denúncias de tráfico de influência envolvendo seu filho.

No governo Dilma, foi a vez de Antonio Palocci (foto), ministro entre janeiro e junho de 2011, pedir demissão em virtude de denúncias de enriquecimento ilícito.

Sua sucessora na Casa Civil, Gleisi Hoffman, que ocupou a pasta até fevereiro de 2014, não passou livre de escândalos. Ela teria recebido, segundo denúncia do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, R$ 1 milhão, originados de propinas, para bancar a campanha ao Senado.





Na reta final da campanha, oito pesquisas estão no forno para serem divulgadas



A quatro dias das eleições no segundo turno, as pesquisas de intenção de voto não param de pipocar. Até o próximo sábado (25), oito levantamentos estão encomendados e devem trazer um perspectiva do sentimento dos eleitores.

Nesta quarta-feira (22), o  Datafolha deve publicar a pesquisa, encomendada pela Folha de S. Paulo. O instituto registrou o levantamento no último dia 17 e ouviu os entrevistados nessa terça-feira (21). Os números podem ser divulgados a partir desta quarta. A última pesquisa do Datafolha torna-se pública um dia antes das eleições, no dia 25 de outubro. O público será ouvido entre os dias 24 e 25.

O Ibope também registrou duas pesquisas. Uma que pode ser publicada a partir do dia 23 de outubro e  outra também deve sair na véspera da eleição. A encomenda foi feita pela TV Globo.

Em parceria com a Revista Istoé, o Sensus deve publicar até o próximo domingo (26) duas pesquisas. A primeira nesta pode ser publicada a partir desta quinta-feira (23). A última também sairá um dia antes.

Vox Populi e a Rede Record soltam o último levantamento no dia 25. A Confederação Nacional do Transporte (CNT) publica sua pesquisa a partir de 25.(Jamildo)

Morre Osair Cavalcanti, ex-prefeito de Vertentes



Faleceu na madrugada desta quarta - feira (22), o ex - Prefeito de Vertentes, Ozair Cavalcanti. Ele estava internado no Real Hospital Português, há aproximadamente quinze dias, com um quadro de "Peritonite Bacteriana", infecção grave provocada por problemas no fígado. De acordo com a equipe médica o quadro era complicado, delicado e por fim chegou-se a conclusão que seria terminal, porém o mesmo a todo tempo estava consciente de tudo, inclusive de sua situação clínica. As vezes que teve contato com os amigos e familiares, sempre conversou, brincou e mandou seus recados para os amigos e familiares e agradecia as rezas e orações de todos.

José Ozair Cavalcanti, é nascido em Vertentes, 25 de outubro de 1939, casado com a Dra. Geralda, pai de dois filhos, Cavalcanti (Em Memória) e a Jornalista Hylda Cavalcanti, é advogado e político de carreira. Ocupou o cargo de prefeito de Vertentes entre os anos de 1982 á 1988 e entre 1993 e 1997.

As vésperas de completar 75 anos, Ozair Cavalcanti, ex - Prefeito de Vertentes, é sem sombra de dúvidas um dos maiores nomes da política não só de Vertentes, mas também do nosso estado e hoje o mesmo , sem desempenhar nenhum cargo publico, ele ainda um dos nomes mais fortes da oposição local.

Ozair,homem querido e admirado, é exemplo para muitos, inspiração para outros e um símbolo de um grupo político, além de uma marca de respeito. Assim é o "Eterno Líder", José Ozair Cavalcanti, quem conhece a história de Vertentes, sabe o que na verdade significa "Ozair".

Vertentes Notícias

Copa TV Asa Branca de Futsal : Equipe de Taquaritinga estréia em grande estilo



Equipe de Taquaritinga fez sua estreia ontem em grande estilo vencendo a equipe de Vertentes por  6 x 1 , Na sexta-feira (24/10) a disputa será em Cupira contra a equipe da cidade.



terça-feira, 21 de outubro de 2014

POSTO "F" LINS JÁ ESTÁ FUNCIONANDO EM TAQUARITINGA


 A população de Taquaritinga do Norte , agora não precisa mais  sair da cidade para abastecer seu veículo e ter um atendimento diferenciado.

 No Posto "F" Lins  você tem um bom preço, um bom atendimento e muita qualidade no Serviço, toda estrutura está  montada para que a você consumidor tenha o melhor atendimento possível.

Visite o nosso posto e confira .....


Foto : Aldo Rocha

EQUIPE DE TAQUARITINGA FAZ SUA ESTREIA HOJE NA COPA TV ASA BRANCA DE FUTSAL


 No Ginásio SESC, em Caruaru às 20h45, Taquaritinga do Norte terá um confronto com Vertentes, pelo Grupo 3. Taquaritinga estreia e equipe de Vertentes perdeu no primeiro jogo. 

Confira os demais Gupos :

AGRESTE

GRUPO 1
Caruaru, Riacho das Almas, Novo Horizonte, Pesqueira

GRUPO 2
Camocim de São Félix, Catende, Maraial, Trapiá

GRUPO 3
Cupira, Taquaritinga do Norte, Vertentes


GRUPO 4
Garanhuns, Bonito, Bom Conselho 

GRUPO 5
Lagoa dos Gatos, Riacho Doce, Passira

SERTÃO

GRUPO 1
Arcoverde, Sertânia, Buíque

GRUPO 2
Petrolândia, Bom Nome, Mirandiba

GRUPO 3
Serra Talhada, Floresta, Ibimirim

GRUPO 4
Tacaratu, Itaíba, Rio da Barra


copa tv asa branca de futsal camocim  (Foto: André Ráguine / GloboEsporte.com)