segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Cabo acusado de abusar de mulher em blitz de trânsito é excluído da PM



A corregedoria da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) determinou a exclusão da Polícia Militar de um cabo acusado de praticar atos libidinosos com uma mulher que havia sido parada por ele em uma blitz de trânsito. O crime ocorreu no dia 1º de junho de 2012 e a punição foi divulgada na sexta-feira (10), no Boletim-Geral da SDS, na internet.
De acordo com os fatos apurados pela corregedoria, o cabo, lotado no Batalhão de Policiamento de Trânsito, estava fazendo fiscalização de veículos no bairro do Ispep, na Zona Sul do Recife. O PM que foi punido abordou o carro da vítima e pediu para ela parar.
Em seguida, segundo os relatos descritos no boletim-geral da SDS, informou que faria a vistoria das condições do extintor de incêndio. Nesse momento, fechou a porta, sacou a arma e obrigou a vítima a praticar “atos de cunho lascivo”, sob ameaça.
Além do cabo, a PM determinou a exclusão de um soldado que participava da mesma blitz. O colega de farda, conforme a acusação, deu cobertura para parática dos crimes sexuais. Os atos de exclusão e de disciplna foram assinados pelo secretário de defesa Soccila de Pernambuco, Angelo Gioia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário