sexta-feira, 20 de novembro de 2015

ALGUÉM AI QUER COMPRAR UM PARDAL?


Vivemos dias de desvalorização do ser humano. As pessoas não estão sendo reconhecidas pelo que são, mas, pelo que têm. É a ditadura do ter em detrimento do ser.

A rejeição exterior, muitas vezes, leva a uma rejeição interior. E as reações são diferentes: enquanto uns partem numa luta desenfreada empenhando toda a vida na tentativa de adquirirem bens/coisas com o objetivo de impressionar, de sobressair. Outros preferem amargar o isolamento e o senso de inferioridade. Ambos os caminhos são danosos ao ser humano, pois não lhe confere o devido valor.

Certo dia, falando sobre o valor da vida, Jesus disse: “Qual o preço de cinco pardais? Não são duas moedinhas? Mesmo assim, Deus não esquece nem um só deles.” E continuou:“Ele sabe até o número dos cabelos de vocês! Nunca tenham medo, pois vocês valem muito mais para Ele do que muitos pardais.” – Lucas 12.6,7

Dificilmente alguém topa comprar um pardal para colocar numa gaiola e ficar vendo ele cantar. O pardal é uma das aves mais comuns do mundo, talvez por isso não seja tão valorizado. Nos dias de Jesus eles serviam de alimento para os mais pobres e eram vendidos por preço insignificante. Se Deus cuida deles (tão desvalorizados) imagine o que Ele não faz por cada um de nós.

A grande lição que Jesus nos dá é que não importa o que os outros ou o que nós mesmos pensemos em relação ao que valemos. Somos de grande valor para o nosso Criador!

Olhai para as aves do céu, que não semeiam, nem ceifam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?” Mateus 6.26

Nada é mais confortante do que saber que o nosso Criador nos valoriza.


Fique na bênção! Tenha uma semana de paz!


Silvio Lima
Pastor da 1ª Igreja Batista de Taquaritinga do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário