quinta-feira, 30 de março de 2017

Governo de PE em Caos um desastre anunciado



Servidores do Detran fazem protesto contra o Governo de PE em Caruaru

Manifestação foi realizada no dia em que greve do Detran completa 46 dias.
Paralisação 'vai até a abertura do diálogo por parte do governo do estado'.

Do G1
Manifestação foi realizada em Caruaru (Foto: Lafaete Vaz/G1)Manifestação foi realizada em Caruaru (Foto: Lafaete Vaz/G1)
Servidores do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) realizaram no início da tarde desta quinta-feira (30) um protesto contra o Governo de Pernambuco em Caruaru, no Agreste. A manifestação teve início no Marco Zero da cidade e terminou em frente à rodoviária do município.

Em nota, o Detran-PE informou que visa garantir o atendimento dos usuários prejudicados pela greve deflagrada pelo sindicato da categoria, que inclusive foi decretada ilegal pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). O órgão ainda destacou que tem montando uma força-tarefa para disponibilizar alguns serviços, dentre eles: renovação e 2ª via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e emissão de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).
De acordo o diretor do sindicato, Fernando Coelho, participaram do protesto representantes das circunscrições de trânsito (Ciretrans) de Caruaru, Recife, Limoeiro e Arcoverde. "Nós estamos há 46 dias em paralisação por conta da intransigência do governador Paulo Câmara e da sua equipe, que se negam a cumprir um acordo assinado em 2015. O governador, trancado dentro do Palácio, manda dizer que não vai negociar com o trabalhador. Por isso estamos aqui", afirmou.

O Detran ainda afirmou que o Governo do Estado sempre esteve e está aberto ao diálogo com os servidores, desde que seja cumprida a determinação judicial, ou seja, que volte aos seus postos de trabalho.
Fernando ainda afirmou que a greve só vai chegar ao fim após um nova conversa. "A nossa greve é legal e pacífica. Busca o cumprimento do acordo e vai até a abertura do diálogo por parte do governo do estado", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário