sábado, 7 de abril de 2012

ISSO É PÁSCOA ........

EMANCIPAR É DIVIDIR PARA MULTIPLICAR



Fazer independente o que se pode desenvolver mostrando a necessidade de que hoje se faz crescimento com liberdade, não a liberdade carcerária e sim a liberdade de se expandir geograficamente, fato este constatado por mim durante esta viagem a Brasília, conhecedor do antes e depois pude constatar como a cidade de Luis Eduardo Magalhões no estado da Bahia, anteriormente chamada de (antiga Mimoso do Oeste) que foi emancipada no ano de 2000 com aproximadamente 21.000 habitantes.
 Hoje conta com uma população multiplicada de aproximadamente 50.000 habitantes, com um comercio crescente, sendo hoje um polo agrícola do estado da Bahia, sendo um dos maiores produtores de soja, café e algodão fazendo o poder econômico crescente deste município, com desemprego quase abaixo de zero, esta nova e crescente cidade de Luis Eduardo Magalões, foi, e é, um dos maiores exemplos de que a necessidade de estarmos juntos nessa batalha fazendo as nossas reivindicações aos parlamentares do congresso nacional, que os deputados e senadores tenham em seu papel, a ouvida dos clamores dos distritos, que tem seu progresso limitado as barreiras das leis que travam os desejos dos moradores das pré-cidades deste país abençoado por Deus chamado Brasil.
 Estou nessa luta fazendo a minha parte, ainda que uma pequena gota no mar de adversidades, mas, vou levando minha contribuição como morador, como militante da causa emancipalista, e como ativista de um povo que merece a minha dedicação que é o povo de Pão de Açúcar. Brasília nos espera, não só eu, mas a todos que sabem que a hora chegou, aos que sabem que o momento é de luta e que a vitoria será desfrutada pelas sementes humanas que plantamos em nossas famílias, filhos, netos e muitos outros, essa historia você faz parte, venha e junte-se a nós! 
Carlos Roberto Silva
Cabo Beto

Receita infalível para “ganhar” as eleições


.
Para vencer a batalha das urnas, um bom padrinho e estrutura de campanha fazem a diferença
.
TÉRCIO AMARAL
Conquistar um voto e garanti-lo até o “final” de uma disputa eleitoral, ou seja, na urna, é o sonho de qualquer político que almeje uma vaga no Executivo ou Legislativo. O caminho dourado existe e se chama “voto cristalizado”. Esta receita de sucesso tem custo financeiro, como estratégia de marketing e apoio da militância partidária. Porém, “fatores externos” estão entre os ingredientes deste bolo, a exemplo dos cabos eleitorais (forte palanque), que na pesquisa desenvolvida pelo Núcleo de Estudos Eleitorais, Políticos e da Democracia (NEPD) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ainda pode ser chamado de ativo de alta especificidade.
Estudos recentes do grupo identificaram que, no estado, 50% dos entrevistados garantiram que votariam no candidato indicado pelo atual governador Eduardo Campos (PSB). “O voto cristalizado, conquistado, é um voto de fidelidade ao cristalizador”, argumenta o pesquisador do NEPD e professor da Universidade de Pernambuco (UPE), Clóvis Miyachi, que defendeu uma dissertação sobre o tema e atualmente estuda esse tipo de comportamento eleitoral. “Como os pilares que sustentam a nossa cultura política e cívica estão concentrados no personalismo, na pessoa e seus agregados, podemos afirmar que o processo de cristalização do voto recai, prioritariamente, sobre a pessoa do candidato”, defendeu o pesquisador.
Em estudo apresentado na UFPE por Clóvis, que analisou o comportamento do voto cristalizado entre os anos de 1990 a 2002, ou seja, um período que abrangeu quatro eleições, o processo de “transferência” de votos foi frequente do Litoral ao Sertão do estado. Por exemplo, no ano de 1998, o prefeito de Panelas Sérgio Miranda cristalizou seus votos para o candidato a deputado estadual Marco Antônio Dourado. Na época, o candidato ao legislativo conquistou 7,613 mil votos no município.
Apoio
“Na eleição seguinte, a de 2002, Sérgio não apoiou o candidato e o resultado foi 42 votos para o candidato a deputado na cidade. O novo apoiado pelo prefeito, o atual deputado federal Raul Henry (PMDB) obteve 7,137 mil votos”, analisa Clóvis, advertindo, porém, que não só o palanque (apoio político) cristaliza o voto. Estratégias de marketing mal executadas, com bordões que não agradam o eleitor, pode colocar a eleição por água abaixo. “Em 2006, o atual deputado federal Mendonça Filho (DEM) errou na estratégia de não montar uma campanha própria para sua reeleição ao governo do estado, utilizando a campanha do atual senador Jarbas Vasconcelos (PMDB), que foi eleito”, considera.
As campanhas na prática
Bem-sucedidas
Na primeira eleição de Jarbas Vasconcelos ao governo de Pernambuco, em 1998, ele conquistou um ativo de alta especificidade, que foi José Mendonça (PFL). A estratégia possibilitou a vinda para o palanque jarbista fortes nomes do PFL e seus agregados
O ex-governador Miguel Arraes também adotou a mesma estratégia de inserir um ativo de alta especificidade numa eleição para governador. Em 1986, ele agregou o nome do candidato a senador Antônio Arruda de Farias. Os dois foram eleitos
Mal-sucedidas
Do atual deputado federal Mendonça Filho ao não mostrar campanha própria, em 2006, a sua reeleição ao governo de Pernambuco.O parlamentar optou por usar a estrutura de campanha do atual senador Jarbas Vasconcelos. O senador foi eleito, mas o governador, não
Em 2004, então deputado federal Carlos Eduardo Cadoca disputou a Prefeitura do Recife. Colocou um ativo humano de baixa especificidade, dona Maria do Socorro, no guia eleitoral.A inserção foi polêmica e desmascarada no pleito. A mensagem e a fonte foram abaladas
Fonte: Clóvis Miyachi

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Você é tão mau quanto eles ?




Por favor assista o vídeo acima antes de ler o texto abaixo


Foram maus os executores de Jesus?

Há chance de VOCÊ ser tão mau quanto eles? Poderia VOCÊ ter feito o mesmo a Jesus se estivesse no lugar deles?
Certamente você dirá: “De jeito nenhum!”
Porém, você pode já estar fazendo isso a Jesus—crucificando-o como vê nesse vídeo. E não apenas uma vez, mas várias vezes, todos os dias.
A Palavra de Deus diz que todas as vezes que você conscientemente faz o que é errado diante de Deus, você está crucificando Jesus novamente, e expondo-o à vergonha. Leia:
Já haviam conhecido por experiência que a palavra de Deus é boa e tinham experimentado os poderes do mundo que há de vir. Mas depois abandonaram a fé. É impossível levá-los a se arrependerem de novo, pois estão crucificando outra vez o Filho de Deus e zombando publicamente dele. Hebreus 6:5,6
Estes versos basicamente dizem que se alguém conhece a Palavra de Deus, mas a abandona, decidindo deliberadamente fazer o que é errado diante de Deus, esse alguém está crucificando outra vez o Senhor Jesus, e fazendo d’Ele uma piada. É isso o que você acha que Ele é? Você seria capaz de crucificar o Filho de Deus, que nunca lhe fez mal? Então porque você tem vivido sua vida com indiferença a Ele e ao que ensinou?
Tome uma decisão.
Ninguém pode ficar indiferente ao Senhor Jesus. Ou Ele era um maluco qualquer, ou era um espertalhão, ou era quem Ele disse que era: o Filho de Deus.
Quem Ele é para VOCÊ?

ALBERES XAVIER SE MOBILIZA PARA IR NOVAMENTE A BRASÍLIA



O Comunicador Alberes Xavier da Rádio Filadélfia FM 104.5 estará mais uma vez em Brasília, onde acompanhará mais uma macha emancipalista dos distritos que desejam tornar-se cidade. Na terça 10 e quarta 11 de abril, emancipalistas de todo o Brasil estarão na capital federal para uma grande mobilização em defesa da regulamentação da Emenda Constitucional nº 15/96, que retirou das assembleia a competência de legislarem sobre a criação de novos municípios.
O Repórter Alberes Xavier e o Blogueiro Marcondes Moreno do Blog Sulanca News embarcar nesta segunda feira dia 09 de Abril e na terça já estarão em ação, abastecendo órgãos de imprensa do Agreste pernambucano. O Dep. Federal José Augusto Maia Presidente da Frente parlamentar mista que defende a criação de novos municípios,  alem de integrantes dos movimentos emancipalistas dos distritos em Pernambuco e todo o Brasil também estarão no centro do poder.

Fonte: www.radiofiladelfia.fm5.com.br

Ronaldinho ex-jogador aos 31 anos


Vi grandes jogadores atuarem durante toda uma carreira! Lembro de Pelé começando em 1956, magrinho, tímido, mas já mostrando o que seria.Vi Tostão, Rivelino e para mim um dos maiores, Zico!
Como tudo na vida a carreira de um jogador chega ao ápice e depois vai declinando, até o momento de pendurar as chuteiras.Todo esse intróito é para falar do Ronaldinho, considerado um dia como o maior jogador do mundo!
Quem lembra do seu grande futebol fica triste hoje ao vê-lo quase se arrastando em campo! Desde que foi contratado a peso de ouro só fez um jogo de encher os olhos, aquele contra o Santos! Alguém aqui seria capaz de lembrar outro grande momento?
Ficou rico, encheu-se de mulheres, tornou-se uma figurinha carimbada, virou pop star, mas futebol que é bom…Com o salário que ganha deveria fazer chover e trovejar, atrair a marcação de 3 ou 4, fazer gols e deixar os companheiros na cara do goleiro, mas…
Suas últimas (muitas!) atuações deixaram o Torcedor Rubro-Negro absolutamente frustrado, sem brilho, apático, deixando-se marcar, praticamente não influenciando no jogo, apenas mais um em campo…
Diriam alguns que a idade pesa, mas ele apenas entrou na casa dos 30! Mas vi jogadores com quase 40 arrebentando com o jogo e o mais próximo exemplo é Juninho Pernambucano que, outro dia, correi mais que a garotada em campo!
Na verdade falta dedicação, profissionalismo, vontade de jogar! Em campo ele é apenas mis um, faz o trivial, por vezes passa até despercebido! O último pênalte perdido mostrou descompromisso, foi para a bola sem vontade, bateu por bater!…
Uma pena! Contratado para ser o craque da camisa Rubro-Negra, para mim foi uma constante decepção! É seguramente o mais caro jogador atuando no Brasil, mas a relação custo-benefício faz tempo foi para o espaço!…
E nem pode ser considerado um bom exemplo para a garotada porque suas atitudes fora de campo também não são lá muito recomendáveis…
Que pepino, heimmmmm!



OS BONS EXEMPLOS DE JOGADORES QUE TEM COMPROMISSO COM A CARREIRA E SEUS CLUBES
 

 

TRAFICANTE É FLAGRADO AO TENTAR FUGIR DE DELEGACIA VESTIDO DE MULHER



Comparsas do traficante esperavam fora da cadeia para resgatá-lo
Alagoas -  Preso em flagrante há um mês com 16 kg de maconha, Ronaldo Silva, de 39 anos, tentou fugir da Delegacia Regional de Penedo (7ª DRP), no Estado do Alagoas, vestido de mulher. Com as unhas pintadas, pernas e braços depilados e usando peruca, Silva aproveitou o dia de visita na cadeia e tentou passar despercebido entre os agentes penitenciários. Ele chegou a sair da carceragem, mas foi logo identificado pelos policiais e recapturado.
Segundo a Polícia Civil, dois comparsas aguardavam o preso em motos na área da rodoviária da cidade. O traficante, que estava custodiado na delegacia da cidade de São Sebastião, foi transferido em caráter de urgência para a 7ª DRP, pois seus comparsas tentaram invadir o prédio para resgatá-lo. Cadeados da grade de entrada da delegacia chegaram a ser danificados.
“Em decorrência do número excessivo de presos, vamos adotar medidas, que venham a prevenir a ocorrência de fatos desta natureza. Hoje, dia de visita, limitada a dois familiares para cada preso, permaneceram no raio da carceragem, cerca de 150 pessoas, número por demais extrapolado para controle dos policiais civis de plantão”, destacou o delegado Rubem Natário.



Fonte: O Dia


Leia mais no site: http://ftadecamocim.blogspot.com/2012/04/traficante-e-flagrado-ao-tentar-fugir.html#ixzz1rGVyL42V
Copiar e não citar a fonte, além de má educação, é ilegal. 

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Contexto histórico sobre a Páscoa


  Embora seja certo que a ciência e a fé devam andar de mãos dadas, é preciso afirmar que estas duas grandezas possuem diferentes campos de atuação. A ciência trabalha com a racionalidade e a fé gira em torno da revelação de Deus na história. Assim, o/a estudante da Bíblia deve ler a Escritura Sagrada com os olhos da razão e da fé, sem receio de ser impedido/a de compreendê-la.
Israel se constituiu, como povo, em meio ao desmantelamento do período do Bronze e a chegada do Ferro, no Antigo Oriente Médio (século XIII a.C.). O povo, mais tarde chamado Israel, teve sua origem entre os grupos de pastores semi-nômades. As figuras que fazem parte da pré-história dos israelitas - Abraão, Isaac. Jacó, Moisés, entre muitos outros - foram pastores que viveram na periferia, isto é, nas estepes da terra de Canaã. Aqui, faz-se necessário uma explicação: Israel não é nômade, pois não faz uso de camelos, mas ele é semi-nômade, pois vive da criação de carneiros e ovelhas.
Israel teve sua origem na Mesopotâmia, via Harã e Aram. A tradição dos patriarcas é transmigrante, isto é, viajavam muito, mas permaneciam por algum tempo nas regiões visitadas. É difícil saber a razão dessa cultura da transmigração. Seria a busca de uma solução para a vida dura e difícil? Seria a esperança de dias melhores? A teologia bíblica sugere que isso faz parte dos mistérios da fé.
Após a chegada em Canaã, a família de Abraão foi viver na periferia das terras férteis daquela região, já naquela época extremamente cobiçada pelos povos vizinhos. A clã de Abraão não foi viver com os proprietários das terras agrícolas, mas nas regiões montanhosas que circundavam a parte fértil, criando carneiros e ovelhas. Os patriarcas viveram na instabilidade própria das estepes. De um lado, eles mostravam-se frágeis, mas na verdade eles tinham uma economia bastante estável. Não pagavam tributos aos proprietários da terra, já que as estepes não tinham valor econômico para a agricultura. Além disso, os patriarcas tinham liberdade para migrar continuamente. Eles sentiam-se livres para viver. Todavia, a liberdade e o direito de ir e vir não era total: primeiro, eles eram impedidos de viverem nas regiões agrícolas, pertencentes aos cananeus; segundo, eles precisavam de água fornecida pelos poços. Como eles viviam em áreas semi-desérticas, o poço de água era uma raridade. O poço de água constituía-se algo de grande valor para a sobrevivência dos semi-nômades e os seus rebanhos.
Dentre os costumes dos pastores semi-nômades, a Bíblia preservou uma celebração: a Páscoa. Trata-se de uma cerimônia celebrada todos os anos no mesmo período. Ela é conhecida como a cerimônia da passagem da estação da Primavera para o Verão. A razão dessa celebração está nas leis da natureza. É possível viver e cuidar do rebanho, na região das estepes, durante o Outono, Inverno e Primavera. Contudo, não é possível suportar o calor do sol de Verão que queima a pouca pastagem do semi-deserto. Daí, os pastores que vivem nessas regiões são obrigados a migrarem-se para outros lugares em busca de água e alimento. O momento crítico é o da saída. Quando os sinais da chegada do Verão se faziam presentes, numa noite, os pastores celebravam a saída, em busca de outras paragens provisórias para o sustento da vida dos familiares e os seus rebanhos. É a saída para a vida. A cerimônia principal incluía o sacrifício de uma ovelha para que ela servisse de alimento para toda a família.
Quando os pastores semi-nômades, do êxodo, alcançaram a terra de Canaã e agregaram-se aos agricultores cananeus, a celebração da Páscoa ampliou com alguns elementos agrícolas da Festa dos Pães Àzimos ou Asmos.

Inveja

INVEJA (IVONE BOECHAT)

Foi por inveja que a primeira família que se tem notícia foi parar na manchete policial do Éden. É um poderoso vírus que desarmoniza o cérebro e o homem pode perder o rumo de sua história, se não souber usar, desde muito cedo, o antivírus da educação. Na coleção de ensinamentos do livro da sabedoria, em Provérbios 14:30, há uma advertência: “O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos”. Os ossos do invejoso não são resistentes. O invejoso não pára em pé, tropeça o tempo todo no sucesso dos outros!
Segundo o dicionário Aurélio, “A inveja é o desgosto ou pesar pelo bem ou felicidade de outrem. Desejo violento de possuir o bem alheio”.
Como educar para administrar a inveja? A inveja atua no ramo das paixões. As paixões desnorteiam. Segundo Crabb “O ciúme teme perder o que possui; a inveja sofre ao ver o outro possuir o que quer para si”. Já a psicanalista austríaca Melanie Klein (1882-1960) diz que “As origens da inveja derivam da agressão constitucional”. O ser humano traz no seu kit de sobrevivência fatores de enfraquecimento da self. São os chamados pontos fracos. É preciso aprender a administrá-los. Klein diferenciou inveja, ganância e ciúme como manifestações do instinto agressivo.
A ciência descobriu que há um lugar no cérebro onde atua a inveja. Pela primeira vez uma pesquisa científica mostrou onde ela e o shadenfreude – palavra alemã que dá nome ao sentimento de prazer que o invejoso experimenta ao presenciar o infortúnio do invejado – são processados na mente humana.
Então, quanto mais cedo se educar, melhores poderão ser os resultados. A criança chega à escola, quase um bebê, e ai da humanidade que não tem uma escola que educa: aquela que só ensina a procurar o valor de X. As músicas, as histórias e as atividades lúdicas abrem espaço para aulas admiráveis sobre a arte de viver. É só planejar. Mãos à obra!
      
A inveja provoca a cegueira e desperta a ganância. Conta-se que um dia a inveja e a ganância passeavam de mãos dadas. De repente, tropeçaram numa lâmpada maravilhosa e de lá saiu um gênio. Ele foi logo perguntando:
- Quem são vocês?
A inveja bateu no peito e disse:
- Sou a inveja. Estou caminhando com minha amiga ganância.
E o gênio pergunta?
- Quem é a mais velha, você ou a ganância?
- Eu, disse a inveja, eu nasci primeiro.
E o gênio virou-se para a inveja e disse:
- Você pode pedir tudo o que você quiser. Entendeu? Tudo. Só que eu darei em dobro para a ganância aquilo que você pedir.
A inveja pensou, pensou, pensou e disse: - Fura um olho meu.
Muita gente perde ótimas oportunidades pela vida afora, porque ficou o tempo todo contabilizando o que o outro tem. Fica imaginando um jeito de prejudicar, explorar, de tomar, de se comparar.
O invejoso não é só invejoso! É fingido também.
Para não despertar tanta inveja nos outros, evite contar suas vitórias retumbantes, conte suas lutas diárias! O invejoso ficará mais aliviado com suas dores na sobrevivência. Há um ditado popular que diz: "Não grite sua felicidade tão alto, a inveja tem sono leve.” 
Não dê relatório do seu patrimônio financeiro nem cultural, seja simples. Inveja de rico talvez seja pior do que inveja de pobre. O rico finge que não viu e sofre, porque você conseguiu o seu charme. Aí começa a esnobar, contar vantagem. Fantasia-se para o carnaval social e vai cheio de brilhos e paetês na comissão de frente! O pobre não disfarça, vê e sofre, empina o nariz, cultiva complexos. Ambos perturbam, desgastam, estressam. 
Comece agora mesmo um novo jeito de viver! Nunca compare o que você tem hoje com o que o outro tem. Compare o que você tem hoje com o que você não tinha ontem.
Nunca olhe para as conquistas alheias e se esqueça das suas. Nunca finja que não viu os talentos, dons e virtudes do outro. Comece agora a treinar para elogiar o próximo vitorioso. Planeje sua vida para melhorar, pelo menos, 1% todo dia!
Tire a lupa de cima dos defeitos e erros do seu vizinho, do amigo, do colega de trabalho. Faça um balanço diário, com  avaliação de suas atitudes por onde você caminha e influencia.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Reflexão





