terça-feira, 13 de outubro de 2015

CRIME BÁRBARO : Polícia identifica suspeitos de esquartejar criança viva ate a morte


Criança assassinada em sume




























Após a descoberta do crime os delegados Dr. Yure Givago e Dr. Paulo Rabelo assumiram as investigações do caso, e afirmam que varias linhas de investigações estão sendo levantadas e que varias testemunhas e familiares já começaram a ser ouvidos. 

Com os depoimentos já colhidos surgiram muitas contradições e nenhuma hipótese pode ser descartada afirmaram os delegados

A pericia esteve no local onde o corpo foi encontrado e concluiu que o pequenoEverton não foi morto no local da desova e que os cortes no corpo da criança foram feitos com ele ainda vivo.

Ainda segundo informações da pericia a única lesão que foi deferida no local da desova já com a criança sem vida foi decepar do pênis. O pênis do garoto foi encontrado próximo ao corpo espetado em uma vara.

Os Suspeitos 

“A polícia já tem quatro suspeitos de terem participado do crime e uma força-tarefa está sendo realizada pelas Polícias Civil e Militar para chegar aos envolvidos. Tudo indica que o caso tenha a ver com rituais de magia negra. O inquérito policial já foi instaurado e estamos ouvindo pessoas ligadas à família, além de moradores da região. Também estamos aguardando o resultado da perícia para chegarmos a uma conclusão sobre o caso”, disse o delegado João Joaldo Ferreira.
Segundo o delegado João Joaldo Ferreira, titular da Delegacia Seccional de Monteiro,  quatro pessoas são suspeitas de terem cometido o crime. Os nomes dos suspeitos não foram revelados.
O Crime

A população de Sumé ficou chocada com tamanha barbaridade praticada pelo assassino uma vez que se trata de uma criança de 5 anos, Yure Givago em uma de suas falas afirma que há mais de cinco anos de Polícia Civil este foi o crime mais chocante com o qual se deparou.O garoto estava desaparecido desde o último domingo (11) e na manhã desta terça-feira (13), foi encontrado pelo padrasto, em um matagal próximo à cidade de Sumé.

De acordo com a versão do padrasto, ele saiu logo cedo para procurar o garoto e, ao perguntar a uma pessoa conhecida, foi informado que uma criança teria sido encontrada no matagal. Ao chegar ao local, se deparou com o enteado morto em uma vala e com o corpo totalmente aberto.

Todos os direitos reservados TV Cariri

Nenhum comentário:

Postar um comentário