segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

DENGUE E ZIKA VÍRUS: DICAS PARA A PREVENÇÃO



Dengue e Zika vírus: dicas para a prevenção

Eliminar o Aedes aegypti é, por enquanto, a única forma de combate à epidemia, não só de Zika, mas também de dengue. Confira dicas para limpar a caixa d'água, um dos lugares onde o mosquito pode se proliferar
Há muitos anos os brasileiros convivem com a dengue. Entra ano e sai ano e a doença vem nos assustar. E agora uma nova doença veio para nos assustar: o Zika vírus, causado pelo mesmo mosquito que transmite a dengue: o Aedes aegypti. São doenças de controle difícil, porque depende, além de esforços do governo, da ajuda de todos.

A epidemia do Zika vírus no Brasil está sendo apontada como responsável pelo estrondoso aumento dos casos de microcefalia no país (de acordo com o Ministério da Saúde, 2.975 já foram confirmados até o dia 29 de dezembro de 2015, em 19 estados e no Distrito Federal). O Governo tem anunciado esforços no trabalho de investigação, monitoramento e combate ao surgimento de novos casos de microcefalia.
No entanto, enquanto ainda não se chega a uma fórmula de imunidade ao vírus, o melhor remédio contra a contaminação ainda é a prevenção. “Ou seja, a população deve especialmente eliminar os meios de surgimento do mosquito Aedes aegypti, já bastante difundidos até pela epidemia de casos de dengue que o país também viveu no último ano”, diz o doutor Luiz Eloy Pereira, vice-presidente do CRBio-01 – Conselho Regional de Biologia – 1ª Região (SP, MT, MS).
Assim, é preciso que a população redobre a atenção para evitar água parada em vasos, garrafas, pneus ou quaisquer outros objetos que favoreçam o acúmulo de água, ambientes propícios para o desenvolvimento do mosquito. Aplicação de telas em portas e janelas, mosqueteiros sobre a cama e o uso de repelentes são medidas que também ajudam a se proteger do mosquito. “Mas é importante, principalmente no caso das gestantes, repelentes recomendados pelo seu médico de confiança”, alerta o biólogo.

Limpeza e imunização de caixa d’água
A caixa d’água é um local comum para proliferação do Aedes aegypti. Para evitar o problema, a caixa deve ser mantida constantemente fechada e recomenda-se sua limpeza de seis em seis meses.
Além de prevenir a dengue, a vistoria e limpeza da caixa d’água evita outros problemas, como a possível ingestão de água contaminada e que pode causar viroses. A Roto-Rooter, empresa que presta serviços de limpeza, desentupimento e dedetização, ensina um passo a passo para quem quer fazer a limpeza por conta própria.
Prepare-se com antecedência:
• No dia anterior, feche o registro da água e esvazie a caixa d’água, deixando-a apenas com um pouco de água para usar na limpeza;
• Separe panos de limpeza e água sanitária;
• Coloque sapatos de borracha e luvas para prevenir contato direto com possíveis sujeiras;
• Feche o registro de saída da caixa d´água;
• Esfregue as paredes e fundo da caixa d’água com panos de limpeza. Não se deve utilizar qualquer produto neste processo, como detergente ou sabão em pó. Faça apenas a fricção mecânica com o apoio de panos de limpeza;
• Não utilize escovas ou objetos cortantes para não danificar a caixa d’água;
• Após a limpeza, abra o registro de entrada e deixe encher a caixa d’água. Em seguida adicione um litro de água sanitária para cada mil litros de capacidade do reservatório;
• Aguarde por um período de duas horas;
• Após as duas horas, esvazie o reservatório;
• Lave bem a tampa antes de colocá-la sobre o reservatório;
• Certifique-se que a caixa foi tampada adequadamente, pois isto evitará que insetos entrem nela, especialmente o mosquito da dengue;
• Abra novamente o registro de entrada de água;
Dica RotoRooter: A água utilizada para aplicação da água sanitária pode ser reutilizada na limpeza de outros locais da casa.
Dedetização: Dedetizar a casa é outra opção para se ver livre dos mosquitos. Existe um processo chamado desinsetização e controle de insetos que elimina mosquitos, além de formigas, carrapatos, caramujos e aranhas. A desinsetização é feita em algumas horas e indicada principalmente durante o verão, época em que há maior número de insetos, como é o caso do Aedes aegypti. A Roto-Rooter oferece o serviço para residências, condomínios e empresas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário