quarta-feira, 27 de julho de 2016

Ana Célia inicia terceira disputa pela Prefeitura de Surubim, com apoio do ex-adversário, Flávio Nóbrega


ana coqueiro

Albérico Cassiano

A candidata do PSB, Ana Célia Farias, iniciou pela periferia da cidade a terceira tentativa para conquistar a Prefeitura de Surubim, encabeçando a chapa socialista. Para a disputa deste ano, Ana Célia conta com o apoio do ex-adversário, Flávio Nóbrega, que deixou o PT e se filou ao PSB, indicando o filho, Guilherme, para vice. Como apenas 30% do eleitorado residindo na zona rural, a estratégia adotada para a disputa começou pela periferia da cidade, onde se concentra a maior parte do eleitorado. Embora Surubim não tenha nenhuma tradição cultural de ciranda – uma dança litorânea – a exemplo da ciranda de Lia da Ilha de Itamaracá ou a de dona Duda, da praia do Janga – a socialista deu as mãos ao médico e colocou o bloco na rua, utilizando a dança como a principal atração de eventos políticos realizados nas comunidades de Surubim.

Continua…


A ideia é ‘circular’ pelos bairros, como ocorre na ciranda, e ‘cercar, envolver’ a cidade. Desses 70% dos eleitores da zona urbana, apenas 20% são da classe média, moradores do Centro da cidade, e estariam com certa resistência para aceitar o novo palanque da candidata. Com o objetivo focado na conquista da periferia, a estratégia socialista pretende com isso influenciar a zona rural e sufocar o eleitorado do Centro. “Se ela repetir a votação dela, e ele – Nóbrega – trouxer 30% do eleitorado dele, a gente ganha a eleição. É uma equação matemática muito simples. A gente antes era muito forte na classe média, hoje já percebemos que estamos mais firmes na periferia, que é maioria”, revela uma liderança socialista.

HISTÓRICO – Ana Célia Farias foi eleita vice em 2000, numa composição entre adversários históricos, que elegeu Humberto Barbosa (PFL), prefeito. Em 2004 perdeu a reeleição com o pefelista (10.134), para o médico Flávio Nóbrega PT, eleito com 13. 792 votos. Nas duas últimas disputas pela prefeitura, Ana Célia, encabeçou a chapa socialista, que perdeu para o PT. Em 2008, teve 10.596 votos, contra 19. 705 de Flávio Nóbrega, que acabou reeleito. Em 2012, atingiu 14.745 votos, sendo superada por Túlio Viera (17.167), que havia sido vice da segunda gestão Nóbrega. Agora, Ana Célia e Túlio Vieira repetem a disputa, numa conjuntura e em circunstâncias bem diferentes das enfrentadas no pleito anterior. (Albérico Cassiano)

Nenhum comentário:

Postar um comentário