Há uma grande diferença entre praticar uma religião e experimentar um relacionamento com Deus. Há uma grande diferença entre religião e salvação. Há muitas religiões, mas um só Deus e um só Evangelho. Religião vem dos homens; "O Evangelho é o poder de Deus para a salvação por meio de Jesus Cristo". Religião é o ópio do povo; Salvação é presente de Deus ao homem perdido. Religião é história do homem pecador que precisa fazer alguma coisa para o seu deus imaginado. O Evangelho nos diz o que o Deus Santo fez pelo homem pecador. Religião procura um deus; O Evangelho é a Boa Nova de que Jesus Cristo procura o homem que se encontra no caminho errado. "Porque o Filho do Homem veio salvar o que se havia perdido" (Mateus 18:11). O Evangelho muda o ser humano por dentro por meio da presença do Espírito Santo de Deus em seu coração. Nenhuma religião tem um salvador ressuscitado, que perdoa os pecados e dá vida eterna, pois só Jesus Cristo venceu a morte. Por isso, dirija-se só a Jesus Cristo. Ele é o único que pode perdoar os seus pecados e lhe dar vida nova nesta vida e vida eterna no reino de Deus. "Crê no Senhor Jesus, e serás salvo" (Atos 16:31). "E o sangue de Jesus , Seu Filho, nos purifica de todo o pecado" (I João 1:7). Receba a Jesus AGORA em seu coração como seu Salvador e como único Senhor de sua vida. "Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações"; "Hoje é o dia da Salvação". 

Enquanto Demóstenes se afunda na cachoeira da corrupção, Dilma bate recorde de aprovação


Popularidade de Dilma bate recorde com 77%  

                 

 

Agência Brasil – A popularidade da presidente Dilma Rousseff aumentou cinco pontos percentuais, passando de 72%, em dezembro de 2011, para 77%, em março de 2012. Os dados fazem parte da pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope, divulgada nesta quarta-feira.



O percentual de pessoas que confiam em Dilma subiu de 68% para 72%, no mesmo período. Já a parcela da população que considera o governo ótimo ou bom manteve-se estável em 56%.


As áreas que foram pior avaliadas foram: impostos (65% desaprovam), saúde (63%) e segurança pública (61%). Além disso, 60% dos entrevistados consideram o governo Dilma igual o do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


Trata-se do percentual mais alto desde que a presidente assumiu, no início de 2011, e muito superior aos registrados pelos dois últimos presidentes, Luiz Inácio Lula da Silva (34%) e Fernando Henrique Cardoso (41%), em igual período de seus governos.


A pesquisa da CNI/Ibope ouviu 2002 pessoas em 142 municípios entre os dias 16 a 19 de março. A margem de erro é 2 pontos percentuais.

Prefeitura de Taquaritinga do Norte distribui peixes com famílias carentes


 

 
 

Várias famílias carentes da Dália da Serra receberam na tarde de hoje (04) o alimento sagrado da Semana Santa, o peixe. Sendo mais uma ação do Governo Municipal o mesmo foi distribuído na sede do município, nos Distritos e nas comunidades rurais.

A distribuição foi feita por uma comissão para não haver nenhum tumulto e todos serem beneficiados. Idosos, gestantes, e deficientes físicos tiveram prioridade na entrega.

Confiram algumas imagens: 

Dália Net no II Festival Café Cultural

Taquaritinga do Norte é uma cidade cheia de riquezas culturais. Além do melhor café da região, temos grandes expressões culturais presente...