sábado, 26 de agosto de 2017

Pós-doutor, professor pede emprego em semáforo


Um professor com pós-doutorado em Literatura pela Universidade de São Paulo (USP) passou a pedir emprego no semáforo das ruas de Taubaté, no interior de São Paulo, após quase dois anos desempregado. “Minha ultima atividade foi vendendo doces nas ruas da cidade, mas não foi o bastante para manter minha família”, explicou Eduardo Cobra em entrevista ao portal G1. Desde a juventude o ex-docente de 56 anos investe na educação. No currículo, ele tem uma série de especializações: história, teologia, ciências da religião, educação e letras, todos em universidades conceituadas de São Paulo e região.

O pedido em forma de protesto veio após a distribuição de mais de 600 currículos em todo o país. Desde que perdeu o emprego, ele passou a sustentar a esposa e quatro filhos com a ajuda de parentes próximos. A decisão de passar sete horas por dia no semáforo surtiu efeito em poucos dias. Em entrevista ao portal UOL ele afirmou que já não tem mais tanto tempo para ir ao semáforo. “Recebi duas propostas (de emprego). Estou indo para uma agora, amanhã tenho outra”, afirmou. (Diário de Pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Educação Taquaritinga do Norte : Programa Criança Alfabetizada

A Rede Municipal de Educação de  Taquaritinga do Norte-PE continua firmando políticas públicas para a melhoria da aprendizagem dos e...