sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Morte do promotor: Polícia Quer Quebrar Sigilo Bancário, Fiscal e Telefônico de Todos os Investigados

A Polícia Civil informou ontem que poderá solicitar a quebra de sigilo bancário, fiscal e telefônico de todas as pessoas que estão sendo investigadas no caso da morte do promotor Thiago Faria Soares, 36 anos, morto no último dia 14 com quatro tiros de espingarda calibre 12, na PE-300, em Itaíba, no Agreste. Segundo o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, delegado Osvaldo Morais, os pedidos que ainda não foram feitos serão providenciados nos próximos dias. Ontem à tarde, o juiz Caio Neto de Jomael de Oliveira Freire disse que caberá ao delegado que preside a apuração decidir pelo sigilo das informações. Na última terça-feira, o Ministério Público de Pernambuco entrou com pedido para que não fossem repassadas informações à imprensa. A SDS concorda com o silêncio.
Foram definidos ontem os nomes dos representantes do MPPE que irão acompanhar os trabalhos de investigação. A sub-procuradora Laís Teixeira informou que ela, o também sub-procurador Fernando Barros e o promotor Rinaldo Jorge irão acompanhar os trabalhos.
Osvaldo Morais voltou a dizer ontem que nenhuma linha de investigação para o caso do promotor foi descartada. No entanto, a principal delas continua sendo a apresentada pelos delegados que conduzem o inquérito. “Para a polícia, os indícios apontam Edmacy Ubirajara e Zé Maria como os responsáveis pelo assassinato”, disse. Edmacy permanece preso no Cotel e Zé Maria, foragido. (Com Informações do Diário de Pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Taquararitinga : Hoje tem Quartas de Final do Poeirão na Brasília

Hoje tem a segunda rodada das quartas de final do tradicional Campeonato do Poeirão no Bairro Brasília. O campeonato é organizado por Edu...