quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Náutico repete a dose e vence o Central em Caruaru

Bergson (C) marcou o primeiro gol do Timbu / Fernando da Hora/JC Imagem

Bergson (C) marcou o primeiro gol do Timbu

Fernando da Hora/JC Imagem

Foi um jogo diferente do clássico, mas o Náutico soube se adaptar e vencer o Central por 2×0 nesta quinta-feira (4) no Luiz Lacerda, em Caruaru, pela segunda rodada do hexagonal do título do Campeonato Pernambucano. O resultado deixou o Timbu com cem por cento de aproveitamento, já que venceu seus dois compromissos, coincidentemente pelo mesmo placar. Na próxima quarta-feira (10), os alvirrubros recebem o Salgueiro, na Arena Pernambuco.
O Náutico tomou a iniciativa nos primeiros minutos. Tanto que os três atacantes – Rony, Bergson e Daniel Morais – conseguiram finalizar. Prova de um domínio territorial bem claro. Mas com o passar do tempo o Central foi ajustando a marcação no meio e conseguiu igualar. O problema da Patativa era acertar o passe final: quando tentava o lançamento longo, a defesa alvirrubra levava vantagem. Quando ia pelo chão a bola nunca chegava aos homens da frente.
O jogo só esquentou nos dez minutos finais quando o Timbu retomou o volume de jogo inicial, só que desta vez em condições de concluir as jogadas dentro da área alvinegra. Daniel Morais mandou para a bola desviar em Márcio Paraíba aos 35. Na melhor oportunidade, Bergson arrancou da direita para o meio aos 41 e na hora do chute foi travado por um adversário. Rony teve uma jogada semelhante apenas dois minutos depois.
O segundo tempo começou pegando fogo. Logo aos oito minutos, Rony, do Náutico, recebeu em excelente condição mas isolou a bola por cima. A resposta do Central não demorou e saiu na bola parada. Gustavo mandou para o gol e Júlio César tocou o suficiente para a bola bater na trave. O gol sairia aos 26, quando Bergson aproveitou um erro de Henrique para entrar na área e mandar de pé esquerdo.
A vitória já estava encaminhada pela falta de criatividade do Central quando os alvirrubros ampliaram aos 43 minutos. Rafael Ratão foi lançado e mandou para o gol. Juninho deu rebote e a bola encontrou Thiago Santana, que escorou para o fundo das redes.

Ficha do jogo:
Central: Juninho; Henrique, Vinícius e Márcio Paraíba (Leo Olinda); Gustavo Henrique, Charles Wagner, Daniel Paraíba, Araújo e Sadrak (Siderval); Rony e Índio (Lima). Técnico: Flávio Barros.
Náutico: Júlio César; Rafael Pereira, Ronaldo Alves, Fabiano Eller e Gastón Filgueira; Elicarlos, Rodrigo Souza, Caíque, Rony (Rafael Ratão) e Bergson; Daniel Morais (Thiago Santana). Técnico: Gilmar Dal Pozzo.
Local: Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos (PE). Assistentes: Ricardo Chianca e Charles Rosas Pires (ambos de PE). Gols: Bergson, aos 26; e Thiago Santana, aos 43 do segundo tempo. Cartões amarelos: Rodrigo Souza, Siderval e Fabiano Eller.

Nenhum comentário:

Postar um comentário