quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Assaltante engana padre e se esconde da polícia em igreja

A igreja Nossa Senhora do Bom Parto fica em Campo Grande, Zona Norte do Recife / Reprodução/TV Jornal
A igreja Nossa Senhora do Bom Parto fica em Campo Grande, Zona Norte do Recife
Reprodução/TV Jornal
JC Online
Um desfecho, no mínimo, inusitado, movimentou a Ilha do Joaneiro, em Santo Amaro, no Recife, na última sexta-feira (25). Acusada de roubar um celular, uma dupla de assaltantes foi perseguida por moradores das imediações e logo um deles foi pego pelos populares. Já o outro conseguiu se desvencilhar e foi parar dentro de uma igreja no bairro vizinho, a Nossa Senhora do Bom Parto, em Campo Grande, Zona Norte do Recife. Local em que foi acolhido pelo padre Claudionor Alves, que está à frente da paróquia.

Sob a justificativa de que estava sendo ameaçado de morte e precisava se esconder por um tempo, o assaltante convenceu o religioso que não hesitou em abrir as portas da igreja para abrigar o homem. "Acho que ele realmente não sabia de nada, porque como padre ele tinha que acolher", opinou uma moradora do local que prefere não se identificar.
O esconderijo, no entanto, não durou muito tempo. Após denúncia a polícia chegou à igreja e prendeu, em flagrante, o assaltante identificado como Édipo de Melo Ponti que se juntou ao parceiro do crime, Leonardo Araújo, e seguiu para audiência de custódia.

Boletim de Ocorrência

De acordo com o padre, o policial que chegou para buscar o assaltante estava com arma em punho e foi agressivo, motivo que levou o religioso a registrar um Boletim de Ocorrência (BO) por abuso de poder. De acordo com o delegado responsável, Geraldo Costa, o caso está sendo apurado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário