terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Deputado do PT defende que impeachment seja colocado em pauta antes do carnaval

O deputado também divergiu de Dilma em relação à reforma da Previdência e disse que o governo não pode pensar em fazer mudanças sem discutir com as centrais sindicais, que ainda apoiam a atual gestão / Foto: Fotos Públicas

O deputado também divergiu de Dilma em relação à reforma da Previdência e disse que o governo não pode pensar em fazer mudanças sem discutir com as centrais sindicais, que ainda apoiam a atual gestão

Foto: Fotos Públicas

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) afirmou nesta terça-feira (19) que o impeachment precisa ser colocado em pauta já na abertura do trabalho da Câmara, em fevereiro. "Espero que já na abertura da sessão o presidente (Eduardo Cunha) coloque em votação para a formação da comissão (do impeachment), dentro das regras definidas pelo Supremo", afirmou, após reunião no Palácio do Planalto com o ministro da Secretaria de Governo,Ricardo Berzoini. "Espero definição antes até do carnaval."
Divergindo da postura da presidente Dilma Rousseff, que disse que o tema de seu afastamento tem que ser tratado simultaneamente com outros temas como o retorno da CPMF, Teixeira afirmou que, para debater a criação de novos impostos, é preciso um momento mais oportuno. 
"O momento desse debate é outro momento, de recuperação e maior força na base aliada. Só podemos enfrentar esse debate na hora que tem forca para fazer", afirmou. 
Para Teixeira, a recriação da CPMF deve estar em um contexto de uma reforma tributária mais ampla. "Precisamos falar da taxação das grandes fortunas", afirmou. 
O deputado também divergiu de Dilma em relação à reforma da Previdência e disse que o governo não pode pensar em fazer mudanças sem discutir com as centrais sindicais, que ainda apoiam a atual gestão. "É um tema sensível", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário