quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Interventor de Gravatá tenta liberar contas da prefeitura e inicia serviços na BR-232

Mário Cavalcanti foi conferir pessoalmente o início das obras de recapeamento da via local da BR-232 / Foto: Prefeitura de Gravatá/Divulgação

Mário Cavalcanti foi conferir pessoalmente o início das obras de recapeamento da via local da BR-232

Foto: Prefeitura de Gravatá/Divulgação

A manhã desta quinta (19) foi agitada para o interventor de Gravatá, Mário Cavalcanti, que substituiu o prefeito Bruno Martiniano (sem partido), alvo de processos dos tribunais estaduais de Contas (TCE) e de Justiça (TJPE).
Primeiro, ele se reuniu com o juiz Severiano de Lemos, da 1ª Vara Civil da Comarca do município, a fim de agilizar o desbloqueio das contas da prefeitura (ocorrido na última terça, 17). O magistrado reforçou que o bloqueio foi uma medida preventiva para salvaguardar a intervenção, e se dispôs a auxiliar a nova gestão no que for possível. Nesta sexta (20), o juiz deverá presidir uma audiência de conciliação entre a prefeitura e os cerca de 450 servidores municipais de Gravatá, que estão em greve há 47 dias e, em sua maioria, ainda não receberam o salário referente a outubro.

Na sequência, Mário Cavalcanti foi até a BR-232, na companhia do secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, acompanhar a ação de recapeamento da  via local da rodovia. O grande número de buracos nas ruas do município, a falta de recolhimento de lixo, a dificuldade de obter atendimento no único hospital público da cidade e problemas de infraestrutura, transporte e merenda nas escolas são algumas das queixas que a população local vem fazendo, e que Mário Cavalcanti prometeu, no dia de sua posse, tentar resolver com auxílio do governador Paulo Câmara e sua equipe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário