quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Gambás temperados são encontrados em restaurante

Gambás podem transmitir doenças como raiva e leptospirose / Foto: Reprodução/ Internet

Gambás podem transmitir doenças como raiva e leptospirose

Foto: Reprodução/ Internet

O restaurante Chalé do Camarão, em Florianópolis, foi fechado depois que a Polícia Militar Ambiental encontrou no congelador, junto com peixes e frutos do mar, gambás que estavam temperados, prontos para o consumo. Nos fundos do estabelecimento, outros dois animais aguardavam o abate, engaiolados. Segundo a Vigilância Sanitária, gambás podem transmitir doenças como raiva e leptospirose.
Uma ex-funcionária do Chalé do Camarão denunciou à 10° Delegacia de Polícia da Capital a venda de carne de gambá e também informou que o proprietário do restaurante especializado em frutos do mar caçava gatos. 
O delegado João Batista Loss Medeiros investiga o crime. Essa é a oitava vez que o restaurante é autuado pela Vigilância Sanitária. O proprietário foi preso por poucas horas, assinou um termo circunstanciado e aguardará o julgamento em liberdade. Ele responderá por crime ambiental, já que matou animais silvestres, protegidos por lei, e pagará multa de no mínimo R$ 2 mil.
De acordo com o subtenente da Polícia Militar Ambiental, Marcelo Duarte, que comandou a operação, o proprietário justificou que os gambás seriam servidos aos funcionários. Os animais encontrados na gaiola foram soltos no Parque do Rio Vermelho, em Florianópolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário