terça-feira, 13 de junho de 2017

Alunos de escola do Sertão de PE criam carro elétrico movido à energia solar


Alunos levaram o primeiro lugar na mostra de conhecimentos da escola (Foto: Divulgação)Alunos levaram o primeiro lugar na mostra de conhecimentos da escola (Foto: Divulgação)
Alunos levaram o primeiro lugar na mostra de conhecimentos da escola (Foto: Divulgação)
Estudantes do 3º ano da Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Regina Pacis, em Santa Cruz da Baixa Verde, no Sertão de Pernambuco, desenvolveram um carro elétrico movido à energia solar. A ideia da execução do trabalho partiu de uma atividade da disciplina de geografia, lecionada pela professora Kilma Diniz com o objetivo de criar um projeto renovável para ser exibido na mostra de conhecimento da instituição.
O estudante Gustavo Ramos, que ficou à frente do projeto, e mais três alunos, Alex de Souza, Carlos Daniel e Pedro Henrique, todos de 17 anos, reaproveitaram materiais descartados como ferro, bateria de automóvel e placas solares, para gerar a energia do carro.
"O carrinho foi construído em apenas um mês. Um dos nossos professores pediu que fosse feito algo com elementos reutilizados e movido à energia. Esse projeto foi exposto na mostra de conhecimentos e chamou a atenção de pessoas da comunidade e escolas vizinhas", disse Gustavo. Ainda segundo o aluno, o carro chega a alcançar uma velocidade de 5 km/h e a bateria dura aproximadamente três horas carregada.
Carro é movido à geração de energia solar (Foto: Divulgação)Carro é movido à geração de energia solar (Foto: Divulgação)
Carro é movido à geração de energia solar (Foto: Divulgação)
Dessa vez com a orientação da professora Kaline Melo do Nascimento e ajuda da professora Valcilene de Souza, o projeto participa da edição 2017 do Segundo Torneio Virtual de Ciências promovido pelo Espaço Ciência. O veículo recebeu incrementações, ganhou volante e pedais. A ideia é aprimorar e acrescentar elementos ao carro com o passar do tempo. O resultado do torneio ainda não foi divulgado.
"Estamos muito felizes com a elaboração do projeto, nós já ganhamos o primeiro torneiro e aguardamos com otimismo o próximo resultado", disse a diretora da escola, Maria Aparecida.
*Sob supervisão de Joalline Nascimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário