quarta-feira, 11 de maio de 2016

Paulo Câmara pede que PSDB e DEM entreguem os cargos no Estado

Governador solicitou aos dois partidos a devolução dos cargos no âmbito estadual
Governador solicitou aos dois partidos a devolução dos cargos no âmbito estadual
Foto: Divulgação
O governador Paulo Câmara (PSB) - que também é o vice-presidente nacional do partido - solicitou na tarde desta quarta-feira (11) que o PSDB e o DEM entregassem os seus respectivos cargos no âmbito estadual. A informação, dada em primeira mão no Blog de Jamildo, foi confirmada pelo presidente estadual do PSB, Sileno Guedes. "Trata-se de um posicionamento político. Os dois partidos fizeram parte da aliança que levou o governador à vitória, mas eles tomaram a decisão das candidaturas e se afastaram do nosso projeto ", afirmou.
Segundo o blog, o PSB ainda esperava um eventual apoio à reeleição do prefeito Geraldo Julio, mesmo com o anúncio de Daniel Coelho ao cargo. "É uma rearrumação partidária normal", defende Guedes.
Atualmente, enquanto o PSDB ocupa cargos no Porto do Recife, Jucepe e Secretaria de trabalho, Emprego e Microempresa - este último tendo Evandro Avelar à frente da pasta -, o DEM contava com a gestão do Lafepe, José Fernando Uchoa, que já deixou o cargo.
Por meio de nota, o governador Paulo Câmara ratificou a fala de Sileno Guedes, afirmando que as candidaturas de Daniel Coelho (PSDB) e Priscila Krause (DEM) inviabilizam uma aliança com o PSB, que busca a reeleição do prefeito. "Diante desse novo cenário político e entendendo que a gestão do Recife tem sido inovadora, inclusiva e participativa, decidi que a composição do Governo deve refletir o compromisso da Frente Popular com a continuidade desse projeto.”, afirmou o governador.
O Democratas, aliás, emitiu uma nota sobre o assunto no início da noite desta quarta-feira (11). Segundo o texto, "o referido pedido obedece a posicionamento político do PSB diante do processo eleitoral deste ano".
Procurado pela reportagem, o presidente estadual do PSDB, Antônio Moraes, não foi encontrado para comentar sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário