terça-feira, 29 de novembro de 2016

Gesto de Grandeza : Atlético Nacional pede título da Copa Sul-Americana para a Chapecoense


Adversário na decisão, time colombiano divulga nota oficializando pedido à Conmebol: "Da nossa parte, e para sempre, a Chapecoense é a campeã da Copa Sul-Americana"

Por
Atlético Nacional pede título à Chapecoense (Foto: Reprodução / Atlético Nacional )Nota em que Atlético Nacional pede à Conmebol que o título vá para a Chapecoense (Reprodução / Atlético Nacional )
Adversário da Chapecoense na final da Copa Sul-Americana, o Atlético Nacional soltou uma nota na tarde desta terça-feira na qual solicita à Conmebol o título da Copa Sul-Americana seja entregue à equipe catarinense. Com três parágrafos, o clube colombiano mostrou solidariedade com parentes, amigos e torcedores das vítimas do voo que deixou mais de 70 mortos na última madrugada e pediu que a taça vá para Chapecó.
- Depois de estar muito preocupado pela parte humana, pensamos no aspecto competitivo e queremos publicar esse comunicado no qual o Atlético Nacional pede para a Conmebol que o título da Copa Sul-Americana seja entregue à Associação Chapecoense de Futebol como louro honorário pela sua grande perda e em homenagem póstuma às vítimas do fatal acidente que deixa o nosso esporte de luto. Da nossa parte, e para sempre, a Chapecoense é a campeã da Copa Sul-Americana - encerrava o comunicado divulgado pelo clube colombiano.
Antes, o clube colombiano, num gesto de solidariedade, já para que as pessoas vão ao Estádio Atanásio Girardot nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), com roupas brancas e velas nas mãos.
Atlético Nacional e Chapecoense começariam a decidir a Copa Sul-Americana nesta quarta-feira, em Medellín, mas em função da tragédia os dois jogos foram suspensos por tempo indeterminado. A Conmebol cancelou a partida nas primeiras horas do dia e afirmou que não vai se manifestar até uma reunião no fim de dezembro.
Confira o comunicado na íntegra
"A dor embarga rotundamente nossos corações e invade de luto nosso pensamento. Foram horas lamentáveis em estamos consternados com uma notícia que nunca queríamos ter ouvido. O acidente de nossos irmãos do futebol da Chapecoense nos marcará pela vida e desde já deixará uma marca inapagável no futebol latino-americano e mundial. Tudo isso foi completamente inesperado, por isso a dor. Tratavam-se todos eles, jogadores, corpo técnico, jornalistas e tripulação, de pessoas com muitos sonhos, por isso o choro.
 A lamentação mundial foi também estendida a toda a família Verdolaga, a quem, desde seus patrocinadores, diretores, corpo técnico, jogadores, administração e torcida, manifestou tristeza e desespero pelo absurdo. A solidariedade não se fez esperar e de nossa parte acompanhamos de forma rotunda o sofrimento de todos os irmãos que nos abandonaram quem junto a seus familiares e nós, compartilhamos um grande sonho de ser campeões continentais da Sul-Americana.
 Depois de estar muito preocupado pela parte humana, pensamos no aspecto competitivo e queremos publicar esse comunicado no qual o Atlético Nacional pede para a Conmebol que o título da Copa Sul-Americana seja entregue à Associação Chapecoense de Futebol como louro honorário pela sua grande perda e em homenagem póstuma às vítimas do fatal acidente que deixa o nosso esporte de luto. De nossa parte, e para sempre, Chapecoense campeã da Copa Sul-Americana 2016".

Nenhum comentário:

Postar um comentário