terça-feira, 29 de março de 2016

Oposição quer Comissão Especial para as 424 obras paradas em Pernambuco


Proposta é criar colegiado para acompanhar as obras paradas. Governo acha que analise dos casos deve ser feita antes

Obra do viaduto do Ramal da Copa ficou inacabada. Ferragens da estrutura do elevado ainda estão expostas / Foto: Guga Matos/JC Imagem

Obra do viaduto do Ramal da Copa ficou inacabada. Ferragens da estrutura do elevado ainda estão expostas

Foto: Guga Matos/JC Imagem

Paulo Veras
A bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) vai propor nesta terça-feira (29) a criação de uma comissão especial para acompanhar as 424 obras inacabadas que existem em Pernambuco, segundo um levantamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE), como mostrou o JC. O anúncio foi feito por uma nota divulgada na noite desta segunda (28) pelo líder da oposição no Legislativo, o deputado Silvio Costa Filho (PRB).
Na sessão desta segunda, a deputada Priscila Krause (DEM) já havia criticado a situação e classificado o caso como um "escândalo com o contribuinte". As obras paradas estão orçadas em R$ 4 bilhões, doz quais 40% já teriam sido liberados.
Para o líder do governo, Waldemar Borges (PSB), antes de criar uma comissão, os deputados estaduais deveriam pegar a lista de obras paradas no Estado de comparar se muitas das empresas que a executavam não estão, de alguma forma, envolvidas no "Petrolão".
De acordo com o socialista, além da falta de recursos públicos em função da crise de arrecadação, as dificuldades das empreiteiras têm sido outro problema para conclusão das obras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário