quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Crise na base do Náutico e garotos passam por dificuldades


No CT do Náutico o futebol de base está enfrentando dificuldades / Foto: Hélia Scheppa/Acervo/JC Imagem

No CT do Náutico o futebol de base está enfrentando dificuldades

Foto: Hélia Scheppa/Acervo/JC Imagem

A situação na base do Náutico não é das melhores. O assunto foi tratado no Conselho Deliberativo, na reunião da noite da segunda-feira (16), quando ocorreu a presença do técnico do sub-20 Fernando Lassalvia, mas o diretor Luiz Guerra, também convocado, não compareceu. Algumas informações dão conta que faltou comida e alguns garotos chegaram a quebrar o cadeado da geladeira, como ainda ocorreu a presença do Conselho Tutelar devido a falta de frequência de alguns atletas nas aulas.
As informações, que são sigilosas, terminaram vazando. Mesmo assim, sem entrar em muitos detalhes, Fernando Lasalvia, na tarde desta terça-feira (17), no CT Wílson Campos, chegou a confirmar que ocorreu a presença do Conselho Tutelar. Segundo ele, por falta de pagamento da condução que leva os atletas as suas escolas, interrompeu por alguns dias as presenças dos garotos nas aulas. Mas, adiantou que em relação a alimentação, faltou carne nas refeições.
"Não posso entrar em detalhes, pois é um assunto interno do clube. Fui convocado pelo Conselho e compareci. Agora, não faltou alimentos. Uma empresa faz doação ao Náutico e nunca deixou de enviar os alimentos, como macarrão, feijão, arroz e outros produtos. Mas, a carne é comprada e faltou", disse Lassalvia, que usou o próprio dinheiro, em torno de R$ 1,6 mil, para ajudar alguns garotos e ainda pagar a condução para um jogo contra o América, pelo Pernambucano sub-20, para o time não perder por wO.
"O Conselho garantiu que toda a situação será solucionada. É preciso dizer que muitos desses garotos, alguns de 14 anos, residem no CT, estão sob a nossa responsabilidade. Muitos deles não serão jogadores, mas a escola, o estudo é fundamental para vida desses meninos", acrescentou Lassalvia, sobrinho do maior artilheiro alvirrubro, Bita, um dos hexacampeões, falecido em 1992.
O diretor de futebol da base Luiz Guerra não compareceu ao Conselho e ficou surpreso com o vazamento das informações. Segundo ele, a questão ocorrida não é um fato sistemático. "Essa situação ocorreu nos últimos dez dias. As providências estão sendo tomadas", afirmou.
O vice-presidente institucional Gustavo Ventura esteve no CT, conversou com os jogadores profissionais, mas não falou sobre o assunto do futebol de base do clube. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário