quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Mulher é estuprada por 10 homens e garante que não é a primeira vez


A vítima relata que foi abordada por quatro homens / Foto: Maurício G. de Souza/ Alesp
A vítima relata que foi abordada por quatro homens
Foto: Maurício G. de Souza/ Alesp
JC Online
Um vendedora, de 34 anos, moradora do bairro de São Gonçalo, no Rio de Janeiro, não aguenta mais sofrer estupros coletivos. Dá última vez, nessa segunda-feira (17), a vítima foi violentada por um grupo de 10 homens no banheiro de um bar. Dois adolescentes menores de idade foram detidos pela polícia.

De acordo com entrevista concedida pela vítima ao Jornal Extra, os crimes são cometidos por traficantes que comandam a região. Mãe de três meninas, de 12, 13 e 14 anos, a vendedora conta que não tem conseguido dormir e que vive dias de pânico, desde que foi estuprada pela quarta vez pelo grupo.
A vítima relata que estava com um amigo em um bar no momento em que foi abordada por quatro homens. Mesmo estando acompanhada, o grupo disse que mandava na mulher e a levou para o banheiro do estabelecimento. Lá, ela foi obrigada a fazer sexo oral no grupo.
A mulher ainda foi arrastada do banheiro para uma rua escura, onde sofreu uma série de torturas e ameaças e passou a ser violentada por mais homens, que segundo ela já somavam quase 10.
Após perceber a chegada de uma viatura da polícia, os suspeitos fugiram do local. A mulher foi ouvida pela PM, que em seguida abordou dois adolescentes, 15 e 16 anos, próximo ao local do estupro. Ambos foram reconhecidos pela mulher. A Polícia Civil investiga o caso em sigilo.

Série de ataques

Segundo a vítima, em entrevista ao jornal, os abusos começaram em 2011. Nesse ano, a mulher namorava com o funcionário de uma empresa de refrigerantes que filmou a prática sexual com ela, escondido, e divulgou amigos e populares do bairro. Desde então, a mulher é vítima de diversos estupros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário