terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Falsos policiais federais levam objetos de condomínio de luxo do Recife



Um comunicado nos elevadores deu o alerta aos moradores: quatro homens que se passavam por policiais federais conseguiram ter acesso a um dos apartamentos do condomínio de luxo, no bairro do Monteiro, na Zona Norte do Recife, e de lá levaram alguns objetos. O caso ocorreu no último dia 13, às 5h20, mas só ontem a informação chegou à imprensa, envolta em mistério.

De acordo com o comunicado, uma caminhonete de cor prata chegou ao local com quatro homens vestindo camisas com a inscrição “Polícia Federal”, munidos de um suposto mandato de busca e apreensão. Eles teriam apresentado o documento ao porteiro, pedindo acesso a um apartamento e o funcionário os acompanhou ao local – como mandam as regras do condomínio, de onde saíram 20 minutos depois com alguns objetos.

O morador do apartamento visitado pelos falsos policiais federais chegou ao edifício às 7h30 e ao ser informado do ocorrido disse que se trataria de furto e teria registrado queixa na polícia. “Esta administração está colaborando com o processo investigativo e espera que os fatos sejam devidamente esclarecidos pelas autoridades competentes”, dizia o comunicado.

Mistério

Procurada pelo Jornal do Commercio, a assessoria de comunicação da Polícia Federal informou que o caso estaria sendo apurado pela Delegacia de Casa Amarela, mas o titular da pasta, delegado Paulo Rameh, não quis se pronunciar sobre o assunto. A reportagem entrou em contato com a administração do condomínio, que também optou por não falar com a imprensa.
Por telefone, um morador do prédio, que prefere não se identificar, afirmou que soube do episódio somente pelo comunicado exposto nos elevadores (e já removido), não tendo maiores detalhes sobre o ocorrido, pois não chegou a conversar com nenhum vizinho ou administrador a respeito.


Nenhum comentário:

Postar um comentário