domingo, 11 de outubro de 2015

TRAGÉDIA: Mãe e filha morrem carbonizadas


Uma tragédia durante a noite de sábado (9) abalou a população do interior do Agreste de Pernambuco, quando um incêndio atingiu uma residência e acabou matando duas pessoas, a mãe e a filha de apenas três anos de idade. 
O fato aconteceu no Sítio Manoel Ferreira na zona rural de Santa Maria do Cambucá, quando as duas crianças, de 3 e 9 anos de idade, filhas de Roseli Maria da Silva, de 28 anos, brincavam em um dos quartos da residência, provavelmente com algum objeto que causou o incêndio, porém não se sabe ainda precisar se era isqueiro, vela ou fósforos. As chamas tiveram início em um colchão e a criança de 9 anos avisou a sua genitora que estava pegando fogo, momento em que, Roseli mandou que a garotinha pegasse água e pedisse ajuda aos vizinhos, mas como o cômodo tinha muitas roupas espalhadas, o fogo se espalhou rapidamente e possivelmente a fumaça fez com que, a dona de casa desmaiasse e juntamente com a filha, Ana Suelly da Silva, de apenas 3 anos, morressem carbonizadas.


A casa ficou totalmente destruída e os familiares ainda tentaram salvar as duas vítimas, mas quando conseguiram controlar o incêndio perceberam que as mesmas já estavam mortas. O experiente Comissário da Polícia Civil, Lisboa, responsável pelo levantamento cadavérico, não escondeu a frustração ao segurar o corpo da criança e ao ver a mãe morta, mesmo diante de anos servindo a PC de Pernambuco. 
Os cadáveres foram encaminhados para IML do Recife e a residência ficara interditada até a perícia do IC (Instituto de Criminalística) que devera ser realizada nos próximos dias. O marido de Roseli, pai de Ana Suelly, estava trabalhando no momento que a tragédia aconteceu. A Polícia Militar também esteve no local. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário