sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Toritama: Ex Prefeitos Marcelo Andrade e Flávio tem contas rejeitadas pela Câmara de Toritama.‏


Vereadores seguem pedido do Tribunal de Contasdo Estado e reprovam contas dos Ex - Prefeitos, Marcelo Andrade e Flávio Lima.Aconteceu na noite desta terça - feira (09/12) mais uma reunião da Câmara de Vereadores de Toritama, esta que era uma das mais esperadas desse semestre, onde a principal pauta foi a apresentação das contas dos exercícios dos anos de 2004 e 2012, referente aos governos de Marcelo Andrade e Flávio Lima, respectivamente. O relator e responsável pela apreciação foi o Vereador Fábio Florentino PT, que fez a apresentação e solicitou que os edis que compõe o Poder Legislativo Municipal, votassem de acordo com a solicitação dos auditores do Tribunal de Contas do Estado, e assim o fizeram.
Presentes á reunião estiveram 11 dos 13 parlamentares que compõem á Casa e por nove votos a zero, Vereadores de Toritama rejeitaram as contas dos ex-prefeitos Marcelo Andrade (2004) e Flávio (2012). Entre os que iniciaram a reunião á unica ausência, foi o Vereador Morica PSL, que teve que se ausentar antes da votação, por motivos particulares e entre os que ficaram para a votação houve uma abstenção, esta ficou por conta da vereadora Rossana PSD. Não compareceram a esta reunião os vereadores Dió do São João PTC e Arimateia PSD.
Segundo relator o Vereador Fábio Florentino PT, os motivos que fez com que a Casa reprovassem as contas, foram os desvios de verbas e citou alguns exemplos, como; Em 2004 o então Prefeito Marcelo Andrade, foram os altos valores citados nas obras de pavimentação, saneamento e calçamentos na Rua Miguel Tavares (O Canal da Rua da Vaca Leiteira), como também nos bairros do Areal e Buraco Quente por exemplo, como também as empresas contratados para realizarem as obras não tinham a documentação solicitada por completo, exemplo delas algumas nem inscrição no CREA tinham, além de valores muito altos e outros dinheiros que seriam para diversas áreas do município não foram investidos e em alguns casos não chegaram a sua origem. Já em 2012, durante a gestão do ex - prefeito Flávio, o relator citou como exemplo, as seguintes irregularidades; Desvio de verbas no valor aproximado de R$ 3 Milhões que deveria ter sido pago ao INSS, como parte da contribuição dos funcionários do Município para o Instituto Nacional de Seguridade Social, valores que foram designados para diversas pastas do então governo e que não batem com o apresentado por estas pastas e por fim citou que o gestor deixou de cumprir com as suas obrigações também nos últimos três meses com funcionários e fornecedores e que esses valores segundo ele desviados chegam a casa de R$ 5,7 Milhões. E o parlamentar fechou sua fala dizendo que tudo aquilo ali apresentado foi com base nos relatórios e levantamento feitos pelos relatores e auditores do Tribunal e pela credibilidade daquele tribunal e seus representantes, o mesmo solicitou que a casa fosse coerente e seguisse o que pedia o Tribunal e por fim foi atendido e ambas as contas sofreram uma derrota de nove votos á zero.

Vertentes Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Guarda Municipal de Taquararitinga do Norte prende dois Elementos

Dois irmãos foram detidos com um simulacro de arma de fogo na tarde deste sábado (30), na Avenida Jose Juventino da Silva, em frente a Paró...