sábado, 13 de dezembro de 2014

Qual a importância de brincar?

Foto: Estimule seu filho a brincar desde os primeiros meses, por meio de jogos de exercício: tire-o do berço e coloque no chão e incentive-o em cada tentativa

Já se sabe que a brincadeira ocupa um lugar especial na vida da criança na primeira infância! Mas, você já parou para se perguntar por que é dada tantaimportância a uma atividade aparentemente tão simples? Na verdade, essa "coisa de criança" a que não damos muito bola durante nosso corrido dia a dia é capaz de ajudar a criança a desenvolver muitas de suas habilidades motoras cognitivas, como atençãomemóriaimitação criatividade.
 "A criança, porém, não brinca para aprender alguma coisa, ela brinca porque quer", ressalta Maria Paula Zurawski, doutoranda e mestre em Educação pela FEUSP, graduada em Artes Cênicas pela ECA-USP, atriz do Grupo Furunfunfum de teatro para criança e professora dos cursos de Pedagogia e de Pós Graduação em Educação Infantil do Instituto Vera Cruz -SP. "É sempre bom lembrar isso aos pais e às escolas: não adianta querer que a criança brinque disso ou daquilo para aprender algo, ou que ela aprenda isso ou aquilo por meio da brincadeira: o jogo simbólico, o faz de conta, ocorre somente porque a criança quer, por vontade própria, estar na brincadeira". Ela lembra que o pedagogo Vigotski, no livro O papel do brinquedo no desenvolvimento (1998), vê na brincadeira uma nova forma da criança criar: "Ensina-a a desejar, rela¬cionando seus desejos a um "eu" fictício, ao seu papel no jogo e suas regras". 
Qual é o espaço que a brincadeira tem hoje na vida das crianças? 

Vera Tchipschin Francisco - psicanalista, pedagoga e membro-fundadora da Gesto Psicanálise - aponta  que a brincadeira ocupa um lugar especial na vida da criança, porque está em um espaço intermediário entre o imaginário e o real, pois incorpora elementos da realidade que são misturados com a fantasia. É um espaço privilegiado para a criança poder elaborar situações difíceis que ela viveu, incluir e realizar desejos na brincadeira e poder lidar com emoções variadas e antagônicas  como o amor e o ódio, coragem e medo, alegria e tristeza. Além de ter uma função no mundo interior da criança, o brincar desempenha também uma função no universo exterior, pois criança acaba interferindo no mundo com sua brincadeira. É por meio do brincar que a criança pequena aprende a superar os obstáculos da vida real que se apresentam a ela de maneira intensa durante seu crescimento. Há muito que conquistar motoramente, intelectualmente e socialmente. 

Maria Paula Zurawski explica: "O mundo mudou muito e a falta dos espaços de brincadeiras dos quais os mais velhos se recordam em suas memórias de infância (o quintal, a rua, o ar livre) cria uma série de juízos de valor para a brincadeira infantil - como se ela estivesse ameaçada de desaparecer.  O fato é que as crianças continuam a brincar, é que o mundo mudou e a brincadeira também.". Portanto, devemos refletir sobre o lugar o significado que a brincadeira ocupa hoje na vida das crianças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Guarda Municipal de Taquararitinga do Norte prende dois Elementos

Dois irmãos foram detidos com um simulacro de arma de fogo na tarde deste sábado (30), na Avenida Jose Juventino da Silva, em frente a Paró...