sábado, 16 de maio de 2015

Polêmica no face : Ronaldo Veiga responde



O Blogueiro paulo Pereira colocou no seu face uma postagem que dizia o seguinte : "Não tem médicos, não se paga os funcionários em dia... Então, só nos resta perguntar:( Cadê o dinheiro que estava aqui , em uma foto ) , o secretario de saúde e Vereador licenciado Ronaldo Veiga respondeu o blogueiro dizendo o seguinte : "O dinheiro que estava aí deve está no seu bolso. Irresponsável, hipócrita e mentiroso. Seja digno, tenha vergonha na cara. Prove suas acusações. Se dê ao respeito e saiba respeitar o povo dessa terra, pensa que é jogando asneiras nas redes sociais que vai conseguir se livrar de suas frustrações. Essa forma nojenta que vocês estão sendo instruídos a fazer política é mesquinha e infeliz. A pior coisa é gente sem credibilidade e vcs estão cada vez mais assim".

 Segundo o secretário Ronaldo veiga  o Hospital de Taquaritinga está à  cinco meses sem receber os recursos do estado que são fundamentais para o funcionamento do hospital, o Secretário também afirmou no último dia 10 de maio foi efetuado um pagamento  e que  praticamente só o mês anterior que ainda falta liquidar, o secretário tem juntamente com o prefeito e a direção do Hospital buscado soluções para que o Hospital saia da crise que se encontra por conta dos recursos cada vez mais escassos .


Confira a polêmica no face  :

Não tem médicos, não se paga os funcionários em dia...
Então, só nos resta perguntar:
 — com Allex Midian Silva e outras 22 pessoas em Taquaritinga Do Norte, Pernambuco, Brazil.
  • Curtir · Responder · 4 · 51 min
  • Ronaldo VeigaCom toda razão Paulo Lima, terei o maior prazer em recebê-lo na Secretária de Saúde ou no Hospital. (Assim como tenho certeza que a administração do hospital também terá) Farei questão de esclarecer ponto a ponto e mostrar documentação necessária. Não só a você mas a quem possa interessar. Dizer que há cinco meses não recebemos recursos, que pagamos neste último dia 10 de maio e que estamos praticamente com o mês anterior para liquidar, mostrar o que já fizemos, e o que estamos fazendo, mostrar os projetos para que o hospital possa funcionar com suas próprias pernas, enfim ... está mais que convidado a conhecer essa estrutura e seu funcionamento.

  • Simone OliveiraBom, Vou ter que fazer um comentário aqui porque a alguns dias atrás infelizmente minha sobrinha esteve doente e tivemos que ir várias vezes ao hospital de Taquaritinga para fazer os primeiros socorros, Bom, resumindo, não foram poucos dias; mas todos eles tinha médico e foi feito o primeiro Socorro, um dia que não tinha médico eles enviaram ela em uma ambulância a unidade médica mais próxima. Enfim não estou lá direto e pretendo não voltar por motivo de doença; mas gostaria de ajudar o hospital em forma de agradecimento como devo proceder Ronaldo Veiga? Se todos fizessem uso da mesma forma de criticar para ajudar talvez vivêssemos em um mundo diferente. Não estou dizendo que devemos abrir mão de um direito, mas poderíamos ajudar a buscá-lo de uma maneira que viesse a beneficiar o povo em geral.
    Curtir · Responder · 1 · 20 min
  • Simone OliveiraGraças a Deus eu nós não passamos por isso... É olhe que estávamos lá durante toda uma semana com a menina com febre alta e ela sempre foi muito bem recebida. Obrigada aos médicos e enfermeiros que a atenderam todos esses dias, porque como ela estava com febre alta a emergência tinha que ser feita aqui para depois ir para Caruaru, hoje ela está muito bem graças a Deus. QUERO SER UMA AMIGA DO HOSPITAL E VOU LEVANTAR ESSA BANDEIRA PORQUE JÁ PESSOU SE O HOSPITAL NÃO EXISTISSE COMO CHEGARIAMOS A OUTRA CIDADE COM UMA CRIANÇA COM 40 GRAUS DE FEBRE?


MENOR FOI APEDREJADO ATÉ A MORTE


homicidio em água preta
Um menor de 17 anos, ainda sem identificação foi morto na noite de quinta-feira (13), na entrada do bairro Nova Água Preta, em Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco.
De acordo com a polícia, o menor foi assassinado por dois indivíduos a pé, encapuzados, sendo um deles com um revolver, tendo arrastado a vítima até uma ribanceira próximo dali e, efetuado um disparo de arma de fogo contra a vítima e em seguida apedrejaram com golpes na cabeça.
A Polícia Civil (PC) foi acionada para o levantamento cadavérico e o corpo foi encaminhado ao IML de Caruaru. A PM efetuou rondas no local, porém, sem êxito na captura dos autores do crime. O menor tinha várias passagens pela polícia.

Polícia Civil vai parar na próxima terça



 Policiais e peritos da Polícia Civil de Pernambuco anunciaram, no começo da noite de ontem, uma paralisação de advertência de 24 horas a partir de 0h da próxima terça-feira (19), garantindo apenas os 30% previsto em Lei, apenas para flagrantes. A decisão vale também para o Instituto de Medicina Legal (IML), que, além das perícias de flagrante, realiza uma média de 40 exames por dia, que não serão efetuados durante a paralisação.
 A greve de advertência foi definida em assembleia realizada na Praça da República, onde cerca de mil policiais civis e peritos se reuniram após uma passeata de cerca de três horas, quando ocuparam ruas do Centro para distribuir uma carta aberta à sociedade, com informações sobre o que chamam de Operação Polícia Cidadã, e angariar o apoio da população. A passeata fez uma parada de protesto na frente da sede da Secretaria de Defesa Social (SDS) e rumou até o acesso do Palácio do Campo das Princesas, para que uma comissão entregasse um documento contendo as cobranças e reivindicações da categoria.
 “Esperava uma resposta mais firme e objetiva”, lamentou o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (SINPOL), Áureo Cisneiros.
 A comissão foi recebida no Palácio do Campo das Princesas pelo secretário em exercício da Casa Civil, Marcelo Canuto, acompanhado do secretário-executivo André Campos, que ressaltaram a disposição de manter diálogo com a categoria. Além disso, informaram que mesmo com a data-base da categoria programada para junho, todos os pontos da pauta "serão aprofundados por comissões temáticas" formadas pelas Secretarias de Defesa Social (SDS), de Administração e da Fazenda, para avaliar o impacto financeiro das reivindicações. Mas não definiram uma data, apenas indicaram que uma reunião entre representantes do SINPOL e o secretário de Administração, Milton Coelho, deve ocorrer na próxima semana.
 "Isso é um subterfúgio!", disparou Áureo Cisneiros. E acrescentou que a categoria está decepcionada. "Do jeito que vai, a categoria não esperará até o começo de junho", explica o presidente do SINPOL. Entre as reivindicações, também cobraram publicamente que o Governo de Pernambuco convoque os 100 escrivães e 700 agentes para substituir outros 800 que se aposentaram até o final do ano, de um total de 4,9 mil profissionais.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Governo de Pernambuco só vai contratar para o período junino pernambucanos ou artistas que morem no Estado

Cantor Maciel Melo discorda de o Governo do Estado só contratar pernambucanos / Divulgação

Cantor Maciel Melo discorda de o Governo do Estado só contratar pernambucanos

Divulgação

A regra é clara: dinheiro público, vindo dos cofres do Estado, só vai servir para pagar cachê, neste período junino, a grupos e artistas nascidos em Pernambuco ou que vivam aqui há, pelo menos, seis meses. É o que diz a Convocatória Estadual Conjunta da Secretaria de Cultura/Fundarpe – Secretaria de Turismo/Empetur. As atrações serão selecionadas, a partir de edital, por uma comissão formada por cinco pessoas: três integrantes do governo, dois da sociedade civil (que ainda serão escolhidos). “Temos muitas razões para isso”, explica Marcelino Granja, secretário estadual de Cultura. “Nenhuma é xenofóbica ou bairrista”, garante. “A gente não vai cometer nenhum tipo de discriminação”, reforça Felipe Carreras, secretário de Turismo de Pernambuco.
Aquela que vem levando a culpa por quase tudo em tempos atuais, também aqui é apontada como justificativa para a decisão estadual: a crise financeira. O titular da Cultura afirma que, grosso modo, a contratação de artistas de outros Estados é mais cara. “Menos recursos, mais criatividade. A forma mais eficaz de o Estado ajudar é distribuindo a verba com o maior número de artistas.” “É uma forma de, no momento de corte, dar um remédio para que os artistas locais não sejam prejudicados”, confirma Carreras.
A redução de que falam ambos é calculada em R$ 4 milhões. Ano passado, o Governo de Pernambuco gastou com o Ciclo Junino R$ 12 milhões; neste ano, serão R$ 8 milhões. Mas a restrição à contratação dos não nascidos ou não moradores de Pernambuco tem exceções: Arcoverde e Caruaru, cidades onde o período junino tem ainda mais vigor, receberão dinheiro estadual através de convênios, escapando, assim, da convocatória – e da exclusão dos “estrangeiros”. São 2,5 milhões para Caruaru e R$ 800 mil para Arcoverde. 
Marcelino Granja explica ainda que, apesar de o corte de despesas ter determinado a adoção que critérios de escolha para o apoio estadual, também foi avaliado o fato de que, em grande parte dos casos, são as prefeituras – e não o Estado – que regem as festas juninas de cada cidade. Ele lembra que isso também acontece no período carnavalesco: “A Prefeitura do Recife define o Carnaval do Recife; a Prefeitura de Olinda define o Carnaval de Olinda”. 
Artistas e grupos que quiserem se submeter à seleção precisam se inscrever até o dia 25. A divulgação das propostas vencedoras acontece em 9 de junho. Há, na convocatória, uma clara opção pelos brincantes da cultura popular, assim listados no documento: grupo de bacamarteiros, banda de pífanos, bumba meu boi, cavalo marinho, ciranda, coco, danças populares, embolada, forró, mamulengo, mazurca, quadrilha junina (de bonecos gigantes ou de perna de pau), reisado, repente, São Gonçalo, viola e xaxado. 
Questionado se essa seria uma forma de se evitar que o dinheiro público apoiasse aqueles que se dedicam à chamada “fuleiragem music” (ou “forró de plástico”), Felipe Carreras rebate: “Não haverá exclusão. Mas é óbvio que a comissão vai olhar com mais atenção os que se dedicam ao forró autêntico”.
Apesar de divulgados por quatro instituições estaduais (duas secretarias mais Fundarpe e Empetur), alguns dos critérios de seleção ainda precisarão ser melhor definidos. A paraibana Elba Ramalho, por exemplo, apesar de ter títulos de Cidadã de Pernambuco e do Recife (e passar parte de seu tempo na cidade), pode ou não ser selecionada? “Acho que há vários artistas com título de cidadania. Teremos que analisar”, pondera Marcelino Granja. “São títulos concedidos pelo poder legislativo”, afirma Felipe Carreras. “Elba está dentro”, garante.
* Colaborou José Teles

JC-CAC0515_MAN01_ARTE-WEB

Veja como tirar print da tela do celular Galaxy


Caio Bersot
por 
Da redação
Tirar print com o Galaxy Gran Prime Duos é mais fácil do que você pensa. O procedimento necessário para realizar a tarefa é igual ao de muitos outros aparelhos da Samsung: segurar o botão home e o botão liga/desliga ao mesmo tempo. Veja no tutorial como tirar print e saber onde a imagem fica salva. 
Passo 1. Segure o aparelho com as duas mãos. Depois, pressione a tecla home e a de ligar/desligar ao mesmo tempo. Assim, o aparelho vai fazer a captura da tela em um intervalo breve, em mais ou menos um segundo;
Galaxy Gran Prime Duos (Foto: Isadora Diaz/TechTudo)Botão home e liga/desliga pressionados para tirar o print (Foto: Isadora Diaz/TechTudo)
Passo 2. Para conferir a imagem gerada, é só ir até o menu de notificações o acessar a galeria de fotos do celular. 
Galaxy Gran Prime Duos (Foto: Isadora Diaz/TechTudo)Notificação de tela capturada (Foto: Isadora Diaz/TechTudo)

Enem 2015

Do JC Online

Uma das medidas de segurança será o uso, novamente, de detectores de metal / Foto: Alexandre Severo / Acervo JC Imagem

Uma das medidas de segurança será o uso, novamente, de detectores de metal

Foto: Alexandre Severo / Acervo JC Imagem

Uma das novidades do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, marcado para os dias 24 e 25 de outubro, será maior rigor durante a abertura dos malotes de provas. Os sacos, que têm lacres eletrônicos, só serão abertos após o fechamento dos portões, quando todos os candidatos estiverem nas salas para realização dos testes. A medida é uma tentativa de evitar vazamentos como o que ocorreu ano passado com o tema da redação.
Outra novidade é que as provas começarão meia hora mais tarde, às 13h30, no horário de Brasília. Mas a abertura e o fechamento dos portões continuarão, respectivamente, ao meio-dia e às 13h. Durante esse intervalo de meia hora os candidatos poderão passar por medidas de segurança, como detectores de metal.
“Uma mudança que parece simples, mas tem impacto muito grande na segurança. Todos os candidatos terão entrado e colocado seus celulares em um pacotinho. Os malotes só serão abertos após esse período, com todo mundo nas salas”, explicou o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Francisco Soares.

“Haverá um controle extra. Teremos mais uma testemunha e a ata vai registrar o horário em que o malote foi aberto. Porque é o momento de risco. Com o malote aberto a prova é passível de vazamento e temos que evitar isso a todo custo”, complementou o presidente do Inep.
INSCRIÇÃO - Quem quiser fazer o Enem deverá se inscrever entre 25 de maio e 5 de junho, no site do Inep. A taxa será R$ 63 e pode ser paga até 10 de junho. Concluinte do ensino médio este ano que estudou em escola pública tem gratuidade. A expectativa do Ministério da Educação é de que as inscrições ultrapassem os 9 milhões de candidatos. Ano passado foram 8,7 milhões.

Veículo é tomado de assalto em Taquaritinga

Mais um assalto aconteceu em Taquaritinga do Norte, desta vez um veiculo foi tomado de assalto em frente a academia que fica próxima ao Açougue, os ladrões levaram o carro de uma jovem e fugiram pela PE, essa semana uma onda de assaltos tomou conta da cidade esta semana.

Posterous


Cinco postos de combustíveis são interditados no interior do Estado

Foi constatado que os estabelecimentos vendiam o produto fora das especificações de segurança e qualidade.
Da Editoria de Economia
Publicado em 
Durante a ação foram coletadas 13 amostras de combustíveis para análise em<br />
laboratório.
Durante a ação foram coletadas 13 amostras de combustíveis para análise em
laboratório.
Foto: Guga Matos/JC Imagem
Cinco postos de gasolina foram interditados durante uma ação conjunta de fiscalização realizada no interior do Estado pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem).
Durante a ação foi verificado que três estabelecimentos comercializavam etanol fora das especificações de qualidade e um armazenava o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), de forma indevida, fora das especificações de segurança. O quinto posto foi interditado por exercício de revenda de GLP sem autorização da ANP.
A operação fiscalizou 63 postos de combustíveis nos municípios de Caruaru, Gravatá, Bezerros, Santa Cruz do Capibaribe, Agrestina e Pombos. Além das irregularidades que resultaram nas interdições, também foram lavrados 20 de autos de infração a partir de falhas como ausência ou mal funcionamento de termodensímetro em bomba de abastecimento de etanol, painel de preço em desconformidade com a legislação e ausência de equipamentos obrigatórios para teste dos combustíveis. Durante a ação ainda foram coletados para análise em laboratório 13 amostras de combustíveis.
A ANP afirma que intensificou as ações de fiscalização especialmente a partir das denúncias recebidas pelo Centro de Relações com o Consumidor (CRC) e dos resultados obtidos pelo Programa de Monitoramento da Qualidade dos Combustíveis (PMQC). 
As denúncias dos consumidores podem ser feitas pelo telefone 0800 970 0267 ou pelo site www.anp.gov.br/faleconosco.

Dengue : Epidemia

Chioro: Brasil enfrenta “tecnicamente” epidemia de dengue


fd8a5f4f0c8b17604292216670c4a636

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, disse ontem (14) que, tecnicamente, o Brasil enfrenta uma epidemia de dengue, uma vez que o número de casos identificados no país se enquadra no critério de epidemia definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) – mais de 300 casos para cada 100 mil habitantes. Segundo ele, o cenário é mais grave nos estados de São Paulo, Goiás e do Acre. 

Até o dia 18 de abril deste ano, foram registrados 745.957 casos de dengue no país. A incidência da doença chega a 367,8 casos para cada 100 mil habitantes. A Região Sudeste apresentou o maior número de casos notificados (489.636; 66,2%), seguida do Nordeste (97.591 casos; 11,5%), Centro-Oeste (85.340 casos; 12,4%), Sul (46.360 casos; 5,8%) e Norte (27.030 casos; 4,1%). 

Dados da pasta mostram também que, até o dia 18 de abril, foram confirmados 229 óbitos em razão da doença. O número representa um aumento de 45% nas mortes provocadas pela dengue no país em comparação ao mesmo período de 2014, quando foram confirmados 158 óbitos. A Região Sudeste, novamente, concentra a maior parte dos óbitos (81,2%).

O ministro já havia confirmado situação endêmica de dengue no país no dia 4 deste mês, quando participou de encontro na Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) com empresas de biotecnologia. (Agência Brasil)