quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Ano novo e a velha superstição: pessoas apostam no branco e leve para o réveillon



19308833-2640-4c75-b242-107e7e338bbf


Mais um réveillon se aproxima e com ele, a vontade de atrair coisas novas e positivas para o ano que vai chegar. São diversas as tradições a que as pessoas recorrem: comer alimentos específicos e fazer rituais, como pular ondas no mar. Mas, talvez a mais forte delas seja em relação à roupa – acredita-se que usar vestuários inéditos e na cor branca traga boas energias, além de outros benefícios.

De acordo com o site especializado em estilo e design, Bureau da Moda, a tradição surgiu no Candomblé, em meados dos anos 1970. Os adeptos da religião costumavam comemorar a virada do ano na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, usando peças brancas como representação da paz e da purificação, enquanto jogavam flores para Yemanjá, rainha do mar, segundo a cultura. O ritual começou a ser copiado por pessoas que achavam bonito, e assim surgiu, então, a tradição que seria repetida toda passagem de ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário