sábado, 19 de novembro de 2016

“A nossa preocupação é de que podemos estar muito próximos de uma rebelião” – alerta Major Queiroga devido a superlotação do presídio




Na manhã desta sexta-feira (18) aconteceu uma reunião no 24º Batalhão de Santa Cruz do Capibaribe, que contou com as presenças do Comandante Major Idelfonso Queiroga, o Secretário Municipal de Defesa Social, Major Sena e os vereadores, Deomedes Brito (PT), Dida de Nan (PSB), Ernesto Maia (PT), Fernando Aragão (PTB), Galego de Mourinha (PTB), Helinho Aragão (PTB), Júnior Gomes (PSB), Klemerson Pipoca (PSDB), Zé Elias (PSDB) e Zé Minhoca (PSDB).

O objetivo da reunião era tratar da segurança pública do município. Dentre vários pontos destacados na reunião, um deles foi a informação divulgada pelo Comandante em relação ao Presídio, que segundo o Major Queiroga, a unidade prisional que foi feita para comportar 150 presos, atualmente se encontra com um total de 523. Ainda em sua fala aos parlamentares, ele ressaltou que teme futuramente uma possível rebelião devido a superlotação.

“Estão resolvendo o problema de uma unidade prisional, mas acabam jogando pra cá esse problema, quando são enviados esses presos. Estamos solicitando uma revista do Batalhão de Choque no Presídio de Santa Cruz, pois a nossa preocupação é de que podemos estar muito próximos de uma rebelião, devido ao grande número de homens que se encontram lá” – detalhou.

Ao final da reunião, os vereadores levaram o ofício 026/2016, que solicita dez sugestões de combate à criminalidade, que foram colhidas junto à população, entre elas, a implantação do Projeto Polícia Amiga no bairro Santo Agostinho, implantação de bloqueios fixos em alguns acessos, renovação de frotas, consertos de veículos, intensificação de rondas e abordagens, além de sugestões recebidas de moradores do Loteamento Malhada do Meio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário