segunda-feira, 4 de julho de 2016

Homem matou criança porque estava insatisfeito com avó dela, diz delegado



O suspeito de matar uma menina de três anos a facadas enquanto ela dormia foi preso após ser encontrado em um assentamento do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). A informação foi divulgada durante uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (4). De acordo com a Polícia Civil, ele também é suspeito de matar a ex-companheira dele no ano de 2011 em Caruaru, Agreste de Pernambuco.
O G1 tentou entrar em contato com um representante no MST na região Agreste, mas o telefone dele estava desligado.
Delegados esclareceram detalhes do caso da menina de três anos que foi morta a facadas em Taquaritinga do Norte (Foto: Rodrigo Miranda/G1)Delegados esclareceram detalhes sobre menina
assassinada (Foto: Rodrigo Miranda/G1)
A prisão ocorreu no sábado (2) e o homicídio da criança foi no dia 26 de junho. Ainda segundo a polícia, o suspeito aguardava em liberdade pelo julgamento do crime cometido há cinco anos. Na coletiva, o delegado Victor Leite informou que o homem foi encontrado em uma casa na zona rural de Taquaritinga do Norte - município onde a criança foi assassinada.

O delegado ainda destacou que o suspeito disse à polícia que "estava infeliz no relacionamento [com a avó da criança] porque ela não o correspondia da forma como ele queria".
"Ele queria matar a avó da menina e tentou matar o sogro dele também. Mas, tanto a mulher quanto o idoso fugiram da casa e deixaram a garota dormindo. Eles não imaginavam que ele [o suspeito] fosse fazer algo contra a menina", destacou Victor Leite.
Durante a coletiva, o delegado Julio Porto ressaltou que o suposto criminoso é marchante, confessou o crime e não falou do que o motivou a matar a menina. Segundo a Polícia Civil, o homem pode cumprir até 18 anos e seis meses de prisão.
saiba mais
Entenda o caso
O suspeito de matar uma menina a facadas enquanto ela dormia foi preso no sábado (2) em Taquaritinga do Norte, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o delegado Victor Leite, o homem de 50 anos não resisitu à prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Santa Cruz do Capibaribe.
Ao G1, Victor Leite disse que o suspeito foi encaminhado ao Presídio de Santa Cruz do Capibaribe. A Polícia Militar informou que a vítima dormia no quarto quando foi morta. De acordo o delegado Luiz Carlos, a avó e o bisavô da vítima também ficaram feridos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário