terça-feira, 19 de setembro de 2017

BANDIDOS QUE ATIRARAM EM ALEXANDRE FARIA SÃO PRESOS

Nesta terça-feira (19) o blog traz mais informações sobre os integrantes de uma quadrilha que foram presos no dia anterior, na cidade de Caruaru. A quadrilha é acusada, de acordo com a Polícia Militar, de ser a mesma que estava em uma perseguição de troca de tiros ocorrida no último sábado (16) no Alto do Moura, também em Caruaru, sendo esta que resultou em três pessoas feridas: o jornalista da TV Asa Branca, Alexandre Farias e dois socorristas do Samu.
O jornalista foi atingido na cabeça por uma bala perdida e os socorristas, que estavam em uma ocorrência de acidente, foram atropelados pelos bandidos, que fugiram em seguida abandonando um carro que roubaram depois de invadir uma casa, minutos antes.
A operação que resultou na prisão de três dos cinco integrantes da quadrilha (sendo que um quarto acabou morto pela polícia) aconteceu no Sítio Lagoa de Pedra, zona rural do município, sendo esta motivada após denúncias anônimas.
Com o cerco armado, ainda houve uma nova troca de tiros, mas dessa vez os três foram presos, inclusive os dois que foram conhecidos por testemunhas, onde foram confeccionados dois retratos falados.
 .

Criminosos eram foragidos de presídio no Rio Grande do Norte

De acordo com um dos delegados que estavam nas investigações, Dr. Joselito Kerle, a quadrilha era composta de foragidos do Presídio de Alcaçuz (no Rio Grande do Norte) e respondem por crimes como tráfico de drogas, homicídios e assaltos. O delegado falou sobre as prisões.
“O que percebemos sobre as acomodações da casa é que eles já estavam aqui há um bom tempo, inclusive tem uma criança e uma mulher, muita roupa, casa arrumada… Eles já estavam aqui cometendo crimes como roubos, homicídios e tráfico; que é o que eles sabem ou sabiam fazer, já que eles foram presos e tem um deles que foi morto. Essa é a resposta que a população caruaruense e a sociedade pernambucana queria” – disse.
O local onde os criminosos estavam era considerado estratégico, pois permitia várias rotas de fuga. O criminoso foi assassinado por um policial que estava de helicóptero, que foi mobilizado para fazer parte das operações.
Ainda de acordo com o delegado, entre as armas e materiais apreendidos, estavam também os casacos que faziam parte da constituição do retrato falado feito com relato das testemunhas, fundamental para captura dos criminosos. A identidade de um dos criminosos, descrito no retrato falado, já foi revelada. Trata-se de Vagner Santos Figueiredo (de 30 anos, a esquerda na foto abaixo).
O teste de balística para saber de onde saiu a bala que atingiu o jornalista aina não foi realizado, mas investigações apontam que o carro que Alexandre dirigia estava atrás da viatura policial, que perseguia os bandidos a frente, no momento em que ele foi baleado.


Quadro de saúde das vítimas

Até o momento, o jornalista Alexandre Farias permanece internado, em coma induzido e respirando com auxílio de aparelhos. De acordo com um dos médicos, ele passou por um procedimento cirúrgico ainda no domingo (17), que durou cerca de quatro horas. O quadro é estável e a bala ainda está alojada na cabeça. Novas informações do quadro de saúde devem ser reveladas as 11 horas desta terça.

Já sobre os socorristas, que não tiveram seus nomes informados, um deles teve ferimentos leves e está em casa. Já o outro, uma mulher, passou por cirurgia pois teve fratura em uma das pernas e segue internada no HRA. Ela não corre risco de morte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura de Taquaritinga do Norte inicia a II Copa Pão de Açúcar de veteranos

No ultimo sábado (16) a Prefeitura de Taquaritinga do Norte através da Secretaria Municipal de Educação Cultura e Esportes junt...