domingo, 6 de novembro de 2011

"ELE FILMOU QUEM O MATOU" AFIRMA COLEGA DE CINEGRAFISTA MORTO




Repórter Ernani Alves
O repórter Ernani Alves, da Bandeirantes, acompanhou o cinegrafista Gelson Domingos da Silva na cobertura da operação policial que aconteceu nesta manhã na Favela de Antares, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio.

Segundo Alves, a equipe soube da grande operação da Polícia Militar por volta de 5h. Por volta das 6h30 manhã veio a informação de que o comboio de policiais do Bope e do choque estavam acessando a Avenida Brasil na altura do Caju. “Partimos imediatamente em alta velocidade para a Avenida Brasil e conseguimos encontrar o comboio na entrada para a Zona Oeste. Fomos a primeira equipe a entrar na Favela de Antares com o batalhão de operações especiais e choque.”

Alves afirmou que ele e Domingos avistaram um valão e, do outro lado, bandidos fortemente armados que começaram a exibir os armamentos para a equipe e para os policiais. O cinegrafista Gelson Domingos fez imagens desse grupo. Minutos depois, eles começaram a atirar contra a equipe e os policiais.

“Foi muito rápido. Ele foi atingido pelos disparos e caiu imediatamente. Não deu nem para tirar ele da viela. Homens do Batalhão de Operações Especiais começaram a atirar contra o grupo e fiquei no meio do fogo cruzado, e deitei no chão. Gelson em nenhum momento parou de filmar. Ele filmou quem o matou”, disse o repórter.

“Hoje é o dia mais triste da minha vida porque saí com um amigo para trabalhar e não retorno para a emissora com ele.”

Ernani Alves já prestou depoimento na delegacia de Santa Cruz. As imagens feitas por Domingos foram encaminhadas para a Polícia Civil para serem analisadas e comparadas com os presos na operação. Segundo Alves, quem matou Domingos foi provavelmente uma das pessoas presas.
Cinegrafista morre em cobertura

O cinegrafista Gelson Domingos, da Rede Bandeirantes, morreu após ser baleado durante um tiroteio entre policiais e traficantes. Ele, que estava fazendo a cobertura da ação, chegou a ser levado para a UPA do Cesarão, em Santa Cruz, em estado gravíssimo, mas não resistiu aos ferimentos.
Foto: Arquivo pessoal
Foto: Arquivo pessoal
A Secretaria de Estado de Saúde informou que Gelson chegou à unidade às 7h40  já morto, por perfuração de bala na região do tórax. Ainda assim foram feitas tentativas de reanimação, sem sucesso. O secretário de Estado de Saúde, Sérgio Côrtes, foi à unidade de saúde para prestar todo apoio à família. E o corpo já foi transferido ao IML.

Agentes da Divisão de Homicidios pegarão depoimentos dos cinegrafistas que estavam próximos à vítima.
Operação tem mortos e presos
Subiu para oito o número de presos na operação realizada na Favela de Antares, desde o início da manhã deste domingo. Entre os presos, estão o gerente do tráfico local, conhecido como "BBC" e seu braço-direito "China". No confronto com policiais militares, quatro marginais foram mortos.

Até o momento, foram apreendidos: um fuzil AR 15 ; três pistolas, quatro carregadores de fuzil; três carregadores de pistola, cinco rádios transmissores, 1 kg de maconha, 574 trouxinhas de maconha, 522 pedras de crack, 100 papelotes de cocaína, 13 frascos de “cheirinho da loló”, nove motos,  R$ 3.154,00 e um celular.

Policiais militares do 27º BPM (Santa Cruz) estão reforçando o patrulhamento na região. As operações da Polícia Militar continuarão por tempo indeterminado. Todos os presos e o material apreendido estão sendo encaminhados para a Divisão de Homicídios da Polícia Civil, na Barra da Tijuca.

Cerca de 100 policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Choque, com apoio da Companhia de cães, estão no local para uma operação desde às 6h30. Houve um intenso tiroteio por cerca de uma hora.
Foto: Alexandre Brum / Agência O Dia
De acordo com a PM, o objetivo da ação é checar informações da área de Inteligência do BOPE e do Choque de que líderes do tráfico fortemente armados se reuniam no local.

Policiais fazem uma blitz na Avenida Antares em busca de criminosos.
Emissora lamenta perda

A Band divulgou uma nota oficial, em que o diretor de jornalismo da emissora lamenta a morte do funcionário, que deixa três filhos, dois netos e esposa. Leia o comunicado:

O Grupo Bandeirantes lamenta a morte do seu funcionário Gelson Domingos, de 46 anos, na manhã deste domingo. O repórter cinematográfico foi atingido no peito em pleno exercício da sua profissão na cobertura de uma operação da polícia na favela de Antares, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio. Ele chegou a ser socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento da região, mas não resistiu.

O funcionário estava de colete à prova de balas – modelo permitido pelas Forças Armadas, sempre usados por profissionais da Band em situações como esta. Ele foi atingido por um tiro de fuzil, provavelmente disparado por um traficante."


Fonte: O Dia
Blog da Força Tática


Leia mais no site: http://ftadecamocim.blogspot.com/2011/11/ele-filmou-quem-o-matou-afirma-colega.html#ixzz1fsrD7flD
Copiar e não citar a fonte, além de má educação, é ilegal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

'Dia D' contra o sarampo em Taquaritinga do Norte vai ser no sábado (15)

O "Dia D" da vacinação contra o sarampo em Taquaritinga do Norte vai ser amanhã sábado (15). Em Ta...