domingo, 22 de novembro de 2015

Fim da espera! Santa Cruz vence o Mogi Mirim em Itu e volta à Série A após dez anos

Santa vence Mogi por 3x0 e volta para a Primeira Divisão


Nove anos depois do primeiro rebaixamento em série, o Santa Cruz confirmou sua volta à elite do futebol brasileiro, ao vencer o Mogi Mirim por 3x0, na tarde deste sábado, em jogo disputado no Estádio Novelli Júnior, em Itu. Com uma rodada de antecedência, o tricolor pernambucano já confirmou, no mínimo, a quarta colocação da Série B do Campeonato Brasileiro, com 64 pontos. Não podendo mais ser superado por outros adversários fora do G-4. Hoje está em terceiro. Ficando para a última partida, sábado, no Arruda, um duelo direto pelo vice-campeonato com o Vitória, que soma 66 e também garantiu vaga na Série A, a exemplo do América-MG e do campeão Botafogo.
Depois de brigar contra a zona de rebaixamento no início da competição, o Santa Cruz conseguiu reação incrível, após a troca do comando técnico. Com a substituição de Ricardinho, campeão pernambucano, por Marcelo Martelotte, o tricolor mudou. Para melhor. Saindo da 18ª posição para ingressar no G-4.
Neste sábado, apenas a confirmação de uma campanha histórica. Com 19 vitórias, sete empates e 11 derrotas. Consagrando ainda herois, como o goleiro Tiago Cardoso, destaque na competição e presente em todos acessos, desde que o clube chegou na Série D, em 2009. Assim como ele, Renatinho, titular em Itu e também remanescente dos tempos em que o tricolor sofreu na Quarta Divisão. Além da dupla de criação João Paulo e Daniel. E dos atacantes Grafite, Luisinho e o sempre artilheiro Bruno Moraes.
Diante de um Mogi Mirim já rebaixado à Série C, em crise financeira, política e administrativa, o Santa demorou muito para se ajustar. Só chegando à vitória na segunda etapa. No primeiro tempo, apatia geral. Sem apoio dos laterais e com os atacantes sem movimentação. Com isso, as chances criadas foram poucas. Apenas quatro chutes em gol. Somente um com perigo, num arremate de Renatinho, de fora da área. Enquanto que o Mogi assustou em uma finalização de Anderson e num cruzamento que a bola passou rente ao gol.
Na segunda metade da partida, o tricolor acordou. João Paulo passou a buscar jogo. Abrindo espaços para os laterais e criando chances. Tanto que em dez minutos foram quatro chances de gol. Mas que em todo primeiro tempo. E logo aos 10, o gol que abriu o caminho para a classificação. Em lance bobo, o meia Anderson segurou Alemão após cobrança de escanteio. Pênalti bem marcado pelo árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio. E bem cobrado por Daniel Costa. Lance que desmorounou a equipe paulista. O Santa se aproveitou. E fez o segundo, com Bruno Moraes acertando belo chute, após rebote num chute de Renatinho.
Aí sim, o time coral voltou a cadencear a partida. Segurando o Mogi Mirim com boa marcação e saídas rápidas em contra-ataques. Sem sofrer risco. Numa das raras chances dos mandantes, Anderson chutou forte. Tiago Cardoso mandou a escanteio. Mas o tricolor carimbou o passaporte para a Primeira Divisão com Bileu, após rebote em chute de Raniel: 3x0

Nenhum comentário:

Postar um comentário